Energia em Equilíbrio

O que significa o Sagrado Feminino?

Eu Sem Fronteiras
Escrito por Eu Sem Fronteiras

O Sagrado Feminino não é uma religião com dogmas, mas sim a necessidade das mulheres aprenderem a acreditar nelas mesmas. Nessa corrente filosófica, aquelas que se sentem perdidas em meio a sua rotina e os papéis que desempenham conseguem externar sua psique, através de questões sociais, pessoais, psicológicas, religiosas, culturais e também em um contexto espiritual. Neste encontro com suas verdades surge uma sensação de plenitude que ninguém pode tirar delas.

O Sagrado Feminino nem de longe é algo abstrato. O reencontro com a essência feminina influencia em vários setores da vida, veja como:

Sagrado Feminino e relacionamentos amorosos

Para o amor real acontecer é necessário autoestima, sinceridade e segurança. Quem conhece a si próprio, sabe o que deseja e, principalmente, o que não quer. As mulheres que estão sozinhas não aceitam qualquer pessoa apenas para ter uma companhia.

No Sagrado Feminino, há a celebração da independência. A autoestima desperta a consciência de que ninguém depende do ser amado para viver e que o relacionamento é uma soma de forças.

Esta filosofia ensina que todas devem descobrir sua Deusa Interior e absorver as características dela. Descubra sua beleza, suas virtudes e a sua guerreira e não tenha vergonha disso.

Sagrado Feminino e sexualidade

Falta de amor-próprio e criação repressora levam a problemas sexuais, como não querer fazer sexo, dores durante o ato e dificuldade de atingir o orgasmo. No Sagrado Feminino, o resgate da sexualidade acontece pela expressão artística: maquiagem, dança, artesanato, desenho, escrita, etc. Nesta reconexão com o corpo e o sexo, o ventre é a área que representa a criação e absorve essa energia.

Sagrado Feminino e carreira

Emprego não é apenas o salário no fim do mês, ele representa dignidade, prazer e também reflete sua identidade. Caso você não esteja no emprego dos sonhos e por questões financeiras não pode sair, veja qual arquétipo das Deusas mais combina com você e aplique a característica na vida profissional. Conheça as qualidades de cada Deusa:

Afrodite: a mulher com este perfil precisa sentir paixão pelo trabalho. Ela preza o amor pela arte e beleza também na carreira. Caso ela não trabalhe especificamente com arte, fará questão de decorar seu local de trabalho, ou pelo menos a sua mesa. A mulher Afrodite sempre vai trabalhar vestida com roupas bem femininas.

Atena: o trabalho é um grande prazer para a mulher perfil Atena. A alegria em trabalhar melhora a capacidade de comunicação no ambiente profissional.

Deméter: de perfil protetor e zeloso, esta mulher leva comida que ela mesma fez para almoçar, oferece quitutes para os colegas e coloca fotos da família em seu espaço de trabalho.

Ártemis: a mulher Ártemis tem dificuldade para cumprir ordens e a liberdade de expressão é fator que trará felicidade profissional.

Perséfone: a vida profissional precisa trazer vantagens pessoais, por exemplo: caso trabalhe em uma livraria, se sentirá feliz ao vender livros que tenham ligação com sua personalidade.

Hera: a mulher Hera gosta de liderar e adora quando precisam usar sua criatividade para organizar eventos.

Você já ouviu falar sobre Sagrado Feminino? Se identificou com esta filosofia? Que tal dividir suas impressões com a gente? Estamos esperando.


Texto escrito por Sumaia de Santana Salgado da Equipe Eu Sem Fronteiras

Sua opinião é bem-vinda, sempre que colocada com a educação e o respeito que todos merecem. Os comentários deixados neste artigo são de exclusiva responsabilidade de seus autores e não representam a opinião deste site.

Sobre o autor

Eu Sem Fronteiras

Eu Sem Fronteiras

O Eu Sem Fronteiras conta com uma equipe de jornalistas e profissionais de comunicação empenhados em trazer sempre informações atualizadas. Aqui você não encontrará textos copiados de outros sites. Nossa proposta é a de propagar o bem sempre, respeitando os direitos alheios.

"O que a gente não quer para nós, não desejamos aos outros"

Sejam Bem-vindos!

Torne-se também um colunista. Envie um e-mail para [email protected]