Autoconhecimento

Autoconhecimento: Despertar para quem se é de verdade

Vivemos tempos em que muito se fala sobre autoconhecimento, desenvolver nossos talentos, ter um propósito. Vivemos tempos em que os antigos padrões sobre o que é sucesso e felicidade já não fazem mais sentido, se é que algum dia fizeram!

São tempos de busca por “alguma coisa” que nem sempre se sabe o que é. Mais que realização financeira e profissional, existe um vaziozinho no coração que nos diz que a vida não pode ser só isso. Que tem que existir mais.

A busca por um sentido existencial acontece quando todos os padrões da sociedade que antes pareciam fazer algum mínimo sentido para nós passam a não só serem incongruentes com quem somos hoje, mas perdem o motivo de continuarem sendo perpetuados. Começamos a nos dar conta que alguns paradigmas sociais não nos servem mais.

À medida que esse sentimento cresce e ganha nossa atenção, antigos padrões, crenças e valores começam a nos soar com um certo incômodo. É nesse momento que a maioria das pessoas se depara com o grande desejo de iniciar a jornada do autoconhecimento. Será que eu sou realmente quem eu vim sendo até aqui? Será que o meu trabalho, vida, lazeres, casa, a forma que me visto refletem quem eu sou? Ou construí um mundo onde já não me encaixo?

Algumas teorias chamam esse momento de “noite escura da alma”, quando sua alma começa a buscar algo maior. Eu particularmente chamo de “despertar pra quem se é” e tenho a certeza de que, percebendo ou não, todas as pessoas passam em algum momento da sua vida por ele. É o momento em que começamos a tentar entender todas as potencialidades que temos em nós, o que faz sentido para a jornada que queremos traçar daqui pra frente, a busca para que nossa vida seja muito mais autêntica e verdadeira, quando aquilo que não faz mais sentido pra nós perde força.

Homem sentado em uma cadeira na praça, com a mão encostada no queixo e olhando para o lado
Chinmay Singh / Pexels / Canva

Se você está passando por esse momento, fique calma, porque é um momento maravilhoso. Embora possa parecer algumas vezes que você está perdida, acredite: você não está! É agora que vai começar a se achar!

Nesse momento, é importante começar a entender o que faz sentido para você e o que é apenas uma bagagem pesada que você não precisa carregar. Comece fazendo esse exercício de escrita que trabalho em sessões iniciais. Tenho certeza de que vai lhe ajudar e trazer clareza:

1. Faça uma lista de todos os valores que são importantes para você hoje. Família, realização profissional, colaboração, contribuição social, solidariedade… Quais outros estão no seu grupo de valores principais?

Agora pense: você tem construído uma vida que contemple e respeite seus valores pessoais?

Exemplo: você tem o valor de colaboração, mas trabalha em uma empresa com um clima extremamente competitivo e se deixa contaminar pelo clima organizacional? Ou ainda, a família é um valor principal, mas hoje se dedica tanto à carreira que não consegue ter tempo de qualidade com os filhos?

Esses são alguns pontos para começar a tomar consciência e entender a raiz de possíveis sofrimentos existenciais.

Depois de elencar todos os seus valores principais, vamos ao passo 2.

2. Para cada valor da sua lista, reflita sobre como você pode fazer ajustes na sua rotina ou na sua trajetória daqui pra frente para que eles sejam respeitados. Quais mudanças dependem apenas de você?

No nosso exemplo acima, você poderia incluir a meditação na sua rotina, desenvolvendo o estado de presença para se tornar menos reativa ao clima do ambiente de trabalho. Faz sentido pra você que, fortalecendo seu eu interior, o exterior terá menos influência sobre quem você é? Faz sentido que você só pode mudar si mesma e, mudando si mesma, você muda a percepção e a forma como experiencia o mundo exterior?

Você também pode gostar:

Depois disso, vamos ao passo 3.

3. Faça uma lista das atividades e comportamentos que você pode incluir na sua rotina para estar mais conectada aos valores que lhe são caros.

Quando buscamos essa conexão com quem realmente somos, tudo muda! E muda no corpo, no sorriso, na intuição, nas emoções, na energia e na alma! Viver alinhado aos próprios valores e a quem se é é um caminho a ser buscado e concretizado. Se você tem sentido esse chamado para despertar o seu verdadeiro eu, comece por aqui.

Se desejar ajuda para os próximos passos, eu posso te ajudar. Preencha o formulário a seguir e faremos contato sugerindo um cronograma terapêutico para sua jornada interna de autoconhecimento: https://bit.ly/CronogramaTerapêutico

Sobre o autor

Tatiana Borsoi

Ativista do bem-estar e do autoconhecimento como estilo de vida!

Psicoterapeuta com formação em Psicologia e Psicanálise. Coaching sistêmico com várias especializações no mundo holístico: Thetahealing, terapia multidimensional, Tameana, numerologia, constelação familiar, registros akashicos e radiestesia.

Sócia da Espaço Dunas, empresa de decoração de interiores no estilo zen, com foco em artigos importados do Oriente.

Adepta do zenpreendedorismo, apaixonada por desenvolvimento humano, crescimento pessoal, espiritualidade e por tudo o que nos conecte com a nossa verdadeira essência.

Contatos:
Email: tatianaborsoi@gmail.com
Facebook: tatianaborsoicoach
Instagram: @tatianaborsoi.terapiasecursos