Autoconhecimento Meditação

Meditar e evoluir

Eu Sem Fronteiras
Escrito por Eu Sem Fronteiras

Numa sociedade que vende tratamentos como cura, drogas e mais drogas para trazer alívios temporários e procurar esquecer os problemas para que tenhamos uma vida melhor, as opções que realmente podem nos livrar essas arapucas físicas e mentais são bastante limitadas. A prática de exercícios e a alimentação saudável têm uma ação direta para a melhora do nosso corpo, porém pouca eficácia terá se a mente estiver perturbada.

Uma dica que pode ajudar nesse tipo de problema é a meditação. Muito se engana quem pensa que meditar é sentar num tapete vermelho no meio da floresta, ficar em silêncio com a coluna reta e buscar interagir com a natureza. Pode ser isso também, mas meditar é muito além dos estereótipos que desenhamos em nossas mentes preconceituosas.

A meditação oferece nada mais do que maneiras para que você se encontre consigo mesmo e isso pode ser realizado de variadas formas, inclusive no tapete vermelho no meio da floresta, em silêncio e com a coluna reta para buscar uma interação com a natureza. Essa é uma forma, mas não a única.

O silêncio realmente é uma forma bastante importante para que esse objetivo seja alcançado. Afinal, se você não ouve nada externamente, a sua audição pode estar totalmente focada ao seu próprio corpo e aos sons mínimos da natureza. Ouvir a sua respiração, os batimentos do coração, uma brisa matinal e uma série de outros sons, que só podem ser percebidos no silêncio, nos propicia uma serenidade única.

Ouvir uma música relaxante, contrariando totalmente a ideia do silêncio, também pode levá-lo a entrar em contato consigo mesmo. Fazer uma caminhada no início da manhã ou no final do dia, observando as cores das imagens do mundo urbano/rural, amplia nossas percepções sensoriais. Aliás, os nossos cinco sentidos são muito mais aguçados do que imaginamos. Basta o estímulo certo.

Procure fazer o que te dê prazer, faça bem à sua mente e te inspire a ser uma pessoa melhor. Isso pode ser alcançado de variadas maneiras. A rotina ou a falta de opções de lazer não são desculpas para impedir você de ajudar alguém, escrever uma história ou simplesmente ouvir alguma pessoa que precise de consolo. Meditar pode ser simplesmente ficar parado, ouvindo ou sentido algo, isso vai depender de como você conseguirá absorver aquilo que está lhe fazendo falta: serenidade, paz, sossego, tranquilidade ou qualquer outro vazio interno que possa ser preenchido. Você é o remédio para suas próprias enfermidades, lembre-se disso.


Texto escrito por Diego Rennan da Equipe Eu Sem Fronteiras

Sobre o autor

Eu Sem Fronteiras

Eu Sem Fronteiras

O Eu Sem Fronteiras conta com uma equipe de jornalistas e profissionais de comunicação empenhados em trazer sempre informações atualizadas. Aqui você não encontrará textos copiados de outros sites. Nossa proposta é a de propagar o bem sempre, respeitando os direitos alheios.

"O que a gente não quer para nós, não desejamos aos outros"

Sejam Bem-vindos!

Torne-se também um colunista. Envie um e-mail para [email protected]