Nutrição Saúde Integral

Aveia, o carboidrato do bem

Eu Sem Fronteiras
Escrito por Eu Sem Fronteiras
Com certeza você já está “careca” de saber que uma alimentação mais saudável precisa de mais cereais, não é? Dentre os alimentos nesta categoria, a aveia é o mais rico em fibras e o mais barato! Além de ter diversos benefícios como saciedade e diminuição do colesterol ruim, auxilia o intestino a funcionar melhor. Por estar disponível em qualquer mercado e poder ser incluída em diversas receitas, ou até mesmo consumida num simples mingau, a aveia é popular entre os brasileiros, mesmo sem saberem de suas propriedades.

Para quem busca perder alguns quilos, a aveia é uma forte aliada, pois possui uma digestão lenta, fazendo com que a sensação de saciedade dure mais. Na teoria, vale mais comer a aveia, que é um carboidrato complexo, do que um pão francês, que é um carboidrato simples. A diferença maior está na farinha de trigo presente no pão, enquanto a aveia possui um alto teor de fibras.

As fibras da aveia são as chamadas fibras solúveis, que têm características capazes de auxiliar na redução do colesterol ruim, o que previne doenças cardiovasculares. Isso acontece porque a aveia atrapalha a absorção de alguns tipos de gordura pelo intestino, impedindo que se transformem em colesterol. Quando esse consumo é atrelado a uma boa alimentação e exercícios físicos regulares, os resultados são consideravelmente mais positivos.

Outra questão importante é o consumo de água!

As fibras solúveis necessitam de bastante água para fazerem o seu trabalho dentro do intestino, ajudando a armazenar os nutrientes bons e eliminar os ruins.

E não são apenas os adultos que podem se beneficiar da aveia. Crianças podem ingerir o cereal a partir dos dois anos de idade. Para saber a quantidade ideal por dia, some a idade da criança ao número 5. Ou seja, se ela possui dois anos, deverá ingerir até 7 gramas de aveia todos os dias. Já para adultos, a média indicada é de 75 gramas de aveia por dia.

Principais nutrientes da aveia

Aveia – 30 g (uma porção)

  • Calorias -> 118,2 kcal
  • Carboidratos -> 20,1 g
  • Proteínas -> 4,2 g
  • Lipídios -> 2,4 g
  • Fibras -> 2,73 g
  • Cálcio -> 14,4 mg
  • Potássio -> 100,8 mg
  • Ferro -> 1,32 mg
  • Fósforo -> 45,9 mg
  • Magnésio -> 35,7 mg
  • Sódio -> 1,5 mg
  • Zinco -> 0,78 mg

Quando for comprar a sua aveia, não se assuste com as variedades que existem no mercado. Na prática, todas têm muitos benefícios. A diferença principal está no farelo que é o mais nutritivo, seguido pelos flocos e depois farinha.

Uma dica de consumo fácil e que não mexe no sabor das comidas é incluir duas colheres de sopa de aveia no leite e fazer um mingau, ou então no iogurte. Outra opção é comer junto com frutas como mamão e banana.

Em receitas mais elaboradas a aveia também tem vez. Experimente substituir a farinha de trigo pela de aveia, tornando seu alimento mais nutritivo e saudável.

Outra dica importante é prestar atenção na embalagem! Apesar de não conter glúten, a aveia é processada junto ao trigo, que é um dos alimentos mais prejudiciais aos celíacos. Ou seja, note bem as informações sobre a presença do glúten na composição.


Texto escrito por Gabrielle Carreira da Equipe Eu Sem Fronteiras.

Sobre o autor

Eu Sem Fronteiras

Eu Sem Fronteiras

O Eu Sem Fronteiras conta com uma equipe de jornalistas e profissionais de comunicação empenhados em trazer sempre informações atualizadas. Aqui você não encontrará textos copiados de outros sites. Nossa proposta é a de propagar o bem sempre, respeitando os direitos alheios.

"O que a gente não quer para nós, não desejamos aos outros"

Sejam Bem-vindos!

Torne-se também um colunista. Envie um e-mail para [email protected]