Autoconhecimento

Paciência: uma qualidade que pode melhorar suas relações e sua vida

Peças de um quebra-cabeça
Sharon Snider / Pexels
Eu Sem Fronteiras
Escrito por Eu Sem Fronteiras

Pense sobre uma pessoa que você considera paciente. Perante uma situação que ela não pode controlar, apenas mantém a calma e espera até que possa fazer algo. Ou, então, mesmo quando alguém a está irritando muito, ela tem a capacidade de respirar fundo e ouvir, sem reclamar.

Talvez essa mesma pessoa consiga realizar um tipo de trabalho manual que leva muito tempo para ser executado, como o bordado. Ela também pode ter uma habilidade incrível de explicar os próprios pontos de vista de forma didática, quantas vezes forem necessárias. Esse indivíduo parece ser um exemplo para todos nós, não é?

A paciência é uma virtude importante nas nossas vidas, já que ela nos ajuda a conviver em sociedade, a acalmar a ansiedade e a aproveitar melhor cada experiência que surge em nossos dias. No entanto, essa virtude está muito em falta no mundo. A pressa nos consome de forma acentuada e não temos tempo para esperar.

Porém esse cenário ainda tem salvação. A seguir, analise por que é tão importante desenvolver a paciência na sua personalidade. Veja como ela pode te ajudar em inúmeras situações, até mesmo no ambiente corporativo. Você vai se surpreender!

Qual o significado de paciência?

A palavra “paciência” é definida no dicionário online de português de cinco maneiras diferentes. Será que você conhece todas elas? Confira!

1. “Característica de paciente, de quem não perde a calma ou suporta algo sem reclamar.”

2. “Virtude que faz suportar algo sem perder a calma; que aguenta com tranquilidade uma eventualidade, tristeza, ação maldosa; resignação.”

3. “Faculdade de não desistir facilmente de; perseverança, constância.”

4. “Nome de certo jogo de cartas.”

5. “Erva proveniente da América do Norte, com flores verdes e folhas comestíveis, pertence à família das poligonáceas Rumex patientia.”

Pessoa passando as páginas de um dicionário
Snapwire / Pexels

Excluindo os dois últimos significados da palavra “paciência”, poderemos interpretar como essa virtude é compreendida na sociedade. Ao observar as duas primeiras definições, notamos que a paciência é, em primeiro lugar, não perder a calma. Por mais difícil que seja uma situação, essa característica sempre nos mantém com os pés no chão, sem agir de forma impulsiva ou explosiva.

Em segundo lugar, a paciência pode ser comprometida pela capacidade de esperar por alguma coisa, tendo consciência de que é preciso lutar por ela em vez de desistir. Popularmente, esse sentido da palavra pode ser resumido como “esperar por alguma coisa”, o que também pode ser lido como resignação.

Resumidamente, a paciência pode significar esperar por algo e, ao mesmo tempo, lidar com situações desafiadoras de forma tranquila e equilibrada. Essas duas características são fundamentais para que uma pessoa se sinta bem com os próprios planos e tenha um bom controle emocional.

Os benefícios da paciência

Depois de se aprofundar no significado da palavra “paciência”, está na hora de conhecer os benefícios que essa virtude pode trazer para os seus dias. Perceba como ela faz falta na sua vida!

1) Paciência gera paciência

Na maioria das vezes, ações positivas geram ações positivas. Do mesmo jeito que gentileza gera gentileza, paciência gera paciência. Se uma pessoa estiver muito irritada e for acalmada por alguém paciente, é provável que ela seja capaz de respirar fundo e se tranquilizar. Se as duas estiverem estressadas, porém, o caos será instalado.

2) Consciência na tomada de decisões

Quando queremos que uma situação se resolva logo, já que não temos paciência para esperar por ela, costumamos tomar decisões imediatistas. A longo prazo, esse tipo de pensamento pode se tornar prejudicial. A paciência, por outro lado, nos auxilia a ponderar as questões que ocupam os nossos pensamentos, levando a melhores resultados.

Um homem conferindo planos anexados em uma parede
Startup Stock Photos / Pexels

3) Controle de situações de tensão

Perder o controle em uma situação de tensão ou de estresse pode acontecer com muitas pessoas. No entanto, com paciência, é possível contornar esse cenário explosivo e por vezes agressivo. Os momentos de irritação acontecerão, mas precisamos encontrar uma maneira equilibrada de lidar com eles, sem nos consumir pela emoção.

4) Capacidade de se planejar

Ao desenvolver a paciência, conseguimos identificar quais situações podem nos estressar com mais facilidade. E então nos preparamos para elas. Em vez de sair de casa durante o horário de pico no trânsito para fazer uma viagem, por exemplo, nos antecipamos. Para explicar algo para uma pessoa, elaboramos nossos argumentos e falamos com tranquilidade.

5) Economia de energia

Se uma pessoa estiver estressada, os problemas que surgirem na vida dela, mesmo os menores, tomarão proporções imensas. Portanto, a energia que ela irá gastar para resolvê-los pode piorar ainda mais o estado de espírito dela. Com a paciência, entretanto, esse indivíduo será capaz de analisar cada situação com equilíbrio, sem exagerá-la.

Paciência como soft skill

Soft skills são as habilidades que nos auxiliam a lidar com outras pessoas, em todos os sentidos das nossas vidas. Ainda que não sejam ensinadas nas escolas, ao longo da nossa trajetória iremos desenvolvê-las naturalmente. Alguns exemplos de soft skills são a empatia, o respeito, a tolerância, a gentileza e, claro, a paciência.

