Energia em Equilíbrio Yoga

Entendendo o método DeRose

Ioga? Atividade física? Filosofia de vida? Podemos dizer que o Método DeRose é tudo isso e um pouco mais. O Método DeRose foi desenvolvido com o intuito de ser um conjunto de práticas e conceitos focados em melhorar a qualidade de vida de seus praticantes. Ou seja, é um convite às pessoas que buscam o bem-estar, unindo as técnicas de respiração e posições — ou, mais especificamente, “asanas” — oriundas da ioga, além de exercícios mentais, como a meditação, que diminuem o estresse e levam o aprendiz a ampliar as percepções sobre si mesmo.

Entretanto as técnicas não estão restritas às aulas. DeRose é um estilo de vida e seus conceitos podem aprimorar todos os aspectos da vida de quem o pratica, sendo um aliado do comportamento humano como um todo. Por exemplo, aprender a respirar corretamente e desenvolver a consciência corporal podem ser habilidades imprescindíveis tanto para um atleta profissional como para alguém que trabalha no mundo corporativo e precisa tomar a melhor decisão de forma segura e ágil, concorda? Pois é exatamente isso que o Método DeRose se dispõe a ensinar. Ainda que tenha a ioga como seu pilar conceitual, o método DeRose vai além e é bem mais do que um exercício físico!

O que é o método DeRose?

O Método De Rose, apesar de inevitavelmente colaborar para a definição muscular e manutenção da boa forma, não é uma atividade física convencional. A principal ideia desse método é melhorar a qualidade de vida de quem o pratica em todos os âmbitos da vida. É composto por um conjunto de técnicas e conceitos que promovem boas atitudes! Utilizando as ferramentas do Método em seu dia a dia, o praticante consequentemente passa a ter uma vida cada vez mais leve e alegre.

Mulher branca se equilibrando com as pernas levantadas.
Chevanon Photography / Pexels

Usando o treinamento respiratório, por exemplo, a pessoa desenvolve um aumento de sua capacidade pulmonar. E isso vale não só para atletas de alto nível: é também fundamental para o controle das emoções e ajuda o praticante a se sair bem em situações altamente estressantes. Já as práticas corporais melhoram a resistência física, tonificam o corpo e contribuem para que as pessoas envelheçam de forma saudável.

E mais: de acordo com seu idealizador, o método é uma cultura. A prática contínua e gradual contribui para o desenvolvimento de várias habilidades, sendo uma ferramenta poderosa de autoconhecimento. Os adeptos formam uma verdadeira comunidade que compartilha aprendizados sobre a saúde, o corpo, boas maneiras, boas relações e boa alimentação.

As técnicas

As duas principais técnicas são as respiratórias e as corporais. A prática se inicia pela respiração consciente, aumentando a oxigenação do corpo e melhorando a concentração, sendo fundamental para preparar os músculos para os exercícios de isometria que vêm a seguir. A reeducação respiratória contribui para diminuição do estresse, aumento do foco, melhora do sono e do controle emocional, além dos níveis de concentração. Já as técnicas corporais promovem maior flexibilidade ao corpo e definição muscular, contribuindo para o aumento da consciência corporal. As posições, muitas derivadas da ioga tradicional, não fazem só bem para o corpo, mas também visam a expansão da lucidez e são muito importantes para o processo de autoconhecimento.

Origem do Método DeRose

Mulher meditando e uma sala aberta com uma planta e algumas velas acesas
Elina Fairytale / Pexels / Canva

O Método surgiu no Brasil e seu criador é Luís Sérgio Álvares DeRose, mais conhecido apenas como DeRose. Escritor, empresário e educador nascido do Rio de Janeiro, DeRose começou a desenvolver o método na década de 1960, quando era professor de ioga em sua cidade natal. Mais tarde, ele sistematizou e solidificou a marca que leva seu nome.

Aliando técnicas milenares a inovação e empreendedorismo, hoje o Método DeRose possui cerca de 1 milhão de praticantes distribuídos pelo mundo, tendo escolas credenciadas nas cinco regiões do Brasil e instrutores em países como Estados Unidos, França, Inglaterra, Itália, Espanha, Suíça, Portugal, Chile, Argentina etc. E a ideia é expandir ainda mais!

Como praticar o método DeRose?

A prática pode ser realizada em grupos ou em aulas individuais. Entretanto a evolução depende de cada aluno, que será acompanhado e avaliado constantemente por seu instrutor. As aulas têm cerca de uma hora de duração e podem ser praticadas duas vezes por semana ou até mesmo diariamente. Durante as aulas práticas, são ensinadas diversas técnicas, que começam com as respiratórias, passando então para as corporais, de concentração e mentalização e finalizam com descontração muscular e meditação.

Começou a praticar, interessou-se pela proposta e quer começar a dar aulas? Para que consiga a certificação, a pessoa precisará percorrer algumas etapas. Para se habilitar como instrutor do método, é preciso participar de um processo que leva no mínimo 12 anos, com revalidação a cada ano, porque é fundamental que os ensinamentos sejam passados de maneira ética e responsável, somente em escolas DeRose ou em espaços credenciados. Mas nada impede que o praticante busque conhecimento complementar por meio dos livros publicados pelo fundador da técnica ou que pratique os exercícios e os ensinamentos diariamente, independentemente do lugar em que esteja, indo além do tempo de aula. Afinal, é com a constância que incorporamos novos hábitos em nossa vida!

Quem pode praticar?

Pessoa sentada meditando, com um notebook aberto ao seu lado
Valeriia Miller / WorkingFromHome / Canva

O Método DeRose é indicado para homens e mulheres e não há limitações de idade. Desde que a pessoa esteja em dia com a saúde, não há contraindicações para a prática dos exercícios. Os participantes são dos mais variados: atletas de alta performance, profissionais das mais variadas áreas, estudantes ou qualquer um que busque um estilo de vida saudável e deseje melhorar seu desempenho pessoal e profissional.

Você também pode gostar:

Sem dúvidas, um dos maiores ganhos com a prática do Método DeRose é o controle do estresse, seja no trabalho ou no âmbito pessoal. O benefício que surge como resultado após aplicar as técnicas que são ensinadas em aula na vida e da predileção por uma rotina mais saudável para corpo e mente é justamente saber lidar melhor com momentos conflituosos. Estando em paz e menos ansioso, a boa forma é apenas consequência desse processo. Quando o praticante passa a ter uma nova visão de mundo, respeitando o próximo e seus próprios limites e intuitivamente passando a se alimentar de forma mais saudável, o corpo responderá da melhor forma possível!

Sobre o autor

Eu Sem Fronteiras

O Eu Sem Fronteiras conta com uma equipe de jornalistas e profissionais de comunicação empenhados em trazer sempre informações atualizadas. Aqui você não encontrará textos copiados de outros sites. Nossa proposta é a de propagar o bem sempre, respeitando os direitos alheios.

"O que a gente não quer para nós, não desejamos aos outros"

Sejam Bem-vindos!

Torne-se também um colunista. Envie um e-mail para colunistas@eusemfronteiras.com.br