Autoconhecimento Comportamento

A Sexta Chave | Da Tempestade à Unidade

Silhueta de mulher caminhando para fechadura gigante com universo ao fundo
123RF | Teodoro Ortiz Tarrascusa
Celso Costa
Escrito por Celso Costa

No artigo anterior iniciamos a fase prática da Chave da Caixa-Preta. Falamos do alinhamento à Matriz Divina tão necessário para assumirmos o leme da nossa jornada, que consiste em abrir mão do controle para ganharmos o controle. Só quando estamos alinhados pensamos e desejamos em linha com nosso propósito. Afinal de contas, temos muitas intenções, mas é o propósito que assume o resultado.

Espero que você tenha praticado a Limpeza Pulmonar e experienciado todo o poder equilibrador dessa ferramenta mágica. Compartilhei também o uso consciente da Força Vital por meio da visualização para criação de um campo de luz para nos mantermos alinhados à Fonte. Porém, algumas pessoas provavelmente tiveram dificuldade de executar esse segundo exercício porque realmente é difícil, ao menos inicialmente, manter o foco da visualização quando temos um turbilhão de pensamentos atrapalhando nossa concentração. Isso acontece porque não é possível dizer:

Fica quieta, mente! Silencia! Me deixa focar no que quero!

Mulher com mãos na cabeça gritando
Andrea Piacquadio | Pexels

Para aprendermos a acalmar a nossa mente diante de tantas informações absorvidas durante o dia, de tantas preocupações cotidianas, precisamos praticar a meditação. O que nos traz a necessidade de desaprender o conceito de esvaziar a mente. Essa fase é o estágio final da meditação e não o objetivo inicial. Lembra que falamos que não há evolução sem auto-observação? Meditar é se observar. Estamos onde nossos pensamentos e emoções estão. Observá-los é aprender. Com a meditação poderemos controlar a tempestade mental, decidir o que pensar, quando pensar e, finalmente, encontrar a unidade no silêncio milagroso do vazio. Se o copo estiver cheio não terá espaço para o novo. Mas teremos que trilhar alguns estágios para o nosso objetivo. Começamos com a já ensinada limpeza pulmonar. Acompanhe os próximos passos:

1. Apenas observe: sente-se ou deite-se confortavelmente. Relaxe todo o corpo, feche os olhos durante cinco minutos e observe o curso dos pensamentos. Não siga os pensamentos, apenas observe-os passando pela sua tela mental. No início perceberá uma enxurrada deles, principalmente no que diz respeito ao nosso cotidiano. Imagine-se na posição de um observador silencioso e independente. Apenas acompanhe com atenção e sem julgamento. Não durma. Na presença de cansaço, interrompa o exercício ou esfregue água gelada no rosto e no peito. A limpeza pulmonar também elimina e previne o cansaço e a sonolência. Esse exercício de controle do pensamento deverá ser feito de manhã e à noite, e a cada dia o seu tempo deverá ser prolongado em um minuto para que em uma semana possamos acompanhar e controlar o curso de nossos pensamentos por no máximo dez minutos sem nos dispersarmos. Você perceberá como inicialmente os pensamentos passam por sua mente em grande velocidade, porém o caos inicial irá desaparecendo devagar até que só uns poucos surgirão na sua mente como que vindos de muito longe.

Homem com mão no rosto e expressão triste
Pixabay | Pexels

2. Foco Ativo: agora que já dominou a observação passiva, passará ao primeiro estágio do foco seletivo. Sempre que surgirem pensamentos repetitivos, você deverá mudar imediatamente o foco para outro pensamento presente no turbilhão. Explicarei melhor o foco logo menos. O importante desse exercício é não deixar as preocupações insistentes assumirem o controle. Não brigue com elas, apenas mude o foco para outro pensamento. Todos os pensamentos indesejados devem ser desligados. Isso deve ser exercitado até se transformar num hábito, até conseguirmos executar nossa meditação, tarefas, no trabalho ou na vida privada, com a máxima consciência, independentemente de ser algo grande ou corriqueiro. Esse exercício aguça a mente e fortalece a memória. Mas para aprender a desligar precisamos primeiro aprender a focar.

Escolha um pensamento, uma imagem ou uma ideia qualquer de sua preferência. Algo agradável ou visualize a realização de um sonho. Fixe-a com toda a força, e rejeite energicamente todos os outros pensamentos que não tenham nada a ver com o do exercício. No início, você só conseguirá fazer isso por alguns segundos, e posteriormente por alguns minutos. Você precisará conseguir fixar um único pensamento e acompanhá-lo por no mínimo dez minutos seguidos.

