Autoconhecimento Constelação Familiar Constelação Sistêmica

Envio de Reiki à distância em Tempo Real: Como usar a energia na Auto-Constelação?

Raquel Koury
Escrito por Raquel Koury

Amplie a consciência e receba. NÓS cuidamos do resto. Como assim Raquel Koury? Qual técnica é a melhor? Você pode  mesmo me curar? O que tudo isso tem a ver com as Constelações Quânticas?

Olá Amados,

A pedidos, hoje venho (finalmente) atualizar o vídeo de Envio de Reiki à distância em tempo real. Aproveito para responder algumas perguntas enviadas por aqueles que já acompanham e participam do nosso envio de reiki à distância, que ocorre há muitos anos todas as Quartas-feiras entre 22h00 e 23h00.

Bem, pesquiso as terapias energéticas (acho que) desde sempre. E não estou generalizando não, pois tenho memórias, confirmadas por mamãe, que com cerca de 3 e 4 aninhos eu já colocava as mãos nas pessoas aflitas ou com dores e pedia para elas perceberem que estavam se curando. Pois é, ganhei alguns rótulos lá atrás na primeira infância: a estranha, a diferente, bruxa, louca, etc.

Já devem ter lido sobre meu “exorcismo” aos 9 anos de idade em outros artigos e livros. Bem, aprendi a usar os rótulos e a angustia de uma criança diferente e excluída, como motor para seguir adiante, fazendo algo de bom com isso ao invés de deixar a minha criança interior chorar a vida toda.

Hoje me orgulho e sou grata a tudo que tive que passar para chegar aqui, no agora, ensinando e aprendendo a elevar a consciência com focos nas soluções práticas.

Na época, acho que teria feito o mesmo que meus pais fizeram. Chamaram um padre, ganhei alguns tapinhas na cara, água benta, muita gritaria e orações durante o exorcismo… mas o “demônio” não saiu. Provocaram “ele”, a coisa piorou e mais fenômenos eu causava.

Católicos fervorosos, meus pais aceitaram me levar num famoso parapsicólogo que morava em minha cidade, Sorocaba-SP, afinal ele também era católico, então para eles isso era aceitável. Na época, pessoas comuns (leigos) não sabiam o que era parapsicologia, que dirá fenômenos.

E foi o Professor Valter Alfredo Franceschine, Parapsicólogo e paranormal ativo (in memorian), meu primeiro mentor. Graças a tudo que aprendi com ele por mais de 20 anos, pude fazer uma bela omelete com os ovos que me jogaram.

Em 2009 realizei mais uma de minhas pesquisas sobre as curas energéticas, afinal eu havia adoecido e não me conformava de cair nesta cilada da vida. Como eu, pesquisadora do assunto, ME permiti adoecer?

Foi quando me tranquei na chácara e obtive a cura através das técnicas, detalhadas no meu livro SENSITIVOS pela “voz” da protagonista.

Oras, adoeci como todos nós, seres humaninhos que somos. Enquanto prestamos atenção no “jardim do vizinho”, o nosso pode até morrer.

Uni então um grupo de estudos para praticarmos as curas energéticas, em especial à distância, pois não podíamos nos reunir com frequência, alguns moravam em outros países. Mas sempre às quartas nos reuníamos mental e energeticamente para o envio do Reiki à distância, e isso foi ampliando ao longo dos anos. Estimamos estarmos conectados em 2018 com cerca de 500 terapeutas energéticos + milhares de pessoas que se conectam conosco às quartas-feiras. É muita energia!

Em outras épocas, a Raquel escreveria um texto enorme tentando e tentando explicar os “comos” e “porquês” essas curas acontecem. Hoje, em outro nível de consciência, busco explicar com poucas palavras somente a BUSCADORES deste conhecimento, pois não sinto mais necessidade deste tipo de especulação e confronto com os céticos.

Hoje me rendi à máxima socrática: “SEI, QUE NADA SEI” e ao poder do silêncio em alguns casos, em especial com aqueles que buscam apenas criticar sem terem um conhecimento mais amplo através de uma cura real física e “inexplicável” como a minha e a de tantas outras pessoas que já alcançaram. Um conhecimento que não se encontra só nos livros. Um conhecimento “PARA- ALÉM” da compreensão limitante humana.

Já dizia a protagonista do meu livro, Dra. Sara Salim (auter ego?)

“Nem tudo que não é explicado é inexplicável”. – (Sensitivos, Pensamento Cultrix-2010).

