Comportamento Convivendo

Como ajudar uma pessoa com crise de ansiedade por mensagem?

Uma mulher tendo uma crise de ansiedade.
Antonio Guillem / Shutterstock
Escrito por Eu Sem Fronteiras

Nesse texto vamos saber o que é ansiedade e como ajudar uma pessoa com crise de ansiedade por mensagem. A ansiedade é um estado de alerta quando há uma ameaça desconhecida e conflitante. É considerada normal quando acontece em algumas situações. No entanto, quando essa preocupação ocorre de forma excessiva e frequente, caracteriza-se como um transtorno, conhecido como Transtorno de Ansiedade Generalizada (TAG).

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), no Brasil, 19,4 milhões de pessoas sofrem de ansiedade, cujoa sintomas incluem: preocupação, apreensão, inquietação, problemas para dormir, irritabilidade, tristeza, alterações da frequência cardíaca, entre outros.

Felizmente, a tecnologia possibilita que nós ajudemos uma pessoa mesmo à distância. Só que, muitas vezes, familiares e amigos de pessoas que sofrem de problemas de ansiedade não sabem como lidar com essas situações ou como ajudar seu ente querido quando precisam.

Afinal, os transtornos de ansiedade são um problema psicológico que incapacita muito a vida da pessoa que sofre, inclusive a de seus familiares e amigos mais próximos, que se sentem impotentes e frustrados por não saber como ajudá-la. Por isso, neste texto, confira dicas de como ajudar uma pessoa com crise de ansiedade por mensagem e também algumas frases para falar em um momento delicado.

7 dicas para ajudar uma pessoa com crise de ansiedade

Há muitas coisas que podem ser ditas a uma pessoa com ansiedade. Primeiro, compreenda que você não deve negar o que a pessoa está vivenciando. Você pode se aproximar e perguntar como pode ajudar. E isso pode ser feito de forma online, através das redes sociais, por exemplo.

Uma mulher utilizando um celular
Leung Cho Pan / Canva

Logo a seguir estão alguns exemplos de como ajudar algum familiar ou amigo com crise de ansiedade.

1 – Pergunte como ajudar

Uma das coisas mais importantes é perguntar. Pode parecer óbvio para você, mas em muitas ocasiões tentamos ajudar sem saber do que aquela pessoa precisa. A ansiedade pode ser expressa em situações muito diferentes e as necessidades podem variar bastante. Às vezes a pessoa com ansiedade pode precisar se distrair falando com você ou ficar quieta por um tempo descansando. Ao fazer uma pergunta aberta, você está mostrando bondade e preocupação com as necessidades da pessoa que sofre com crise de ansiedade.

2 – Mostre-se disponível para conversar

Uma das necessidades que, em geral, podemos ter é o apoio social. Poder conversar com amigos sobre como nos sentimos pode ser essencial. Ter um amigo de confiança, a quem a pessoa com ansiedade sabe que pode recorrer quando necessário, pode ter um efeito benéfico sobre a ansiedade (e outras dificuldades, como a depressão). Falar e compartilhar têm um efeito positivo na saúde mental.

3 – Valide o que a outra pessoa sente

Validar o que a outra pessoa está sentindo ou pensando é uma ferramenta muito valiosa para todos. Por mais que os pensamentos ou emoções sejam irracionais no momento, a experiência é real e pode ser aterrorizante em uma crise de ansiedade. Então, pode haver preocupações de que, embora pareça trivial, a pessoa viva com grande intensidade e isso se torna constante por muito tempo. É por isso importante mostrar-se compreensivo com o que a pessoa sente. Isso pode incluir encorajar a pessoa a procurar ajuda profissional.

Duas mãos abertas em posição de envolvimento. Entre elas, entretanto, não há nada.
Andranik Hakobyan de Getty Images / Canva

4 – Evite a superproteção

É comum que familiares e entes queridos da pessoa com ansiedade tenham uma tendência a aliviar sua ansiedade em curto prazo, por exemplo, tentando apenas protegê-la. Em vez disso, seja uma presença amistosa, que dê segurança a ela nesse momento. Essa é uma maneira de ajudá-la a sentir que não está sozinha nessa crise e que tem alguém próximo ao seu lado.

