Autoconhecimento

O que você precisa saber sobre terapia

Eu Sem Fronteiras
Escrito por Eu Sem Fronteiras

Pra mim, terapia é uma coisa que todos deveriam fazer ao menos uma vez ao longo da vida. É um processo de descoberta de si mesmo que chega a parecer mágico. Infelizmente ainda é alvo de preconceito e de reserva de muitas pessoas. Por isso, reuni abaixo alguns tópicos que podem ajudar a desmistificar a terapia pra você. Confira:

Você definitivamente não precisa ser louco pra fazer terapia

Acredito que ainda seja a maior ressalva das pessoas ao se negarem a fazer terapia. Já perdi a conta de quantas pessoas disseram não serem loucas e por isso não precisarem de uma consulta com o psicólogo. Pois bem, devo dizer que a terapia é uma ciência que pode proporcionar enorme autoconhecimento, autoconfiança e autocontrole. É praticamente um presente que você dá a si mesmo. Assim como cuidamos do nosso corpo, precisamos cuidar da nossa mente e a terapia é uma das melhores formas pra isso.

Você não precisará tomar remédios e muito menos ficará dependente

O segundo grande equívoco sobre a terapia é de que o psicólogo lhe dará remédios tarja preta que você se tornará totalmente dependente. O psicólogo nunca lhe prescreverá medicamento, se ele achar que é o caso lhe encaminhará para um psiquiatra. O trabalho do psicólogo é baseado em conversas, em 90% das vezes.

Você interrompe quando quiser

Algumas pessoas também tem a ideia errada de que uma vez iniciada a terapia ela durará por anos seguidos e você se tornará refém deste compromisso semanal. A terapia é um compromisso seu, e você determinará, junto com seu terapeuta, a periodicidade e a duração dela. No entanto, assim como qualquer outro acompanhamento médico, você pode interromper o tratamento. A escolha sempre será sua, apesar de que deve ouvir a orientação de seu terapeuta.

Sua privacidade será preservada

O terapeuta, se for um profissional sério, jamais sairá contando seus segredos mais íntimos e problemas para os outros. Você jamais será motivo de piada para ele. Ele também não invadirá sua privacidade buscando informações suas no Google ou em redes sociais. Se acontecer de se encontrarem em algum local público ele certamente esperará partir de você o cumprimento e aceitará numa boa se você preferir apresentá-lo como um colega ou conhecido.

A terapia não dá respostas prontas

Não vá em busca de terapia se o que você quer são respostas prontas e soluções instantâneas para os seus problemas. O terapeuta nunca lhe dirá exatamente o que fazer. Ele trabalhará com você para que você mesmo enxergue a melhor forma de lidar com as situações que busca solucionar. É um trabalho de autocontrole e estímulo da confiança para agir da forma correta.

Você precisa fazer sua parte e ser colaborativo

O ambiente do consultório e a presença do psicólogo não farão nada por si só. Você precisa fazer a sua parte e ajudar no trabalho. Dê informações, fale tudo que vier a mente e leve em consideração o que lhe é sugerido. Nada acontecerá milagrosamente se você entrar mudo e sair calado do consultório. O terapeuta precisa conhecer você para conseguir direcionar a terapia.

É preciso que você goste do seu terapeuta

Não estou falando em paixões platônicas ou em amizades fora do consultório. Apenas quero mostrar que é necessário que você sinta empatia pelo seu psicólogo e principalmente goste da maneira que ele direciona as consultas. Não adianta ter o melhor profissional da área se você não aceita ou acredita na eficácia de seus métodos.


Texto escrito por Roberta Lopes da Equipe Eu Sem Fronteiras

Sobre o autor

Eu Sem Fronteiras

Eu Sem Fronteiras

O Eu Sem Fronteiras conta com uma equipe de jornalistas e profissionais de comunicação empenhados em trazer sempre informações atualizadas. Aqui você não encontrará textos copiados de outros sites. Nossa proposta é a de propagar o bem sempre, respeitando os direitos alheios.

"O que a gente não quer para nós, não desejamos aos outros"

Sejam Bem-vindos!

Torne-se também um colunista. Envie um e-mail para [email protected]