Porém quando acessamos alguns níveis de consciência, nos desprendemos da necessidade de explicações. Não precisamos mais da aprovação do outro, pois vamos entendendo e aceitando que cada um de nós está em uma determinada frequência vibracional e não devemos julgar qual é a certa ou a errada, só são diferentes e ponto. Aprendemos a não julgar, o que é bem difícil, mas é simples quando estamos alinhados.

Os mais importantes nomes filosóficos e científicos de nossa história também foram rotulados, tidos como loucos, idealistas, bruxos, esquisitos e por aí vai… Nem todos aguentaram, muitos cometeram suicídios, outros foram internados em manicômios. Mas anos após suas mortes foram reconhecidos como gênios. E já sabemos que a linha entre a loucura e a genialidade é tênue.

Então vamos lá:

INSPIRA, EXPIRA e NÃO PIRA!

Pois sei bem que você já foi rotulado também e talvez ainda seja, não é mesmo?

Acabo de ver isso em minha “bola de cristal”.

Amados, não sou bruxa (eu acho, rs). Já conhecemos os campos quânticos e as consciências nos demais artigos desta série.
 Se acertei quanto aos seus rótulos é porque você está em sintonia comigo, talvez por eu já ter passado pelas mesmas dores que você, talvez porque você esteja prestes a mudar de nível e captou a minha frequência, não importa… O acaso não existe, tudo é sincronicidade e ressonância.

 

Os cientistas, em primeira instância, buscam a inverdade por trás dessas “historinhas” de curas não convencionais. Este é o papel deles. Mas as suas experiências laboratoriais comprovam as alterações do corpo e das ondas cerebrais antes, durante e após uma pessoa receber a energia. Comprovando as alterações entram em diversas teorias para explicarem o que parece inexplicável e assim cada um vai “trabalhando” aquilo que precisa e ao seu “tempo” aqui neste planetinha em que estamos, e tudo está certo, percebem?

Estamos todos onde deveríamos estar, cada qual em seu papel tendo a experiência física necessária para a sua evolução (consciência) pessoal, que se une a do outro e a do outro, aumentando aos poucos o nível de nossa evolução-consciência coletiva, já buscando alcançarMos  e trabalharMOS no 3º nível de consciência, a porta de entrada para a chamada 5ª dimensão, que não é um lugar e sim um estado de consciência onde podemos usufruir de um novo jeito de VER, de SER e de VIVER, no aqui e no agora.

Assim, os físicos clássicos e os quânticos informacionais estão no seu lugar (papel) de explicar e tentar descobrir as “verdades” e as inverdades de tudo isso. E nós (terapeutas, coach, buscadores) ficamos no nosso papel, nos libertando destas necessidades “terrestres”, praticando a autocura e a expansão da consciência pessoal, depois da coletiva e vamos expandindo e ampliando até “subirmos o degrau”, seja ele qual for.

Para ler o artigo das 3 consciências, clique aqui: Constelação Familiar e As 3 Consciências: Um Novo Jeito de Ver, de Ser e de Viver

Sobre o início deste artigo:

“Amplie a consciência e receba. NÓS cuidamos do resto”.

Como assim Raquel Koury? Qual técnica é a melhor? Você pode mesmo me curar? O que tudo isso tem a ver com as Constelações Quânticas?

Amados e amadas, este “NÓS” fazemos o resto, não é a Raquel e sua equipe, nem mesmo as milhares de pessoas conectadas a nós as quartas-feiras. Trata-se de um “NÓS” mais amplo do terceiro nível de consciência.

Ou seja, não estamos discutindo aqui o charlatanismo nesse meio, isso os céticos já fazem bem. E em todas as áreas de atuação existem os charlatões, certo?

Bem, se sua resposta interna foi: “Verdade Raquel, você está certa”.

Sinto muito, você errou (rs), só estou lhe ajudando a pensar sobre isso.

Não há como falar em charlatanismo quando o assunto é autocura gente. Por favor: TODA CURA É AUTOCURA. Então seja seu próprio charlatão ou curador, mas faça algo de bom com esta energia disponível a todos nós. Faça por você, e depois vamos ampliando em outros níveis de consciência e assim faremos a diferença. Juntos!

Este é o “NÓS fazemos o resto”, que me referi no início. E você faz parte dele. Seja muito bem-vindo, bem-vinda!

Reiki à distância

Mas qual energia é melhor Raquel, a do Reiki, ThetaHealing, Barras de Acces, EFT, Herts, Toque Quântico ou Ho’oponopono?

Bem amados, pra Raquel a resposta é TANTO FAZ!

