Energia em Equilíbrio

Entendendo a simbologia das cores para decorar a sua casa

Eu Sem Fronteiras
Escrito por Eu Sem Fronteiras

A simbologia das cores é estudada desde a antiguidade, para alguns estudiosos elas representam o divino, o sagrado e o profano. No cristianismo, o vermelho representa o amor divino e o Espírito Santo. Na Grécia, por exemplo, os tetos das igrejas católicas ortodoxas são vermelhos.

Na cultura árabe, o significado das cores apresenta contradições. O azul significa fidelidade e tristeza, o amarelo sabedoria e ciúme, o vermelho amor e a crueldade, e o preto dignidade e luto.

Teoria das cores

A obra do escritor e filósofo alemão Goethe, ‘Teoria das Cores’, é referência nos estudos sobre o assunto. O livro publicado em 1810 traz uma profunda abordagem a cerca da influência das cores em nossas vidas. Para o autor, o vermelho é ligado ao planeta Marte, representa o amor, o espírito guerreiro e tem caráter provocador. O azul, por sua vez, leva o indivíduo a um estágio de contemplação plena.

As cores no marketing

No marketing, as cores são ferramentas importantes para a identidade visual das marcas e relacionamento com consumidores/clientes. Elas possuem papel de destaque na criação de sites e materiais promocionais. O vermelho, por exemplo, leva à ação e sua utilização é forte em anúncios de liquidações e nas fachadas de estabelecimentos alimentícios.

Simbologia das cores na decoração

As cores nos influenciam, definem a identidade de empresas e, na decoração, mostram nossa personalidade. Mesmo com esta importância, poucas pessoas dão atenção a elas. Decoradores explicam que o primeiro passo para defini-las é estabelecer quais características você quer imprimir no local. Aprenda aqui como usar a simbologia das cores na decoração.

Branco: pureza/tranquilidade

Vai bem em qualquer ambiente e dá sensação de amplitude visual. O branco é recomendado em banheiros, cozinhas e corredores. Usado em excesso causa um pouco de desconforto, procure combinar com outras cores.

Cinza: poderes espirituais/harmonia

O cinza está ligado ao luar, misticismo, intelectualidade e consciência. A cor tem caráter futurista e elegante e pode ser utilizada na decoração contemporânea. Eletrodomésticos e móveis prateados dão um ar moderno e sóbrio.

Amarelo: acolhimento

Representa também segurança, otimismo e felicidade. O amarelo é indicado para locais onde a família se reúne, como a sala de estar. Prefira tons mais claros de amarelo para não cansar os olhos.

Vermelho: sentimentos fortes

Paixão, amor, sensualidade, poder, raiva e perigo. Não exagere no vermelho para não transmitir agressividade. A cor é recomendada para locais onde ninguém fique muito tempo como quintais, salas de visitas e jardins de inverno.

Verde: sorte/ renovação

Natureza, saúde, fertilidade, harmonia, emprego e dinheiro. Não abuse dos tons escuros, pois representam inveja e cansaço.

Azul: serenidade

Introspecção, sabedoria, confiança, solidão, verdade e beleza. Os tons claros reforçam as características. O azul é muito comum em hospitais e clínicas. A cor também é ótima para quartos, especialmente de bebês.

 

Violeta: misticismo/nobreza

A cor ainda representa a criatividade, elegância e a intelectualidade. Tons claros de violeta representam calma. Não exagere na cor para não trazer melancolia e tristeza.

Turquesa: generosidade

Use turquesa para atrair riqueza e expansividade.

Marrom: solidez

Transmite seriedade, estabilidade e sofisticação. O marrom é dominado pelo vermelho, porém, complementa o azul e o verde.

Preto: sofisticação

O preto também confere força e mistério. Use com cautela para não achatar os ambientes e não atrair negatividade.

O estudo das cores é complexo e merece nossa atenção. Procure aplicar a simbologia das cores na decoração da sua casa e conte os efeitos delas em sua vida. Leia mais sobre o assunto.


Escrito por Sumaia Santana da equipe Eu Sem Fronteiras

Sobre o autor

Eu Sem Fronteiras

Eu Sem Fronteiras

O Eu Sem Fronteiras conta com uma equipe de jornalistas e profissionais de comunicação empenhados em trazer sempre informações atualizadas. Aqui você não encontrará textos copiados de outros sites. Nossa proposta é a de propagar o bem sempre, respeitando os direitos alheios.

"O que a gente não quer para nós, não desejamos aos outros"

Sejam Bem-vindos!

Torne-se também um colunista. Envie um e-mail para [email protected]