A paciência é considerada uma soft skill porque é a partir dela que somos capazes de viver em sociedade com consciência e tranquilidade. Sem paciência, por exemplo, criamos conflitos com facilidade, deixamos de ouvir as outras pessoas e nos tornamos ansiosos. Pelo contrário, com paciência melhoramos as nossas relações interpessoais e o nosso bem-estar.

Uma mulher usando um computador
Vojtech Okenka / Pexels

No mercado de trabalho, as soft skills são cada vez mais exigidas. Isso porque não adianta ter o conhecimento técnico sobre algo (hard skills) se não tivermos a capacidade de conviver bem com os nossos colegas. É fundamental demonstrar as nossas habilidades de maneira amigável, solícita e ponderada, sem gerar conflitos.

Nesse sentido, a paciência é essencial para o ambiente de trabalho. Com essa soft skill, conseguimos ajudar outras pessoas a realizar uma tarefa da qual não entendem muito bem, apresentamos nossos posicionamentos sem irritação e estabelecemos metas realistas para cada atividade, ou seja, essa virtude pode até mesmo melhorar o rendimento de um negócio e de uma equipe.

Dicas para ter paciência

Caso você ainda não seja uma pessoa paciente, existem algumas dicas que você pode seguir para desenvolver essa virtude um pouco mais a cada dia. Amplie seus conhecimentos!

1) Conte até 10

Contar até 10 é um truque infalível que pode melhorar consideravelmente a explosão de emoções em momentos difíceis. Antes de tomar uma atitude impulsiva e descontrolada, faça essa contagem enquanto respira fundo. Ao final do processo, você vai se sentir mais capaz de se posicionar sobre algo.

2) Espere pelo momento adequado

Resolver um problema no momento em que ele surge pode não ser o melhor caminho. Isso porque nem sempre temos tempo para analisar todo o contexto, e nossas decisões podem não levar em conta a totalidade da situação. É preciso esperar pelo momento adequado e ponderar diversos cenários.

Relógio de parede
Cats Coming / Pexels

3) Identifique o que provoca irritação

Por meio de um processo de autoconhecimento, conseguimos identificar quais são as situações que nos causam algum tipo de irritação. São esses momentos que nos fazem perder a paciência. Então, se soubermos com antecedência o que pode nos tirar do sério, é mais fácil de evitar as circunstâncias que levam a isso, ou de nos preparar para elas, caso seja inevitável.

4) Prepare-se para momentos estressantes

Os momentos estressantes podem acontecer a qualquer momento, e muitas vezes não temos a chance de nos preparar para isso. No entanto, se soubermos que um dia será muito tenso, por exemplo, podemos relaxar bastante no dia anterior, e antecipar tudo aquilo que pode tornar a rotina mais leve e prazerosa.

5) Avalie a duração do problema

É comum que uma pessoa se preocupe muito com algo que será resolvido facilmente, mesmo que essa solução só venha depois de um tempo. Então, ao se deparar com um problema, pense se ele está sob o seu controle e quanto tempo ele vai durar na sua vida. Não vale a pena se estressar com o que não podemos controlar, muito menos com aquilo que se resolverá naturalmente.

Paciência x Comodismo

Erroneamente, muitas pessoas podem interpretar que paciência é um sinônimo de comodismo. Esse pensamento está incorreto porque o comodismo nada mais é do que aceitar facilmente qualquer situação, e nunca trabalhar para que ela se torne melhor, ou traga alguma evolução pessoal. A paciência é bem diferente disso!

Uma pessoa paciente não é comodista, ou seja, ela não coloca o próprio conforto acima de tudo, sem se preocupar. Na verdade, ela é capaz de se desafiar, de experimentar novas oportunidades e de se entregar ao desconhecido, inclusive atentando-se a outras pessoas que a auxiliam nesse processo.

Você também pode gostar

Além disso, o indivíduo paciente irá fazer tudo o que foi citado sendo capaz de controlar a própria ansiedade e o próprio estresse. Isso não significa que essa pessoa nunca irá se irritar com algo, mas indica que, quando isso acontecer, não será uma sensação duradoura.

A paciência é muito mais um sinônimo de controle emocional, enquanto o comodismo é um sinônimo de estar sempre na própria zona de conforto. Enquanto que a primeira característica nos auxilia a esperar pelo momento certo de agir, a segunda nos impede de tomar atitudes em quaisquer circunstâncias.

Considerando todas as informações apresentadas anteriormente, compreende-se que a paciência é uma virtude essencial na vida de uma pessoa. A partir dela, é possível controlar as próprias emoções, agir de forma ponderada e consciente, dialogar com outras pessoas e melhorar o próprio desempenho no trabalho. Encontre a paciência dentro de você!

Sobre o autor

Eu Sem Fronteiras

Eu Sem Fronteiras

O Eu Sem Fronteiras conta com uma equipe de jornalistas e profissionais de comunicação empenhados em trazer sempre informações atualizadas. Aqui você não encontrará textos copiados de outros sites. Nossa proposta é a de propagar o bem sempre, respeitando os direitos alheios.

"O que a gente não quer para nós, não desejamos aos outros"

Sejam Bem-vindos!

Torne-se também um colunista. Envie um e-mail para [email protected]