Autoconhecimento Psicanálise

Pare de focar na falta!

Ana Cerqueira
Escrito por Ana Cerqueira



Olá, amigos do Eu Sem Fronteiras. Bem-vindos, como sempre!

Gostaria de falar com vocês sobre algo que venho observando não só no consultório, mas nas pessoas em geral e em suas relações: o foco na falta.

Temos uma habilidade muito grande em colocar toda a nossa energia e a nossa vida em situações que nos desagradaram no passado e nos desagradam no presente. Sofremos por tudo que nossos pais não nos deram, pelas amizades que perdemos, pelas pessoas que se foram, pelos relacionamentos que não deram certo, pelo trabalho que não se realizou…

“Temos uma habilidade muito grande em colocar toda a nossa energia e a nossa vida em situações que nos desagradaram no passado e nos desagradam no presente”

Passamos a maior parte do nosso tempo remoendo palavras que foram ditas, aquelas que não foram ditas e também as que estão engasgadas na nossa garganta e não saem.

Gastamos tempo e ficamos doentes, viciados que somos nas nossas idealizações e na cobrança que fazemos de nós e dos outros, sempre agarrados ao fato de que algo faltou, de que tal coisa não deveria ter sido daquela forma, de que poderia ter sido melhor e diferente.

Nos esforçamos para manter a falta na nossa mente. E assim sofremos.

Tocamos a vida adiante reclamando, nos colocando como vítimas das situações, culpando Deus e mundo por tudo de errado que acontece com a gente, sem ter a coragem de ver que sempre temos a nossa parte e a nossa culpa em tudo o que vivemos.

A roda gira em torno disso. A vida também. E as coisas continuam não dando certo.

Agindo assim, o que estamos fazendo com as nossas oportunidades de evolução?

Todos os dias temos a chance de focar na gratidão, não na falta. Esquecemos de agradecer e valorizar cada passo que demos, cada vitória que conquistamos, cada coisa boa que a vida nos presenteou. Preferimos ver notícias de desgraças na internet, mantendo o nosso padrão de negativismo e falta.

“Gastamos tempo e ficamos doentes, viciados que somos nas nossas idealizações e na cobrança que fazemos de nós e dos outros”

A vida será maravilhosa se aprendermos a olhar para ela com olhos de amor e gratidão. Cada pessoa que passou e se foi deixou algo em nós, algo bom. Cada trabalho que não deu certo nos deu experiência para sermos melhores no próximo. Cada palavra que magoou serve para que avaliemos o quanto estamos colocando a nossa felicidade no outro e para percebermos que a culpa não é dele, talvez seja nossa.

Quando temos gratidão, conseguimos enxergar as coisas boas que nos acontecem. Conseguimos valorizar um amigo verdadeiro, um trabalho digno, uma palavra e um momento simples ao lado das pessoas que nos amam. Quando focamos na gratidão e não na falta, estamos nos amando de verdade, amando ao outro e também amando a vida.

Woman with whimsical smile seated on curb near parked cars on an overcast day

Nada nem ninguém será como idealizamos. É ilusão.

Precisamos viver a vida real, precisamos nos olhar como somos e não como gostaríamos de ser. O mesmo conselho serve para quando for avaliar quem está perto de você. É preciso focar na vida, não na morte. Focar no amor, não no ódio, na mágoa ou em qualquer sentimento ruim que só faz mal.

Não espere o próximo ano para ser diferente. Comece hoje a focar em tudo de bom que você recebeu da vida e das pessoas. Ser egocêntrico é automático na gente, trabalhoso é ser empático. Ser mal é fácil, trabalhoso é ser bom. Reclamar é fácil, trabalhoso é agradecer por tudo, inclusive pelas dificuldades e testes que nos levam para a potencialização do nosso amor.

Pense: você está focando na gratidão ou na falta?

Um grande beijo para todos e até a próxima.

Sobre o autor

Ana Cerqueira

Ana Cerqueira

Sou Psicanalista Clínico, com especialização em Métodos de Acesso Direto ao Inconsciente. Tenho graduação em Publicidade e pós-graduação em Comunicação Digital. Sou Autora do Blog “Amor pela Psicanálise”.

E-mail: [email protected] | [email protected]
Facebook: Amor pela Psicanálise
Instagram: @amorpelapsicanalise
Site: Blog Amor pela Psicanálise