Convivendo

Cem maneiras de ser a diferença na vida das pessoas – Capítulo 10

Capa da série Cem maneiras de ser a diferença na vida das pessoas - Capítulo 10.
Benedito Milioni
Escrito por Benedito Milioni

Capítulo 10: NÃO ESQUEÇA O ANIVERSÁRIO DOS CHEGADOS!

Não há desculpas para deixar de apresentar os cumprimentos por ocasião de tão importante data para as pessoas… Quase todas! Os recursos da eletrônica e os seus aparelhos de todos os tipos suprem a contento a necessidade de agendar as datas de todas as pessoas que nos são mais próximas e eles até apitam, tocam trombetas, assobiam e rosnam ameaças, tudo ao gosto de quem manipula os seus cardápios de mensagens e sons… Tudo ali, prontinho para sermos lembrados, muitas vezes, antes do dia em que devemos evocar o natalício das pessoas!

Sabe-se que, nas ocasiões dos aniversários, as pessoas ouvem clichês e chavões há muito conhecidos e que as frases de momento carecem de criatividade ou sabores além do limão e morango de todos os dias, mas ficam tristes se não as ouvirem daquelas pessoas de quem gostam! 

Mulher negra e mulher branca sorridentes se abraçando enquanto estão sentada na mesa de um restaurante.

Uma agenda tradicional ou dessas que são residentes em todos os modelos de telefones celulares, notebooks e assemelhados é uma garantia de evitar magoar as pessoas, apenas porque o seu natalício não foi notado, pela falta de algo que lembrasse a tempo de disparar um telefonema, cartão, cartinha ou mensagem pela internet.

E, se esquecer do aniversário dessa ou daquela pessoa, torça para não encontrá-la no dia seguinte: se não for uma situação de puro constrangimento, será uma daquelas em que o olhar do esquecido despejará “faquinhas” na direção do infeliz cabeça leite com pera.

Ouvi, em uma roda de conversas descontraídas, logo em seguida ao almoço de um seminário comportamental que dirigia em São Paulo, a proposta de rápida enquete entre as 20 pessoas presentes. O tema da enquete versava sobre o esquecimento que mais machuca e ganhou:

“o ser esquecido no dia no aniversário”

E as mais surpreendentes alegações foram:

a) quando nasci, levei tapa no popô, ninguém comemorou, então faço questão de ser lembrado nos meus aniversários;

b) nesse dia eu sou o centro das atenções, o que só ocorre mesmo uma vez por ano;

c) é porque é o dia que mais recebo telefonemas e mensagens sem ser cobrado de nada;

d) nem no Natal é tão importante, porque Ele recebe cumprimentos de todo mundo e ninguém o conhece muito bem, eu só recebo cumprimentos de quem me conhece para valer;

e) ninguém esquece Dele porque a mídia fica martelando sobre o Natal em nossas cabeças e no meu aniversário as pessoas se lembram de mim espontaneamente!


Continue acompanhando a série

Anterior Capítulo 10 Próximo

Ir para o primeiro capítulo

Sobre o autor

Benedito Milioni

Benedito Milioni

Graduado em Sociologia e Administração, 46 anos de carreira executiva e técnica em Desenvolvimento de Pessoas, autor de 32 livros, autor de 5 e-books, co-autor de 15 livros e autor de 25 manuais técnicos.

Dirigiu treinamento para mais de 3.349 grupos (cerca de 81.000 treinandos), dos quais 36.760 da área de RH, cerca de 24.736 Gestores e Líderes, 18.610 na área Comercial e 3.318 em Competências de Negociações . Formou cerca de 2.450 Instrutores e Multiplicadores Internos e 610 Consultores Internos Participa, regularmente, como conferencista sobre Tecnologia de Gestão em T&D em eventos nacionais e internacionais.

Apresentou mais de 2.104 conferências e palestras para mais de 200.000 pessoas. Prestou serviços a mais de 440 empresas, no Brasil e no exterior (América Latina, América Central, África e Europa). Júri de prêmios de Excelência na Gestão de Pessoas.

Publisher da GESTÃO DE PESSOAS EM REVISTA.

Contatos:

Av. Paulista, 2.202 , 3o. Andar CEP 01310-300 - São Paulo – SP
Site: www.milioni.com.br
Email: [email protected]
Telefone: 11 3508-1990 | 4158-7435 | 99909-5858
Facebook: www.facebook.com/bmilioni Linkedin: linkedin.com/benedito-milioni

Canal no Youtube