Autoconhecimento Coaching

A perfeição da imperfeição

Diego Trambaioli
Escrito por Diego Trambaioli



Hoje em dia temos à disposição inúmeras ferramentas para cuidar do desenvolvimento pessoal, técnicas e processos extremamente valiosos estão disponíveis para quem realmente deseja começar um caminho de evolução e autoconhecimento. Existem livros de autoajuda e palestrantes muito qualificados que nos empurram a buscar a perfeição, mas acontece que mesmo os melhores instrumentos, quando são tocados de forma errada, geram um som desagradável e insuportável.

Uma orquestra pode estar muito bem sincronizada, treinada e confiante, mas um simples erro em uma fração de segundo pode prejudicar a atuação de todo o grupo apesar da perfeição exigida pelo diretor durante todos os ensaios.
Se nos comportamos como o diretor de orquestra que busca continuamente a perfeição corremos o perigo de ficar esmagados por centenas de normas e regras que não conseguiremos respeitar e aplicar. Resultado? Mais estresse e frustração com consequente diminuição de autoestima.

Se você se identifica no diretor de orquestra e busca diariamente a perfeição, tome cuidado e seja consciente do fato que é você mesmo que se “carrega” de muitas obrigações e regras a serem respeitadas. Se você faz as coisas porque devem ser feitas como está escrito naquele famoso livro de autoajuda, ou porque aquele palestrante conhecido deu algumas dicas valiosas corre o sério perigo de focar nos detalhes e sabotar seus objetivos mais desejados. Todas as obrigações externas e internas limitam a imaginação e a criatividade dificultando a verdadeira “liberdade mental”, lembre-se que para realizar seus sonhos você não precisa de “tenho que…”, mas de “quero…”.

Entendo suas dúvidas, provavelmente está pensando: “Diego, até agora você falou muitas coisas somente para dizer que seguir um monte de regras na verdade traz mais prejuízo do que ajuda? Então o que realmente posso fazer para acabar com a mania de perfeccionismo que tenho há muito tempo e me deixa tão estressado?”. Pode tomar consciência que muitas vezes nós mesmos criamos uma lista infinita de regras de ação e comportamento, isso é extremamente importante, mas não é suficiente para acabar com a mania de perfeccionismo. Também não é viável cair na tentação oposta de largar tudo e viver completamente sem regras porque neste caso estará satisfazendo seu perfeccionismo seguindo a regra de “tudo ou nada”.

O que fazer então?

shutterstock_271854029Três passos para se livrar do perfeccionismo

Minha proposta é seguir três passos que podem lhe livrar do seu perfeccionismo simplesmente colocando três novas regras no seu dia a dia.

Calma, sei que está achando estranho que para se livrar de muitas regras esteja propondo de colocar mais três regras, mas te peço confiança, paciência e mais três minutos de tempo para chegar ao fim do texto.

Primeira dica: aceite a imperfeição.

A imperfeição é vida, movimento e realidade. A imperfeição é evolução, tudo aquilo que é perfeito não pode ser aperfeiçoado mais ainda, é estático, parado, definitivo. A evolução somente pode existir onde tem imperfeição. Até a natureza, na própria linda imperfeição, continua em constante evolução. Aceite que as coisas não podem ser perfeitas e faça seu melhor nas melhores condições possíveis. Isto sim tornará sua vida feliz e colorida. Olhe a beleza da imperfeição e aprenda a valorizá-la porque as vezes um simples pequeno defeito rende uma obra “perfeita”.

Segunda dica: aceite começar.

A busca de perfeição, devida ao medo de fracassar, é uma das principais causas da procrastinação. Quando você realmente deseja realizar seu sonho tenha a coragem de fazer e de conviver com a insegurança da primeira vez percebendo aquele “friozinho na barriga”. Pode até acontecer que inicialmente as coisas não sejam como você imaginou, erros e imperfeições atrapalharão seu desempenho, mas isto não pode ser uma desculpa para evitar de começar. Lembre-se que dos erros podemos aprender muito e perceber diariamente o sabor da evolução.

Terceira dica: aceite perder o controle (de vez em quando).

shutterstock_87031037A vida é movimento, a mudança é vida. Até o universo é caótico. Se você pretende controlar todos e tudo acabará se frustrando, o estresse se tornará fiel companheiro na viagem da vida e as coisas irão acontecer fora do seu controle, mesmo sem sua permissão. Aprenda a viver a vida, se limite a fazer seu melhor no caminho que está trilhando sem pretender controlar cada centímetro do chão onde está pisando. Faça como um bom surfista: esteja preparado para “surfar” a “onda perfeita” sabendo que outra melhor poderá vir.

Relaxe, viva e sinta o sabor de uma vida imperfeita. Enfrente seus estudos e seu trabalho com sorriso mesmo quando precisa lidar com condições imperfeitas, curta seus erros e aprenda deles. Respeite poucas e fundamentais regras, mas sobretudo respeite você mesmo e as pessoas que ama.

Seja imperfeitamente perfeito. Abraço.

Sobre o autor

Diego Trambaioli

Diego Trambaioli

Licenciado em Ciências Políticas e Relações Internacionais na Universidade de Turim (Itália) possui o Master em Jornalismo esportivo obtido no Ateneo Formass de Milão (Itália). Master Coach Internacional formado na Escuela Europea de Coaching (EEC) associada com a International Coaching Federation (ICF) e na Sociedade Brasileira de Coaching (SBC) associada com a Association for Coaching (AC), Worldwide Association for Coaching (WABC), Institute of Coaching (IOC) É certificado em PNL pela Sociedade Brasileira de Programação Neurolinguistica (SBPNL). Tem 15 anos de experiência na área de Relações Públicas no Club Mediterranée Europe (Itália, Espanha, França e Martinica) e Road Manager na organização de eventos musicais (Malamusik Itália). Desde 2008 atua como Palestrante e Coach Pessoal e de Carreira com foco no desenvolvimento humano, realização de objetivos e melhoria continua da performance palestrando e atendendo no Brasil e na Itália.

Telefone: (11) 2269-3452 | 94545-9856
E-mail: [email protected]
Blog: www.diegotrambaioli.com
LinkedIN: Diego Trambaioli

Facebook: Diego Trambaioli
Twitter: www.twitter.com/diegotrambaioli