Energia em Equilíbrio Jin Shin Jyutsu

A importância da respiração no Jin Shin Jyutsu

Eliane Rothschild
Escrito por Eliane Rothschild
Para que os vários tipos de desconfortos e disfunções físicas, mentais e emocionais não bloqueiem o fluxo da energia vital em nosso corpo temos, três formas no Jin Shin Jyutsu (JSJ) para remover os bloqueios do fluxo dessa energia:

  • A respiração;
  • Os dedos das mãos;
  • As 26 áreas específicas em nosso corpo onde a energia vital se concentra.

Estas três possibilidades podem, e idealmente, devem fazer parte de uma prática, ou melhor, um hábito diário para deixar sair as “toxinas” que absorvemos no dia a dia através:

  • Dos alimentos que ingerimos; shutterstock_143991970-2
  • Da água e líquido que bebemos;
  • Do ar que respiramos;
  • Do que escutamos e enxergamos;
  • Do estresse diário;
  • Das nossas atitudes – preocupação, medo, raiva, tristeza e pretensão (tentar ser o que não somos para “manter as aparências”);
  • Dentre inúmeras outras possibilidades.

Hoje então, vamos abordar a respiração, a primeira forma e a mais simples de se praticar o JSJ. Podemos lançar mão da respiração a qualquer momento que sentirmos a necessidade de aumentar e/ ou equilibrar a energia vital com o intuito de alcançar a harmonia e a cura.

Para isso basta expirar (soltar o ar) profundamente, como se fôssemos esvaziar nosso corpo do ar que já nos penetrou e nutriu cada célula, tecido, de nosso corpo físico, do topo da cabeça até os dedinhos dos pés. E só então vamos inspirar (trazer o ar para dentro) como se uma seiva renovada e purificada começasse a nutrir e preencher cada pedacinho de nosso corpo, nos impregnando totalmente.

A nossa autoajuda de hoje são as 36 respirações. Para facilitar, conte as expirações. “Um, expire, inspire. Dois, expire, inspire. Três, expire, inspire”. Repita até completar 36 respirações. Se a mente fugir para outros pensamentos e você perder a contagem, comece novamente. O foco é você, a sua harmonia.

Você pode fazer estas respirações em um horário que for mais conveniente, tranquilo, ou dividir em quatro grupos de nove respirações. Não existe uma receita. É você, o seu corpo, que descobrirão a forma mais adequada e conveniente para você!

Pratique, compartilhe sua experiência de autoajuda conosco, suas percepções.

É possível trabalhar somente com a respiração, enviando a cura e a abundância para a área afetada”. (Mary Burmeister)

Sobre o autor

Eliane Rothschild

Eliane Rothschild

Eliane Rothschild, formou-se em Comunicação Social. Desde 1997, vem se dedicando ao estudo e à prática do Jin Shin Jyutsu, na qual atende clientes em sessões individuais. Foi uma das responsáveis pela organização dos Seminários Internacionais e Nacionais de JSJ em São Paulo na década de 90.

E-mail: [email protected]
Telefone: 11 5031-7518 | 9 9938-7673
Skype: eli_mayan