Saúde Integral

Auriculoterapia: o que é e quais seus benefícios

Mãos com luvas azuis aplicando adesivos na orelha de idosa branca.
microgen / 123rf
Escrito por Eu Sem Fronteiras

Você sabia que a orelha possui pontos sensíveis responsáveis por diversas funções do corpo humano? Isso mesmo! É por meio dela que foi criado um método específico de terapia, utilizado para o tratamento de doenças crônicas e até mesmo de dores físicas. Chamada de auriculoterapia, essa importante área da Medicina Tradicional Chinesa e já reconhecida pela OMS (Organização Mundial de Saúde) é considerada um dos ramos da acupuntura e é um método pouco invasivo e que tem obtido ótimos resultados.

Saiba um pouco mais sobre a auriculoterapia e entenda como ela pode beneficiar sua saúde!

O que é auriculoterapia?

Esse nome um tanto incomum significa “tratamento através da orelha”; “aurículo” significa orelha e “terapia”, tratamento. Como a orelha é repleta de terminações nervosas e de pontos que, por meio de estímulos, são capazes de produzir diversas sensações, esse tipo de método é considerado eficaz no alívio de sintomas e no tratamento de inúmeras doenças. Estimular tais pontos pode ser uma forma benéfica de tratar e até mesmo de diagnosticar desequilíbrios no corpo humano. Aliás, os diagnósticos ocorrem quando há alterações nos pontos estimulados.

Originada na medicina tradicional chinesa, esse tipo de terapia foi desenvolvido a partir de descobertas arqueológicas de Hu Nan, as quais continham relatos sobre a ligação de inúmeras áreas do corpo com os pontos presentes na orelha. Sendo assim, a auriculoterapia é baseada no princípio de que o corpo humano tende a ser refletido na orelha. Desse modo, ao estimularmos precisamente os pontos auriculares corretos, nosso organismo envia estímulos que auxiliam na recuperação do equilíbrio corporal.

Os pontos aqui citados são áreas precisas da orelha que representam exatamente a atividade de determinada parte do organismo e, como já citado anteriormente, todos os órgãos do nosso corpo são refletidos nela. Grande parte desses pontos é “ativada” quando existe alguma patologia na zona pela qual ela corresponde.

Cartela de adesivos de auriculoterapia.
Edward Olive / 123rf

Em uma sessão dessa terapia, quando há alguma alteração ou doença no corpo de uma pessoa, automaticamente o ponto auricular libera uma reação que demonstra comprometimento em sua área correspondente. Todas as reações que surgem durante a auriculoterapia podem indicar uma doença que ainda não se manifestou, mas podem desaparecer quando a enfermidade é sarada.

Como funciona?

Essa terapia é semelhante à acupuntura, em que o profissional especializado (ou terapeuta) estimulará com agulhas, cristais, pedras, esferas metálicas etc. os pontos da orelha que correspondem aos respectivos órgãos do corpo. É válido lembrar que os estímulos são feitos somente na orelha, produzindo reflexos, harmonizando e equilibrando o organismo do paciente.

Quando um ponto da orelha é estimulado, o indivíduo pode sentir algumas sensações, como um fluxo de energia correndo pelo corpo, um calor que se espalha pela orelha e que reflete em áreas específicas do corpo etc.

Considerada um microssistema, pequena região do corpo em que terminações nervosas estão presentes, a parte externa da orelha chamada também de pavilhão auricular, é capaz de refletir mudanças em diversas áreas do nosso corpo, assim como alterações fisiopatológicas e psíquicas. Desse modo, assim como a acupuntura, a auriculoterapia tem o objetivo de equilibrar não só as funções do organismo humano, mas também as energias Yin e Yang.

Indicação e funcionalidade da auriculoterapia

Essa terapia é indicada para todos os tipos de pessoas, inclusive crianças, desde que o paciente não tenha restrições quanto ao uso de agulhas, caso esse seja o método escolhido pelo terapeuta. O ponto principal da auriculoterapia é ser constante, pois ao iniciar o tratamento, você não deve abandoná-lo, tampouco fazer sessões muito espaçadas. Por isso é importante respeitar sempre as indicações de um profissional. Por mais que o uso de agulhas possa promover medo ou receio nas pessoas, o processo é indolor!

Antes das sessões de auriculoterapia, de forma alguma a orelha deve ser higienizada. Durante o procedimento, é possível que o paciente sinta tonturas ou desconfortos estomacais, pois os reflexos das áreas estimuladas podem liberar reações que apresentem sensações desagradáveis. Isso não significa que a sessão será dolorida, mas, sim, que ela é eficaz e lhe mostrará quais partes do seu corpo necessitam de tratamento e de atenção.

Confira os principais casos indicados para auriculoterapia:

  • Doenças crônicas como sinusite, rinite, asma e bronquite;
  • Doenças inflamatórias;
  • Gastrite, úlceras, soluços e diarreia;
  • Paralisia facial, labirintite e lúpus eritematoso;
  • Lombalgias, distensões musculares e dores ciáticas;
  • Alterações menstruais e infertilidade;
  • Obesidade;
  • Cegueira;
  • Ansiedade e depressão.

Benefícios da auriculoterapia

Par de mãos com luvas brancas aplicando adesivo na orelha de pessoa branca.
Edward Olive / 123rf

Procedimento não invasivo e extremamente simples, a auriculoterapia é fácil de ser aplicada, além de ser um método econômico e é indicada para o tratamento de diversas doenças, como você pôde verificar. De poucos efeitos colaterais, ela é capaz de aumentar a vitalidade do paciente, produzir mais energia ao organismo, reduzir o estresse e promover o relaxamento muscular. Confira a seguir mais alguns benefícios desse tratamento:

  • Diminui os sintomas causados pela abstinência dos pacientes que abandonam drogas, álcool e fumo;
  • Aumenta as funções do corpo;
  • Reduz e controla a dor;
  • Regula os batimentos cardíacos;
  • Aumenta o sistema imunológico;
  • Controla a ansiedade;
  • Equilibra as energias do paciente;
  • Produz sensação de prazer e de bem-estar;
  • Reduz a insônia;
  • Evidencia possíveis doenças que ainda não se manifestaram;
  • Auxilia no emagrecimento e na disposição.

Diferentemente de outros métodos terapêuticos, a auriculoterapia é totalmente natural e não invade o seu organismo. Por meio dela, você pode tratar diversos problemas físicos e psíquicos e ainda ser beneficiado de inúmeras formas. Não há nada melhor do que ter e manter o corpo em equilíbrio, por isso dê uma chance a esse tipo de método que cada vez mais cresce no Brasil! Aposte mais na sua saúde e conheça os poderes e as funções existentes nas suas orelhas!

Sobre o autor

Eu Sem Fronteiras

O Eu Sem Fronteiras conta com uma equipe de jornalistas e profissionais de comunicação empenhados em trazer sempre informações atualizadas. Aqui você não encontrará textos copiados de outros sites. Nossa proposta é a de propagar o bem sempre, respeitando os direitos alheios.

"O que a gente não quer para nós, não desejamos aos outros"

Sejam Bem-vindos!

Torne-se também um colunista. Envie um e-mail para colunistas@eusemfronteiras.com.br