Autoconhecimento Comportamento

Pequenas reflexões para abraçar a alma

Mulher observando a cidade pela janela
Free-Photos--242387 / Pixabay / Canva
Giselli Duarte
Escrito por Giselli Duarte

Em uma coletânea de pensamentos, compartilho com você reflexões que possam fazer sentido hoje ou num dado momento de desânimo. Essa fase que estamos passando tem sido extremamente desafiadora para todo mundo em níveis distintos. Dessa forma:

1. Respire fundo, levante a cabeça e continue.

Você está indo bem até aqui.

2. Enquanto houver existência, ainda haverá passagem.

Estar apto para atravessá-la requer coragem e sabedoria. Atravesse-a.

3. Focar o que é bom e o que tem valor é tudo o que importa.

Enquanto chover lá fora, volte-se para seu abrigo interior.

4. Ouça.

Ajude.

Importe-se.

Todavia cuide de você mesmo.

Sinta.

Mulher contente sentada debaixo de uma árvore
Kieferpix / Getty Images Pro / Canva

Fale.

Tenha empatia.

Se, entretanto, começar a fazer mal em você, afaste-se.

E está tudo bem.

Não precisamos carregar a dor do outro para mostrar que estamos ao lado de alguém.

O autocuidado começa primeiro em nós.

Se estamos querendo ficar para mostrar algo, já deixou de ser um gesto altruísta.

Do início ao fim, é você com você mesmo. Cuide-se no processo.

5. Você pode até se negar ao chamado que pulsa dentro de você.

Pode até mesmo fingir que não é com você ou que tudo não passa de um simples devaneio da sua mente.

Só não poderá, em hipótese alguma, quebrar esse elo que há entre você e a fonte.

O livre arbítrio existe em você e em todas as suas escolhas ou renúncias e as consequências também.

6. Quando uma pessoa está muito empenhada em atacar os outros, geralmente quem está precisando de ajuda é ela.

Muitas vezes, a necessidade de desmascarar aquilo o que não a convém vem muito da necessidade de criar uma identificação com algo e se convencer de que aquilo é o que é a verdade. A verdade, contudo, dela.⠀

Você também pode gostar

Quando todos a bordo do ônibus da vida parecerem loucos para você, é importante fazer a seguinte reflexão: “Será que ‘o louco’ não sou eu?”⠀

Dissolva o excesso de julgamento e pare de querer estar sempre com a “razão”. Silencie a mente e respire para uma nova percepção.

Fique bem.

Com amor.

Sobre o autor

Giselli Duarte

Giselli Duarte

Sempre gostei muito de escrever, mas antigamente eu falava sobre outros temas. A partir do momento que eu me permiti trilhar o caminho do autoconhecimento, tudo começou a fazer mais sentido e ficar muito mais leve.

Hoje gosto de escrever e compartilhar aquilo que pode fazer sentido para alguém.

Às vezes faço uma coletânea de pensamentos ou experiências próprias, e em outros momentos utilizo um quê de inspiração de pessoas maravilhosas espalhadas pelo mundo.

Sinto que tudo o que busquei para me especializar e atuar em certas áreas me ajudou bastante. Sou formada em marketing e gestão de negócios e atuei em mercados distintos, os quais moldaram meu lado profissional. Todavia, gosto de pensar que toda a bagagem que aprendi em cursos como hatha yoga, reiki, aromaterapia, florais de Bach, fitoterapia, naturopatia e em tantos outros me deu o contraponto que eu precisava. Não à toa amo ler e intercalar livros de empreendedorismo e negócios com os de espiritualidade e autoconhecimento.

Fique à vontade para ler meus textos e comentar aquilo o que sentir no coração.

Acesse os links abaixo:

Email: [email protected]
Site: : insighttimer.com/giselli/
Facebook:: @giselli.d
Instagram : @giselli.d
Twitter : @gisellidu
Linkedin : Giselli Duarte
Spotify: No Caminho do Autoconhecimento