Musicoterapia Saúde Integral

Musicoterapia para o estresse

Eu Sem Fronteiras
Escrito por Eu Sem Fronteiras

É difícil encontrar alguém que não tenha estresse. A Organização Mundial da Saúde (OMS) estima que 90% da população mundial sofra desse mal. De acordo com o psicanalista Júlio de Mello Filho, ele é uma reação do corpo a elementos psicológicos, físicos, biológicos e químicos que tensionam corpo e mente. Irritação, ansiedade, dores musculares, falta de ar, insônia e aumento da frequência cardíaca são alguns sinais de estresse. Como o problema enfraquece o sistema imunológico, o indivíduo pode ter alergias, asma, bronquite, enxaqueca, gastrite e até câncer.

Musicoterapia para a saúde
A música traz alegria e faz a gente viajar. Quem nunca se sentiu mais leve após cantar sua música favorita? Os poderes de uma bela melodia são comprovados pela ciência, tanto que a musicoterapia é utilizada desde a Segunda Guerra Mundial. Hoje, ela é aplicada no tratamento de problemas da fala, de pessoas com autismo, durante o parto, entre outras situações clínicas. Veja alguns dos benefícios da musicoterapia:

  • Desenvolve a capacidade de expressar sentimentos
  • Melhora a memória
  • Alivia dores crônicas

O bem-estar causado pela música ainda diminui o estresse. Por tal motivo, a musicoterapia pode e deve ser aplicada nos ambientes corporativos, a fim de reduzir esse esgotamento mental e físico, e melhorar o relacionamento entre colegas. Segundo Daniel J. Levitin, professor do departamento de psicologia da Universidade de McGill (Canadá), a música interfere na neuroquímica humana, desenvolvendo a personalidade, melhorando o sistema imunológico e as relações sociais.

O uso da musicoterapia no combate ao estresse aumenta a capacidade mental. A música estimula a produção de imunoglobulina A (globulina com função imunológica) e de células brancas que atacam invasores como bactérias e germes. Estudos revelam ainda que ouvir e tocar músicas diminui os níveis de cortisol, o hormônio do estresse e estimula a produção de oxitocina, hormônio associado ao bem-estar.

Observação: a musicoterapia só pode ser aplicada por profissionais graduados.

Você, alguém da família ou um amigo já sentiu os efeitos da musicoterapia? Compartilhe a experiência com a gente.


Texto escrito por Sumaia de Santana Salgado da Equipe Eu Sem Fronteiras

Sobre o autor

Eu Sem Fronteiras

Eu Sem Fronteiras

O Eu Sem Fronteiras conta com uma equipe de jornalistas e profissionais de comunicação empenhados em trazer sempre informações atualizadas. Aqui você não encontrará textos copiados de outros sites. Nossa proposta é a de propagar o bem sempre, respeitando os direitos alheios.

"O que a gente não quer para nós, não desejamos aos outros"

Sejam Bem-vindos!

Torne-se também um colunista. Envie um e-mail para [email protected]