Reflexologia Saúde Integral

Reflexologia no tratamento complementar à saúde

Bruna Rei Freitas
Escrito por Bruna Rei Freitas

Reflexologia: tratando distúrbios físicos e mentais.

Vivemos em uma época em que a medicina moderna nos apresenta constantemente soluções e possibilidades de tratamento à saúde. Mesmo com o avanço da tecnologia e o surgimento dessas habilidades, a dificuldade em encontrar equilíbrio em nosso dia a dia, está cada vez mais constante.

O Dr. Edwin Bower ¹, autor do livro “Alívio da dor em casa”, diz: “A humanidade está despertando para o fato de que a doença, na maioria dos casos, constitui um erro do corpo e da mente.” Desta forma é ineficaz iniciar um tratamento apenas para um ou para o outro, tendo que integrar ambas as partes para o sucesso do mesmo. Uma das práticas que apresenta tal perfil que este artigo irá abordar é a Reflexologia.

Esta prática é uma das ferramentas hoje utilizadas para alívio de todos os distúrbios físicos e psíquicos, principalmente relacionados ao mundo moderno, promovendo relaxamento físico e mental sem deixar de ser rápida, prática e não invasiva.

Uma das maiores causas da eficácia desta prática é a presença de inúmeros feixes de terminais nervosos² localizados na região dos pés, aumentando a área tátil de excitação que através de estímulos mecânicos (pressão/ massagem, etc.) são ativados. Através de pontos reflexos presentes na região dos pés, a partir do momento em que os estimulamos, estes enviam informações somáticas, e ao chegar ao sistema nervoso central geram uma ação nos órgãos estimulados.

Cada parte do corpo e cada função orgânica apresenta um ponto reflexo nos pés. Por intermédio de canais nervosos, qualquer parte e função do organismo podem ser trabalhados, eliminando a tensão e descongestionando canais de energia que promovem saúde e eliminam toxinas. Por este, dentre muitos motivos, a Reflexologia é uma ótima prática complementar à saúde.

Não existe um público alvo específico que possa se beneficiar desta prática. Desde bebês a idosos podem se favorecer na recuperação da saúde em todos os sentidos. Não existem contraindicação na aplicação da Reflexologia, apenas é necessário o conhecimento da anatomia humana bem como seus pontos reflexos nos pés para que nenhum órgão seja estimulado sem necessidade.

É bom recordar o leitor que mesmo sendo uma prática complementar à saúde, a reflexologia não substitui de forma alguma o tratamento médico.

REFERÊNCIAS

¹GILLANDERS, Ann. Guia Completo de Reflexologia. Editora Pensamento,2008.

²HALL & GUYTON. Tratado de Fisiologia Médica. Editora Elsevier, 2006.

Sua opinião é bem-vinda, sempre que colocada com a educação e o respeito que todos merecem. Os comentários deixados neste artigo são de exclusiva responsabilidade de seus autores e não representam a opinião deste site.

Sobre o autor

Bruna Rei Freitas

Bruna Rei Freitas

Com uma vasta experiência na área da saúde, é formada desde 2009 pela Universidade Anhembi Morumbi em Naturologia e graduação modulada em Fitoterapia. Possui pós graduação em Medicina Ayurvédica pelo Instituto Naradeva Shala, curso de extensão universitária em Avaliação e Tratamento Interdisciplinar em Dor pela USP, além de cursos de extensão universitária em Iridologia, Terapia Floral e Antroposofia.

E-mail: [email protected]
Telefone: 11 98307-0834
Site: www.espaconaturezahumana.com.br