A cada dia este meio vem sendo mais explorado comercialmente, prova que estas energias funcionam e continuam atraindo milhões de pessoas no mundo em busca delas, surgindo assim muitas novas técnicas por ano, que tudo que são é MAIS DO MESMO. Todas maravilhosas e de resultados, caso contrário não estariam na moda.

Em 3ª nível aprendemos que são vários “canais” diferentes, levando-nos ao mesmo fim: Temos que ACORDAR, A-COR-DAR. DAR A COR a este mundinho cinza, não é?

Nossas avós não conheciam estas técnicas da atualidade, mas conheciam os “benzimento”, quebrante, fazer reza, impor as mãos e pedir a Deus, e por aí vai. E mais, também funcionava!

#ACORDAR #CO-RESPONSABILIDADE #CO-CRIAÇÃO, #DESPERTAR

Reiki à distância

Tudo no universo é energia. Tudo está vivo e em movimento. Quanto mais lenta a velocidade de vibração dos átomos que compõem um corpo, mais denso ele se torna. Os cristais, por exemplo, são densos, pesados, mas nem por isso deixam de ter seu movimento interno – estão e são vivos.

Nós somos energia condensada em forma humana. Estar “humano” não implica em deixar de ser consciência. É tudo junto e misturado. Esta é apenas nossa experiência física na Terra.

Se há outras experiências, para onde vamos ou de onde viemos não nos importa aqui, no estado em que nos encontramos agora, lendo este texto. Se você chegou aqui já percebe esta MATRIX de alguma forma. Então vamos focar nos “canais” oferecidos para nos reconectarmos e vivermos melhor esta experiência, com menos dores e mais amores. Cada qual evoluindo na medida de seu merecimento e sua capacidade de suportar esta maravilhosa jornada de transição, que infelizmente no plano físico, e bem solitária mesmo. Não é?

O nosso corpo tem um sistema de inteligência próprio e superior. Nosso corpo não quer ficar doente, então ele nos ajuda a curá-lo por meio de qualquer técnica (alerta) que nos RELEMBRE aquilo que já nascemos sabendo, mas esquecemos. A conexão que tínhamos antes das crenças limitantes e das injunções que nos foram agregadas, sem que pedíssemos por elas.

Receber reiki é entrar em contato com essa inteligência maior. É permitir que a cura aconteça aí dentro. É poder receber os insights e perceber onde e porque os bloqueios acontecem. É entender porquê ficamos doentes, qual a razão dos acidentes de percurso na nossa trajetória. Tudo tem uma razão que nos leva ao crescimento.

Bem, vou encerrar o texto com uma pergunta só pra instigar você a ver o vídeo abaixo, rs.

Raquel, mas o que tudo isso tem a ver com as Constelações???

O Vídeo abaixo tem x minutos de explicação e Y minutos de envio de reiki a distância em tempo real.  

Vídeo:

Para participar de nosso grupo do WhatsApp envie “seu nome e quero participar” clicando aqui.

Quer conhecer mais sobre as Constelações Quânticas? Vem comigo num Workshop Online e Gratuito que preparamos com carinho para os leitores do portal. Porem as vagas são limitadas, clique abaixo que mandarei um e-mail com seu acesso ao workshop por e-mail e, nos vemos do outro lado…

Inscreva-se e garanta sua vaga! Eu quero!

Beijos Quânticos

Sobre o autor

Raquel Koury

Raquel Koury

Escritora, parapsicoterapeuta, professora de Filosofia, Parapsicologia e Constelações Familiares, possui 50 especializações somadas em seu currículo, entre elas: Parapsicologia, Reiki Xamânico, Cromoterapia, Psicoterapias, Terapia Sistêmica Individual e em Grupo, Constelações Familiares, Terapia de Casais, Psicanálise Sistêmica, Psicopedagogia Infantil Sistêmica, entre outras. Autora Best Seller da obra “SENSITIVOS” (Pensamento Cultrix), prefaciada pelo cineasta e diretor da Rede Globo, Roberto Farias; e da obra “Mãe é Mãe - Contos e Crônicas”, cujos lucros foram doados a entidades filantrópicas.

Raquel Koury e sua equipe realizam atendimentos virtuais via Skype e videochamadas de WhatsApp (por agendamento). Os cursos e treinamentos são no sistema EAD (à distância), ela atende pessoas do mundo todo há mais de 15 anos.

Site: www.raquelkoury.com

Facebook: facebook.com/Clinica.IPD

E-mail: [email protected]