Saúde Integral

Melhore a sua memória

Eu Sem Fronteiras
Escrito por Eu Sem Fronteiras

Cerca de 40% da população adulta tem algum tipo de queixa quanto à dificuldade de memorização. Na maioria das vezes esse problema não é causado por doenças cerebrais. O fato é que o processo de memorização é iniciado com a percepção de um estímulo, o cérebro deve atribuir relevância a ele para enfim memorizá-lo.

O cérebro só lembra daquilo que considera realmente importante e ainda assim, depois de algo fixado é preciso trazer essa lembrança de volta, este processo chama-se evocação.  

Se você está precisando exercitar o cérebro, aí vão 10 dicas que podem ajudar:
  • Ambiente adequado: trabalhar e estudar em ambientes organizados, iluminados e silenciosos facilita a memorização.
  • Fazer uma coisa de cada vez: fazer várias coisas ao mesmo tempo não significa agilidade, pelo contrário pensar em muita coisa ao mesmo tempo, geralmente, faz você se esquecer de dados relevantes. Identifique qual a sua prioridade no momento, priorize-a e esqueça-se das outras coisas.
  • Estar descansado: para que seu cérebro trabalhe corretamente é preciso estar descansado. Tirar férias sempre que puder, dormir pelo menos oito horas, aproveitar para descansar nas horas vagas, essas e outras práticas podem evitar os lapsos de memória.
  • Alimentação: sim, ela interfere em diversos pontos, inclusive na capacidade de memorização. Dê preferência para os alimentos com mais facilidade de digestão. Comer em excesso também atrapalha, deslocando o fluxo sanguíneo para os intestinos, deixando o cérebro mais lento e preguiçoso. Tomar bastante água também é uma solução.
  • Medicamentos para dormir: não utilize medicamentos para dormir sem prescrição médica, eles podem atrapalhar a capacidade de memorização.
  • Depressão e ansiedade: você pode não saber, mas um dos sintomas de depressão é o esquecimento, a mesma coisa acontece com a ansiedade. Ambas as doenças desencadeiam problemas de atenção e concentração.
  • Exercitar o cérebro: saia da rotina, mude caminhos, utilize a mão contrária da habitual para realizar suas atividades, troque o mouse do computador de lado, aprenda outras línguas, pratique esportes. Treine constantemente seu cérebro.
  • Evitar álcool e cigarro: se utilizado em excesso o álcool pode levar à atrofia cerebral, proporcionando graves esquecimentos. O tabaco também é um vilão, pois favorece isquemias cerebrais.

Texto escrito por Natália Nocelli da Equipe Eu Sem Fronteiras.

Sobre o autor

Eu Sem Fronteiras

Eu Sem Fronteiras

O Eu Sem Fronteiras conta com uma equipe de jornalistas e profissionais de comunicação empenhados em trazer sempre informações atualizadas. Aqui você não encontrará textos copiados de outros sites. Nossa proposta é a de propagar o bem sempre, respeitando os direitos alheios.

"O que a gente não quer para nós, não desejamos aos outros"

Sejam Bem-vindos!

Torne-se também um colunista. Envie um e-mail para [email protected]