Energia em Equilíbrio

Como liberar as energias negativas com ajuda da expiração

Eu Sem Fronteiras
Escrito por Eu Sem Fronteiras

Sempre que você passa raiva, medo, angústia, ansiedade ou qualquer outro sentimento negativo, uma sobra desses sentimentos fica “grudada” no seu campo energético. Esse é um dos motivos de você ficar tão exausto quando passa por situações muito estressantes. Esse resíduo energético não sai de uma hora para outra e acaba afetando os seus pensamentos e o seu bem-estar nos dias seguintes. Por isso, é importante liberar essas energias negativas de alguma forma.

Algumas vertentes da yoga trabalham com uma técnica de respiração que pode ajudar nesse processo de se livrar dessas energias prejudiciais. Mas, antes de fazer o exercício proposto, é necessário reconhecer que você tem algo a se livrar.

Todo processo de limpeza só é possível se você reconhecer que precisa se livrar de algo. Imagine uma casa suja e bagunçada. Normalmente, você não vai prestar atenção em um canto escondido da casa em que a sujeira passa despercebida. Assim também acontece com o campo energético de cada pessoa. Você precisa refletir quais pensamentos, sentimentos e emoções negativos estão impregnando o seu campo energético. Para essa etapa, procurar um método de autoconhecimento sempre é recomendado, pois muitas vezes não conseguimos perceber o que está errado sem uma ajuda externa. Caso você já tenha alguma prática que ajude nesse ponto, use isso a seu favor e reflita por alguns minutos para trazer à consciência o que precisa ser limpo.

Depois de reconhecer o que você quer eliminar do seu campo energético, faça esse exercício de respiração para ajudar a limpá-lo:

Sente com a coluna ereta, de forma confortável. Pode ser em uma cadeira ou no chão de pernas cruzadas;

& #8211; Inspire lentamente até encher os pulmões;

Agora expire lentamente até acabar o ar. Quando isso acontecer, prenda a respiração por três segundos;

Após prender a respiração, expire até acabar o resto de ar que ficou em seus pulmões;

Repita o exercício cinco vezes. Se você já tem mais familiaridade e pratica yoga com frequência, pode até repetir esse exercício por dez vezes.


Esse artigo é informativo e tem o objetivo de despertar a sua curiosidade e vontade de conhecer mais sobre as técnicas de yoga. Para um estudo mais aprofundado e um melhor acompanhamento, sugerimos procurar um professor de yoga qualificado.


Escrito por Ricardo Sturk da equipe Eu Sem Fronteiras

Sua opinião é bem-vinda, sempre que colocada com a educação e o respeito que todos merecem. Os comentários deixados neste artigo são de exclusiva responsabilidade de seus autores e não representam a opinião deste site.

Sobre o autor

Eu Sem Fronteiras

Eu Sem Fronteiras

O Eu Sem Fronteiras conta com uma equipe de jornalistas e profissionais de comunicação empenhados em trazer sempre informações atualizadas. Aqui você não encontrará textos copiados de outros sites. Nossa proposta é a de propagar o bem sempre, respeitando os direitos alheios.

"O que a gente não quer para nós, não desejamos aos outros"

Sejam Bem-vindos!

Torne-se também um colunista. Envie um e-mail para [email protected]