Nutrição

Nem todo vegetariano é magro!

Eu Sem Fronteiras
Escrito por Eu Sem Fronteiras

Um dos grandes erros da sociedade é acreditar que ser vegetariano é sinônimo de ser magro. E isso não passa de uma lenda. Uma pessoa com corpo magro não está relacionada ao consumo de alimentos de origem animal.

É claro que quem é vegetariano tem menor tendência a ter um corpo acima do peso. E isso acontece porque quando uma pessoa se torna vegetariana, ela passa a se preocupar mais com a sua alimentação para que nenhum nutriente faça falta ao seu corpo. Consequentemente, eles passam a se alimentar de forma mais saudável  e seus corpos acabam reagindo a isso, ficando mais magros.

Mas como dissemos, existem sim muitos vegetarianos que estão acima do peso. Isso acontece porque muitas pessoas decidem virar vegetarianas de uma hora para outra sem qualquer orientação médica. E aí que mora o perigo. Elas começam a comer de qualquer jeito e sem se preocupar com a ingestão correta de nutrientes e vitaminas.

Os alimentos responsáveis por engordar, na maioria das vezes, não são os de origem animal, mas sim os doces, frituras e carboidratos simples, todos permitidos em dietas vegetarianas.

Antes de começar a sua dieta vegetariana, procure um nutricionista que vai te montar um cardápio adequado as suas necessidades de vitaminas e nutrientes. O mais importante do auxílio de um profissional, é que ele vai sempre equilibrar sua alimentação para que você não coma somente frituras e doces e acabe sendo um vegetariano cheinho!


Texto escrito por Marcela Cappato da Equipe Eu Sem Fronteiras.

Sobre o autor

Eu Sem Fronteiras

Eu Sem Fronteiras

O Eu Sem Fronteiras conta com uma equipe de jornalistas e profissionais de comunicação empenhados em trazer sempre informações atualizadas. Aqui você não encontrará textos copiados de outros sites. Nossa proposta é a de propagar o bem sempre, respeitando os direitos alheios.

"O que a gente não quer para nós, não desejamos aos outros"

Sejam Bem-vindos!

Torne-se também um colunista. Envie um e-mail para [email protected]