Atividades Físicas Energia em Equilíbrio Yoga

6 tipos de yoga e suas explicações

Eu Sem Fronteiras
Escrito por Eu Sem Fronteiras
Pratica milenar, o yoga consiste em uma filosofia que visa o alinhamento do corpo e da mente, por meio de exercícios e meditação. Ao longo dos anos, ela se solidificou e deu origem a novas maneiras de ser realizada. Separamos algumas dessas técnicas para você conhecer e se aventurar no mundo yogui.

Hatha

Introduzida por Yogui Swatmarama, no século 15, na Índia, é considerada o estilo mais popular e fácil de yoga, sendo a mais indicada para iniciantes. A atividade pode ser praticada por todo tipo de pessoa e idade e engloba um misto de exercícios respiratórios (pranayama), posturas (asanas) e meditação/ concentração/ relaxamento (dharana e dhyana). As asanas, que são diversas posições, têm como propósito proporcionar o relaxamento mental que auxilia na concentração, na meditação, na remoção de doenças e no equilíbrio energético, além de auxiliar na flexibilidade corporal. Os pontos altos se dão no controle da respiração.

Ashtanga

A Ashtanga Yoga foi apresentada por Sri K Pattabi Jois e tem como carro chefe o método de purificação do corpo e da mente utilizando os oito limbos: Niyama (observância religiosa), Asana (postura), Pranayama (contenção da respiração), Samadhi (estado de supraconsciência), Dhyana (meditação), Dharana (concentração), Pratyahara (abstração dos sentidos) e Yama (autodisciplina).

Para quem busca conhecimento filosófico e espiritual, esse tipo de yoga é o mais adequado, já que o alinhamento dos oito limbos faz com que se atinja esse resultado. Indicado para quem gosta de desafios, essa categoria apresenta um pouco mais de dificuldade devido às asanas, que normalmente são realizadas igualmente todos os dias. Todas as partes do corpo são trabalhadas, exigindo força e maior flexibilidade do praticante. Quem sofre com alguma lesão corporal ou tem sensibilidade nas articulações é melhor tentar algo mais leve.

Vinyasa 

Conhecido como embaixador do yoga no Ocidente, Tirumalai Krishnamacharya apresentou o Vinyasa Yoga ao mundo e se tornou um dos yoguis mais importantes e influentes dos últimos anos. Aqui, você encontra meditação, asanas, concentração e relaxamento, tudo junto e misturado em uma só coisa. O objetivo final é o equilíbrio entre a respiração, a mente e o corpo, o que auxilia o funcionamento dos pulmões e no aumento da resistência física. Um pouco de movimento rítmico, alinhamento de postura, meditação e muito suor. É isso o que você vai encontrar nessa modalidade, que pode ser executada sem grandes esforços.

Iyengar

Trazida por B.K.S Iyengar (Bellur Krishnamachar Sundararaja) em suas mais de 200 asanas, essa prática consiste principalmente no uso terapêutico. Por este motivo, as aulas de Iyengar Yoga fluem de maneira mais lenta com o foco maior no alinhamento da postura. Não são realizadas muitas asanas, o que pode ser uma boa opção para quem está começando e quer pegar leve. O risco de lesões é menor devido ao ritmo das aulas. Pra quem procura fortalecimento e flexibilidade corporal, além de paz de espírito, essa é a dica.

Kundalini

Trazida para o Ocidente pelo mestre Yogi Bhajan, no ano de 1969, a Kundalini tinha como principal característica ser utilizada como auxílio no tratamento de viciados em drogas. Utilizando asanas, mantras, técnicas de respiração e contrações, seu intuito é o despertar da consciência em si. As aulas se concentram em uma série de exercícios compostos por repetições de posturas, meditação, aquecimento e relaxamento. É ideal para quem procura se libertar da mesmice e reprogramar um estilo de vida voltado para o alinhamento espiritual.

Bikram

Também conhecida como Hot Yoga, foi desenvolvida através do yoga tradicional pelo indiano Bikram Choudhury e tem como “diferença” a execução dos exercícios em salas muito quentes. Isso porque, para o mestre, esse tipo de técnica ajuda com a eliminação de toxinas, a circulação sanguínea, previne doenças e lesões, estimula determinação, paciência, autocontrole, autoconfiança, dentre outros benefícios. Com asanas e técnicas de respiração, normalmente uma aula dura em média 90 minutos e promete a queima de muitas calorias. O Hot Yoga não pode ser feito por gestantes, pessoas com problemas de pressão e menores de 12 anos.


Escrito por Juliana Alves de Souza da equipe Eu Sem Fronteiras

Sobre o autor

Eu Sem Fronteiras

Eu Sem Fronteiras

O Eu Sem Fronteiras conta com uma equipe de jornalistas e profissionais de comunicação empenhados em trazer sempre informações atualizadas. Aqui você não encontrará textos copiados de outros sites. Nossa proposta é a de propagar o bem sempre, respeitando os direitos alheios.

"O que a gente não quer para nós, não desejamos aos outros"

Sejam Bem-vindos!

Torne-se também um colunista. Envie um e-mail para [email protected]