3. Esvaziamento Mental: relaxe confortavelmente e feche os olhos. Rejeite energicamente todos os pensamentos emergentes. Em sua mente não deve haver nada, somente o vazio total. Como fazer isso? Visualize uma esfera branca brilhante, sem se desviar ou se distrair. Você pode usar uma lâmpada branca acesa como base para a visualização. Aos poucos, permita que o brilho se expanda até ficar tudo branco. No início você só conseguirá manter isso durante alguns segundos, mas exercitando-se constantemente conseguirá um melhor desempenho. Com o foco no branco total, se entregue e mergulhe na luz sem medo e sem expectativa. Apenas deixe fluir. Se conseguir se manter nesse estado durante dez minutos completos, sem se distrair ou adormecer, será preenchido por um estado de vazio ou ponto zero. Esse é o lugar onde tudo é possível.

No próximo artigo compartilharei a sétima e última chave da caixa-preta, para a criação consciente de qualquer coisa. Lembre-se porém de que o qualquer coisa está sempre condicionado ao nível de alinhamento à Matriz Divina. Ou correremos o risco de criar caos ou até não manifestar nada.

Você também pode gostar

Não poupe esforço na prática dos exercícios propostos. Eles são baseados em exercícios milenares da arte da magia hermética presentes em meu livro “Alquimista Quântico”. E, sim, funcionam. Se não há evolução sem auto-observação, sem o domínio da mente e o poder de transformar a tempestade em unidade, teremos muita dificuldade em viver a plenitude em que nascemos para trazer a realidade.

Viver é assumir a responsabilidade de manifestar a Vida!

Transcenda-se com leveza!

Até logo menos.

Sobre o autor

Celso Costa

Celso Costa

Celso Costa é pesquisador do universo quântico e dedica sua vida a buscar novas formas de transformar teorias em práticas de transmutação emocional.

Depois de quatro anos como proprietário do La Casita Nazaré, o primeiro Spa das Emoções do Brasil, no litoral sul de Pernambuco, decidiu, junto a sua companheira e terapeuta Enaile Lima, fechar o sistema de hospedagem imersiva para se dedicar a compartilhar tudo o que aprendeu nesse ciclo de autoconhecimento.

A partir do mergulho nos mistérios dos conhecimentos milenares, da física quântica e da neurociência, desenvolveu uma formação chamada Soma, com quatro níveis em dezoito módulos. São eles os Florais de Ressonância Sonora, o Terapeuta Arquetípico, o Alquimista Quântico e o Terapeuta de Verbopuntura.

Atualmente, viaja o país realizando palestras, workshops e cursos. Além de fazer parte da família eusemfronteiras, em que seus conhecimentos são compartilhados com textos e práticas de autodesenvolvimento.

Além de terapeuta e coach quântico, Celso também é terapeuta holístico, mestre reiki chama violeta, mestre seichim e ra-sheeba, mestre florais etéricos xamânicos e terapeuta cognitivo comportamental. Em 2018 publicou o livro “Reiki Chama Violeta – A Verdadeira Alquimia e Auriculoterapia sem Mistérios”. Atualmente está em fase de finalização de mais quatro livros, que compartilharemos assim que estiverem disponíveis.

Seus workshops e formações não se limitam às técnicas exclusivas que desenvolveu. Também facilita outros temas e técnicas, como Pranayama Elemental, Universo Holográfico, Neurociência do Som, Inversão Temporal, O Mapa das Emoções, Sigilos Mágicos, Seichem Seichim Reiki (Cura Egípcia), Reiki Chama Violeta, Ra-Sheeba (Cura Faraônica), Entendendo e Transmutando os Medos e as Fobias, Acupuntura Emocional sem Agulhas com Indução Hipnótica, A Magia do Verbo – Criando Palavras de Poder, Intuição Ativada (Básico e Avançado) e A Arte da Leitura Corporal ou Leitura da Mente.

Apesar desse perfil recheado de conteúdo, Celso é desbocado, irreverente e não poupa esforços para ensinar terapeutas a cuidarem de pessoas como pessoas.

Divirta-se com os textos dele e, sobretudo, conheça a si mesmo(a).

Email: celso.c.galindo@gmail.com
Site: lacasitanazare.com
Facebook: celsocostatransmutacaoemocional
Instagram: @transmutacaoemocional
Youtube:
La Casita Transmutação Emocional