Autoconhecimento Energia em Equilíbrio

Não há caminho errado!

Silhueta de homem caminhando
StockSnap--894430 / Pixabay / Canva
Escrito por Vital Frosi

Amados! No transcorrer de tantos milênios, o aprendizado nesta escola em que a dualidade foi a regra seguiu um cronograma elaborado pelo próprio Criador. Uma vez dentro dessa escola, o Espírito, em aprendizado, deve seguir o curriculum na íntegra. A única diferença que há se restringe às maneiras diferentes de percorrer tal percurso.

As escolhas são sempre individuais. Mesmo que isso possa influenciar o coletivo, é, de fato, apenas o andar individual que importa a cada Espírito encarnado na Terra. Como foi dito, há muitos caminhos. Todos devem ser experienciados. Não importa a ordem em que são colocados. O aprendizado só é completo quando todos eles forem percorridos.

Você que faz parte da linha de frente, ou seja, dos que completaram todos os caminhos e, naturalmente, gostaria que os demais encarnados também estivessem completando o percurso como você. Você ainda reluta em aceitar que alguns possam estar em um dos tantos caminhos considerados “CAMINHOS ERRADOS”.

Sim, aqueles que já passaram pela experiência negativa que trouxe obrigatoriamente a necessidade de resgate futuro têm dificuldade de admitir tamanho “erro” por parte daqueles que se decidem percorrê-los. Essa é a situação atual no Planeta Terra. Muitos ainda estão bastante atrasados em suas lições. Sempre foi assim. Só que antes havia tempo! Agora não há mais! O tempo urge!

Os que estão na linha de frente do percurso sabem disso. Por essa razão, têm consciência de que tais caminhos tortuosos podem atrasar de forma irremediável a conclusão do caminhar daqueles irmãos. Sabem também que eles perderão o direito de herdar a Nova Terra, que já está à espera daqueles que completaram a caminhada.

Silhueta de pessoa caminhando na praia
Tom Swinnen / Pexels / Canva

No início da trajetória, há muitos milhares de anos, recebemos todas as instruções referentes às regras e ao aprendizado nesta escola terrana. Cada um teve acesso a um manual de conduta. A cada um foi dado o poder de decisão individual, o que se chamou de livre-arbítrio. Ninguém, nem mesmo as entidades divinas, poderiam interferir nessas decisões pessoais. Cada Espírito aprendiz, portanto, foi escolhendo, por conta própria e à sua maneira, como deveria percorrer o trajeto para a ascensão.

Portanto não há caminho errado. Há sempre uma escolha individual. Se outras pessoas estão equivocadas em relação à sua ótica pessoal é porque você já passou por lá ainda em tempo de estar aqui agora, na reta final. Você optou por caminhos que encurtaram a trajetória. Fez todos os deveres e aprendizados em tempo hábil. E também sabe que o caminho em que o outro está agora é muito antigo para você.

Você sabe que, após o trajeto dele, há ainda muito chão a percorrer. E, acima de tudo, sabe que não haverá mais tempo para os pelotões de trás. Essa indignação que você sente em relação aos irmãos em atraso não deve passar da indignação. Não deve se transformar em crítica, em julgamento ou menosprezo. Deve, sim, exercitar a sua compaixão, o seu amor incondicional e o respeito por eles, pois você também sabe que a maioria não estará aqui na Nova Terra.

“A CADA UM, SEGUNDO AS SUAS OBRAS”. Talvez essa seja a única sentença possível neste final de Ciclo. Na verdade, nem é uma sentença, mas um lembrete de que as regras foram determinadas no início da caminhada. Então não haverá um “Juízo Final”, como apregoam certas crenças. Haverá apenas a classificação final, como há em todas as competições que você conhece. Haverá aqueles que conseguiram, pelos seus esforços, uma aprovação para ascender a um nível mais elevado de consciência.

Você chegou ao topo! Você já está no Alto da Montanha. Você está onde deveria estar! Se está lá é por méritos pessoais e individuais. Do alto da montanha, você agora pode olhar pela planície e ver todos os caminhos trilhados. Pode ver onde estão os outros que ainda não chegaram na reta final. Pode ver também aqueles que estão próximos, chegando nos últimos instantes antes do fechamento dos portões. E pode também ver aqueles que ainda estão nas trilhas erradas e que, infelizmente, não chegarão.

Silhueta de pessoa no topo da montanha observando o céu
Free-Photos / Pixabay / Canva

Este é o ponto exato em que você está: na montanha. Olhe para aqueles que ainda estão equivocados nas escolhas dos caminhos. Não os julgue, pois eles terão tempo de sobra para repensar e curar as dores resultantes de suas escolhas. A dor do arrependimento já será um castigo muito duro, pois, no momento oportuno, serão informados de que não concluíram o aprendizado necessário para herdar a Nova Terra. Receberão o veredicto de sua performance, insuficiente para atingir a pontuação necessária. Receberão a informação de que serão exilados para mundos de Expiações e Provas, a fim de concluir a caminhada não concluída aqui.

Então haverá choro e ranger de dentes. Choro pela dor do arrependimento; ranger de dentes pela revolta consigo mesmos e com os demais que atingiram o nível necessário para a ascensão. Não será um espetáculo agradável! Esteja preparado para oferecer solidariedade aos que sofrem o exílio da Terra. Esteja preparado para exercitar a sua compaixão pelos irmãos deserdados. Esteja pronto para entender que as Leis Divinas não julgam; não são impostas; apenas se cumprem naturalmente.

Você está no alto da montanha. A sua visão agora é muito mais ampla! Esta também é uma das razões para ver aquilo que antes não se podia ver. Não é o caos que aumentou; é a visão que se alargou!

Agora você começa a entender melhor todo o propósito que você aceitou experimentar aqui nesta escola de almas. Agora você pode entender melhor a vida e como ela se desenrola de forma diferente entre os humanos da Terra. Agora você pode entender que NÃO HÁ CAMINHO ERRADO. Agora você pode entender que tudo é aprendizado. Que cada um faz o seu próprio percurso e ninguém tem o direito de interferir, tampouco de julgar quem quer que seja, pois “a cada um, segundo suas obras”. Nenhuma Justiça é mais justa que essa!

Eu sou Vital Frosi e minha missão é o esclarecimento!

Namastê!

Sobre o autor

Vital Frosi

Psicoterapeuta Reencarnacionista, Orientador espiritual, Formação em Psicologia Transpessoal pela Unipaz, Mestre em Reiki pela Escola André Luiz e Celer Faculdades, Massoterapeuta pela Celer Faculdades, Médium Intuitivo Semi consciente, Palestrante, atendimentos presenciais e à distância.
Missão terrena para esta existência: O esclarecimento e o despertar espiritual.

E-mail: [email protected]
Celular: (49) 9 9128-5260 (WhatsApp)
Facebook: Vital Frosi