Autoconhecimento Ho'oponopono

Você está cometendo esse erro na sua meditação do Ho’oponopono?

Silhueta de mulher meditando na praia
Serhii Yevdokymov / Canva
Escrito por Leticia Vidigal

O Ho’oponopono é um método de cura e resolução de problemas criado pelos povos nativos do Havaí.

Ele ficou famoso por meio da divulgação de um autor americano, Joe Vitale, que ouviu a história sobre um psicólogo, dr. Hew Len, que tinha curado toda uma ala de doentes psiquiátricos perigosos utilizando a meditação do Ho’oponopono.

Joe Vitale jamais havia ouvido falar sobre essa meditação e procurou o dr. Len para entender como ela funcionava. A partir daí, escreveu um famoso livro sobre o Ho’oponopono chamado “Limite Zero”. Nele, descreve como o dr. Len curou seus pacientes sem jamais ter se encontrado com qualquer um deles, apenas realizando a meditação Ho’oponopono.

De acordo com o livro, a “meditação” ou “mantra” repetido pelo dr. Hew Len todos os dias era: “Sinto muito, me perdoe, te amo e sou grato”.

A partir daí, muitas pessoas começaram a fazer uso desse mantra e relatar as mudanças maravilhosas que ocorreram em sua vida. Eu mesma sou um exemplo disso.

Mas muitas pessoas também relatam que não importa quantas vezes repitam as frases, as mudanças não ocorrem. O que será que elas estão fazendo de “errado”?

Para responder a essa pergunta, é importante entender que as “memórias” do Ho’oponopono são registros energéticos que carregamos em nossas células, que vibram de uma forma, nos conectando a tudo que está na mesma vibração. É como uma chamada telefônica, quando discamos o número de alguém. Essa pessoa recebe a chamada de onde quer que ela esteja e se conecta a nós. Nossas memórias geram vibrações da mesma forma e se conectam com tudo que vibra do mesmo jeito.

Silhueta de mão no horizonte
ArtistGNDphotography / Getty Images Signature / Canva

Para mudar quem recebe a nossa chamada, temos que mudar o número para o qual discamos. Portanto, para mudar o que se manifesta em nossa vida, temos que mudar a forma como vibramos. E como fazemos isso?

“Cortando” a energia ou, como falamos no Ho’oponopono, purificando memórias.

Quando repetimos as frases, temos que ter consciência de que não estamos fazendo isso para que algo aconteça como queremos. Estamos usando as frases para cortar uma energia que está gerando uma vibração que está manifestando por meio de algo que desejamos mudar. Mas como as pessoas conseguem o que elas querem usando o Ho’oponopono? Quando elas “cortam” a energia presente nelas, a vibração delas muda. E se a vibração muda elas passam a atrair coisas e pessoas diferentes, que estão nessa mesma nova vibração.

Portanto, o grande erro que muitas pessoas têm cometido em relação ao Ho’oponopono é acreditar que ele vai trazer o que elas desejam. Não! É você mesmo que faz isso! É sempre você!

Mas como eu sei como estou vibrando? Fique atento aos seus pensamentos, às emoções que eles geram, e, por fim, à sua atitude perante a vida. Eles são os melhores indicadores de como você está vibrando.

E como modificar isso? Minha sugestão é: repita as frases sempre, mas, quando vier um pensamento muito negativo referente a algo, repita mentalmente as frases insistentemente até que ele desapareça, ou seja, corte a sua energia. Assim, você não se sente mal por causa dele e sua vibração não cai, mantendo você em uma vibração mais alta e atraindo o que está em sintonia com ela.

E não se preocupe com o jeito certo de repetir as frases. O jeito certo é o jeito que você escolhe e que lhe faz bem. Lembra que tudo é vibração? Se está lhe fazendo mal ou dificultando sua vida, a vibração é baixa e você passa a atrair o que está nessa mesma sintonia. Mas se está lhe fazendo bem e você está se sentindo melhor então a purificação está finalmente acontecendo.

Muita luz, sempre!

Aloha!

Sobre o autor

Leticia Vidigal

Sou mãe de dois meninos, Pedagoga, Healer Coach e Ho’oponopono Practitioner.

Iniciei meu trabalho com educação em 1996 e atuo como coach desde 2016. Foram 20 anos atuando com a gestão de pessoas em funções como coordenadora e diretora pedagógica para finalmente tomar a grande decisão da minha vida e me tornar coach.

Mas é importante dizer que, desde muito cedo, me questionava sobre a vida, o sentido de estarmos aqui, sobre como ter fé e o que isso significa. Em 2009 entrei em um caminho de busca e desenvolvimento espiritual e pessoal que me trouxe respostas para essas perguntas. Fui também abençoada com respostas para os problemas que enfrentava no meu dia-a-dia e força para continuar minha jornada com mais alegria e a certeza de que não estamos desamparados ou sozinhos.

Em 2015 iniciei minha página Ho'oponopono Anjos no Facebook, algo que se tornou uma grande paixão e fonte de mais aprendizado. Em seguida fiz minha formação de coach pelo Instituto Brasileiro de Coaching e o Ho’oponpono Practitioner pelo Awakened Millionaire Institute de Joe Vitale (autor do livro Limite Zero). O que escrevo aprendi através desses cursos e através de uma busca incessante por conhecimento que me desse apoio espiritual. Hoje, mesmo quando enfrento problemas difíceis, me considero uma pessoa feliz e grata.

Meu desejo é que todos possam encontrar essa felicidade que vivencio no meu dia a dia. O esforço deve ser diário e a atenção constante. Mas o resultado é um caminho sem volta para uma vida extraordinária.

Pedagoga pela UFMG, pós graduada em Supervisão e Coordenação Pedagógica pela PUC-MG, pós-graduada lato sensu em Educação – ênfase na ação pedagógica pela CEPEMG e pós-graduada lato sensu em Gestão de Projetos e Parceria para o desenvolvimento do acionista e da família empresária – PDA - Fundação Dom Cabral. Formada em Leader Coach pelo Instituto Brasileiro de Coaching e Coaching Financeiro pelo Instituto Coaching Financeiro. Formada em Ho’oponopono Practitioner pelo Awakened Millionaire Institute.

Visite minhas páginas:

Facebook: Crescer Espiritualmente
Twitter: @LETICIAVIDIGAL
Instagram: @hooponopono.anjos/
Site: hooponoponoanjos.com