5 – Incentive, apoie e estimule

Nesse caso, mostre apoio à pessoa com ansiedade para enfrentar progressivamente as situações que teme. Cada progresso deve ser reconhecido e reforçado, pois as pessoas com ansiedade muitas vezes desconhecem seu progresso. Por isso, expresse sua preocupação com a pessoa quando ela parar de ir a lugares ou fazer coisas que costumava fazer, por exemplo. Pergunte a ela por que é e se ela quer compartilhar com você. Se você perceber que a conversa gira em torno da ansiedade, pergunte se ela precisa de ajuda para lidar com a situação.

6 – Motive a pessoa a procurar ajuda profissional

Os familiares de uma pessoa com ansiedade não podem fazer o trabalho de um psicólogo especialista que possui ferramentas específicas e respaldadas para amenizar o problema da ansiedade. Mas os familiares devem motivar e apoiar a procura de ajuda psicológica. Mas não pode haver uma pressão pela busca de um tratamento. É necessária uma conversa, apontando os benefícios de contar com uma ajuda de um profissional.

7 – Participe do tratamento psicológico

Após incentivar a terapia psicológica para ajudar a pessoa com ansiedade, mantenha contato de forma tranquila. Após conversar, verifique diariamente ou a cada dois dias o seu ente querido, conferindo como ele está. Acima de tudo, ofereça sua compreensão, motive-o e ajude-o a se preparar para enfrentar situações, sem nunca pressionar ou forçar.

Mensagens que ajudam alguém com ansiedade

Além dessas dicas para falar com alguém em crise de ansiedade, algumas mensagens também podem ajudar. Nesse sentido, opte por mensagens para acalmar e aliviar uma pessoa com ansiedade. Veja a seguir 4 mensagens recomendadas.

Um homem estendendo a sua mão direita.
Mladen Zivkovic de Getty Images Pro / Canva

1 – “Estou aqui para te ajudar no que precisar”

As necessidades de uma pessoa com ansiedade podem surpreendê-lo, então seja solidário sem pesar o que é melhor ou pior para essa pessoa. Apenas ofereça ajuda.

2 – “Quer falar?”

As pessoas com ansiedade às vezes querem falar sobre o que estão sentindo. O sentimento geral é de confusão, por isso é bom colocar suas emoções e pensamentos em ordem conversando com alguém. Mas tenha em mente que outras vezes ela pode estar tão sobrecarregada emocionalmente que não quer falar.

3 – “Eu te amo, pode contar comigo”

Saber que você tem apoio é de vital importância para uma pessoa com ansiedade. Sentir-se amado reduz esse desconforto adicional causado pela incompreensão desse distúrbio ao seu redor.

Um homem debruçando seu rosto nas suas mãos.
StockSnap de pixabay

4 – “Chore o quanto quiser”

Uma das manifestações da ansiedade é o choro descontrolado. Não pergunte por que ele está chorando, porque ele provavelmente não sabe por quê. Apenas deixe-o saber que ele pode chorar na sua presença, ou ainda através de uma conversa online, e que você não se sentirá desconfortável com isso.

Você também pode gostar

É fundamental entender que, quando falamos de problemas de saúde mental, nem todos somos especialistas. Em última análise, compartilhar cada passo do caminho e estar presente honestamente pode ser o que a pessoa que você quer ajudar mais valoriza.

Sobre o autor

Eu Sem Fronteiras

O Eu Sem Fronteiras conta com uma equipe de jornalistas e profissionais de comunicação empenhados em trazer sempre informações atualizadas. Aqui você não encontrará textos copiados de outros sites. Nossa proposta é a de propagar o bem sempre, respeitando os direitos alheios.

"O que a gente não quer para nós, não desejamos aos outros"

Sejam Bem-vindos!

Torne-se também um colunista. Envie um e-mail para colunistas@eusemfronteiras.com.br