Autoconhecimento Espiritualidade

O que é mirra segundo a Bíblia?

Oleg Znamenskiy / 123RF
Eu Sem Fronteiras
Escrito por Eu Sem Fronteiras

Você já deve ter ouvido falar em mirra, mas você sabe o que ela é? Primeiramente, mirra é o nome de uma árvore originária de regiões desertas e áridas, como o Norte da África. Dessa árvore, intitulada primeiramente como Commiphora, é extraído um óleo, chamado de óleo de mirra.

Com certeza você já ouviu esse nome em algum momento da sua vida, pois o óleo de mirra foi um dos três presentes que Jesus recebeu dos Reis Magos, no Seu nascimento. Além de possuir propriedades medicinais, a mirra possui um grande simbolismo espiritual. Entenda mais sobre o assunto neste artigo e saiba o que é mirra segundo a Bíblia e por que ela possui uma história tão poderosa!

Imagem da árvore de mirra em um deserto.
Imagem de My pictures are CC0. When Doing Composings – Por Pixabay

O que é a mirra dos Reis Magos?

Os Reis Magos são três homens mencionados na Bíblia no livro de Mateus, que foram do Oriente até Jerusalém para adorar o Messias – Jesus Cristo – que nasceria entre o povo. Quando eles souberam sobre o nascimento do Salvador de todos, o Cristo, separaram três presentes para levar a Ele: ouro, incenso e mirra. Cada um desses três itens possui fortes significados espirituais, mas a mirra em especial carrega consigo um simbolismo muito profundo: de alguma forma, ela simboliza a imortalidade e era usada para embalsamar os mortos no Antigo Egito.

O fato de presentear Jesus com esse óleo usado em momento de morte nos remete à morte física de Jesus, que teve o intuito de salvar o povo, para em seguida ressuscitar e nos revelar o Seu poder. Os Reis Magos sabiam que Cristo era o Salvador e, por a mirra representar a vitória sobre a morte, Lhe presentearam esse óleo poderoso.

Para que serve a mirra?

A mirra, segundo a Bíblia, possui inúmeros simbolismos, mas desde sempre ela é usada como um óleo que possui propriedades medicinais. Antigamente, desde o Egito Antigo, ela era usada para cessar sangramentos, acalmar dores e também como antisséptico para embalsamar os mortos. O seu simbolismo espiritual é extremamente forte, pois, como já foi dito anteriormente, ela simboliza a vitória sobre a morte. Atualmente, o óleo de mirra é utilizado para tratamentos estéticos, para a cura de problemas como úlcera, gastrite, acne, afta, doenças de pele, entre outros.

Imagem de várias árvores de mirra no deserto e ao fundo um lindo por do sol.
Imagem de Skeeze – Por Pixabay

Para que serve o óleo ungido de mirra?

A principal função da mirra, segundo a Bíblia, é sanar dores e auxiliar no processo de cura de feridas – espiritualmente falando, ela cura tanto as feridas do corpo quanto as feridas da alma. O óleo ungido de mirra possui representatividade espiritual e age sobre a fé de cada um – aquele que é ungido com o óleo de mirra recebe a extrema-unção.

Para que serve o óleo de mirra, segundo a Bíblia?

Além de ter sido um dos presentes dados pelos Reis Magos a Jesus, o óleo de mirra foi escolhido por Deus para a produção do azeite ungido no Tabernáculo de Moisés. Além disso, as Escrituras Sagradas relatam que Ester foi uma mulher de superação, pois ela passou por um tipo de tratamento estético por cerca de 12 meses, e em seis desses meses a base de cura era exclusivamente a mirra. Ainda, quando Jesus estava crucificado, ofereceram-Lhe vinho e mirra, com o intuito de aliviar as dores que Ele sentia naquele momento. No sepultamento, Cristo teve o seu corpo coberto de uma mistura à base de mirra.

Você também pode gostar

Sabendo desses relatos bíblicos, podemos entender que o óleo de mirra, segundo a Bíblia, serve para curar dores e ungir, com o seu forte simbolismo sobre a vitória da vida sobre a morte.

Sobre o autor

Eu Sem Fronteiras

Eu Sem Fronteiras

O Eu Sem Fronteiras conta com uma equipe de jornalistas e profissionais de comunicação empenhados em trazer sempre informações atualizadas. Aqui você não encontrará textos copiados de outros sites. Nossa proposta é a de propagar o bem sempre, respeitando os direitos alheios.

"O que a gente não quer para nós, não desejamos aos outros"

Sejam Bem-vindos!

Torne-se também um colunista. Envie um e-mail para [email protected]