Saúde Integral

Por que alguns problemas familiares parecem impossíveis de se resolver?

Problems between generations concept. Teen closed his ears with headphone while her mom yells at her.
Érica Galli
Escrito por Érica Galli

Acredito que todos nós, morando com algum familiar ou mesmo sozinhos, temos conflitos com alguém de nossa família. Uns mais sérios que outros, mas todos envolvem uma só coisa: a diferença de opinião.

Crescemos em um lar com pais que nos passam certos valores corretos para eles. Sendo bom ou não, é certo que, ao longo de nossa vida, podemos mudar de opinião em relação a isso, ou seja, podemos concordar e seguir os mesmos passos ou discordar e seguir por outro caminho.

Mesmo que a nossa escolha seja boa, por ser diferente da deles, costuma gerar um conflito entre pais e filhos. Os pais acham que os filhos nunca sabem o que é melhor, e os filhos, na maioria das vezes, não relevam nem tem paciência para argumentar de forma saudável.

Com os irmãos, além da diferença de opiniões, o que acontece muito são o ciúme e a disputa. Disputam a atenção, os recursos financeiros etc.

Parents quarreling at home child in shock.

Quando a convivência com os pais e irmãos é saudável, e todos têm uma mesma crença, um mesmo modo de ver as coisas, pode acontecer outro conflito: com o cônjuge. Isso porque a criação em um lar e em outro são diferentes, os valores são diferentes e, quando cada um defende que está mais certo que o outro e ninguém cede, aí o relacionamento fica complicado; o que complica também é a criação dos filhos com opiniões tão controversas entre os pais.

Neste ponto, a terapia de casal ou familiar é útil, fazendo com que cada um reflita e entenda qual o seu papel no lar, quais são suas responsabilidades, a importância do saber ouvir para depois expor sua opinião, entender que todos, sem exceção, estão apenas procurando seu lugar no mundo e que ninguém é detentor de toda a verdade e o que certo para uns não o é para outros.

O que todos devemos levar em consideração antes de julgar é: quais são as consequências, se tal coisa é socialmente aceita, se não estamos prejudicando o semelhante etc. Através dessas reflexões, podemos encontrar meios saudáveis para lidar com essas diferenças de modo que ninguém saia perdendo.

Um método alternativo bastante eficaz para problemas sérios para os quais não conseguimos identificar uma razão aparente, ou os quais não conseguimos resolver com a terapia, é a Terapia de Vidas Passadas. Ela pode ser realizada até mesmo on-line com videoconferência.

Se você está enfrentando uma situação assim, procure um Terapeuta Holístico capacitado.

Sobre o autor

Érica Galli

Érica Galli

Natural de Amparo-SP, mora em Pedreira SP.

Graduada em Enfermagem (Trabalhou por quatro anos em um Posto de Saúde da Família na cidade de Pedreira).

Terapeuta Holística há cerca de seis anos, trabalha com diversas modalidades presenciais ou via Skype, entre elas:

- Psicoterapia Holística, Terapia de Vidas Passadas, Homeopatia, Florais de Bach e St. Germain, Ayurveda, Reiki Usui e Xamânico, Fitoterapia, Cromoterapia.

Estudiosa dos assuntos relativos a Espiritualidade, Metafísica, Poder da mente, entre outros há mais de dez anos.

Mantém o projeto “Terapia Solidária”, o qual visa levar atendimento terapêutico de qualidade a pessoas que precisam ou tem vontade de conhecer os métodos, porém não possuem condições financeiras para o custeio das sessões. O projeto dá nome a página do Facebook, que contem matérias sobre diversos assuntos relacionados a saúde e espiritualidade.

Telefone: (19) 9.9184-7564 via Whatsapp (para agendar atendimento e para tirar dúvidas relativos ao mesmo)
E-mail: [email protected]
Facebook: Terapia Solidária