Danças Educação

A Dança e o fazer pedagogico

Todos sabem que o meio em que vivemos influencia muito o desenvolvimento psicossocial e psicoemocional de nossos alunos. As artes, a música e a dança estão cada vez mais destacadas e inseridas no cenário pedagógico, somatizando ao aprendizado cotidiano do aluno e atuando como um canalizador de energias, uma forma de extravasar problemas, pressões e estresses, um meio pelo qual o aluno se liberta de seu mundo e se conecta a uma realidade totalmente diferente. É como se a dança e a música o transportassem para um mundo só seu, um lugar limpo, puro, sem medos, angústias, perigos ou traumas.

A dança e a música, no contexto artístico desenvolvido nas aulas de expressão corporal, nos grupos de dança de rua e presente na ginastica rítmica, dentre outros, trazem não somente benefícios físicos aos alunos, mas também proporcionam um maior entendimento sobre o corpo humano e um autoconhecimento de suas capacidades e potencialidades físicas. Também age como um regulador natural do humor, trazendo alívio a algumas dores emocionais, relaxando e proporcionando uma atividade salutar, que estimula o aluno ao aprendizado e a melhorar como ser humano.

A dança não se restringe somente a um contexto de movimentos. Ela vai além, pois é capaz de penetrar no mais profundo interior do ser humano, muitas vezes o resgatando de si mesmo, reescrevendo ou reafirmando o seu EU.

Crianças dançando em sala de aula
JackF / Getty Images / Canva

A dança e a música são duas potencialidades já comprovadas que atuam para melhorar o aprendizado dos alunos, estimulando o que os mesmos têm de melhor em seu interior, características muitas vezes guardadas a sete chaves, sonhos e vontades que nunca foram contados ou permitidos colocar para fora.

A Dança deixa de ser um aglomerado de passos demarcados por um compasso rítmico e começa a atuar como fontes de libertação humana, de enaltecimento, de evolução, assim como muitos falam: “quem canta seus males espanta” quem dança também o faz.

Dançar, cantar e atuar, são 3 partes de um todo chamado arte, vida e essência humana, nossos alunos precisam cada vez mais dessa interação saudável, para estimular cada vez mais o seu aprendizado, seja dentro da disciplina de educação Física, nas oficinas de projetos como o Mais Educação, em atividades desenvolvidas por ONGss ou simplesmente em propostas por grupos de apoio pedagógico.

Você também pode gostar:

Qualquer um pode dançar, cantar e atuar, pois, para viver, permitir-se, assim como “para escrever, basta começar” como diria o professor Mário Osoiro Marques. Para o resto também, basta se dedicar, estudar e praticar, pois tudo começa com um sonho, uma vontade, depois só precisamos colocar em prática, pois logo após o primeiro passo, o resto flui naturalmente.

Sobre o autor

Jonatan Fortunato

Gaúcho, taurino, estudante de pedagogia, técnico em informática, foi diretor do Portal Mundo Angel, voltado para cultura e diversidade da cidade de Porto Alegre, em 2006.

Professor de informática em projetos como “Escola aberta”, professor de informática para alunos da APAE, utiliza a cromoterapia e a musicoterapia para o estímulo sensorial dos alunos.

Atuou na rede municipal de ensino na EJA (Educação de Jovens e Adultos).

Trabalhou na Coordenadoria de Educação, promovendo a gestão de pessoas e cursos facilitadores de funcionários e alunos da rede, como Pronatec e outros voltados para as TICs.

Faz mentorias de cursos de atualização e reciclagem para professores.

Estudioso da teologia das religiões e filosofias de vida, amante de terapias alternativas.

Poeta da vida, cada verso que escreve é a captação da presença energética de uma situação, sentimento ou pessoa.

Autor dos livros: “Versos rabiscados em bilhetes", "Pétalas ao vento", "Versos engarrafados", "Florescer", "Coisas de mãe" e "Para sempre amor".

Participou do livro "Histórias que fazem bem", da autora Leticia Wierzchouski.

Membro do Clube de autores desde 2013.

Espirituralista desde a infância, acompanha o movimento espírita desde os nove anos de idade, frequentando kardecismo, umbanda e grupos de cura por meio da crença da energia e do espírito.

Terapias alternativas que pratica e estuda: canalizacão de energia por meio de cristais, aromaterapia, florais, passe através das mãos, massagem energética, reiki e apaixonado pela egrégora da Mestra Kuan In.

Email: filosofojf@gmail.com
Instagram: jonatan.fortunato