Energia em Equilíbrio

O poder da introspecção

Cláudia Lontra
Escrito por Cláudia Lontra

Vivemos atualmente um momento em que muitas informações chegam até nós.  Somos bombardeados por  muitos estímulos. A vida nas cidades está bastante movimentada, conturbada, barulhenta, e, em poucas horas,  precisamos dar conta de muitas responsabilidades. Enfim, as exigências são inúmeras.

Muitas vezes, chegamos ao final do dia cansados física, mental e emocionalmente, como se tivéssemos passado horas andando numa corda bamba e equilibrando pratos ao mesmo tempo.  Quando nos damos conta, o coração está descompassado, a respiração está acelerada e nos sentimos agitados e ansiosos.  Vamos dormir exaustos e, por conta da atividade mental, não conseguimos relaxar e dormir profundamente.  No dia seguinte, acordamos cansados e assustados  com a ideia de que tudo vai começar de novo.  Conclusão:  passamos o dia sem forças, dormimos e acordamos exauridos, sem energia para começarmos o dia e matar mais um leão. Ufa!

A realidade é que precisamos trabalhar, ganhar nosso dinheiro; às vezes, correr de um lado para o outro, responder aos desafios que se apresentam, dar conta  da vida.  Isso é assumir a posição de adulto.  Estar no mundo é isso.   Mas digo com toda certeza: desempenhar nossas funções e assumir o controle da vida não precisam ser obrigações penosas, pois temos recursos internos que nos salvam, que aliviam e que podem suavizar, e muito, a pressão que vivemos.

Um desses recursos é a Introspecção.  Escrevo com letra maiúscula porque é um poder que está à nossa disposição a qualquer momento; é a possibilidade de entrarmos em contato com o nosso próprio centro; um mergulho interior para o reequilíbrio, recuperação de energia e da conexão com o que temos de mais essencial dentro de nós. Nesse espaço sagrado encontramos alegria, verdade, coragem, paz. Somos nossa verdadeira fonte.  Não encontraremos isso externamente.  Só nos reabastecemos a partir de nós mesmos.

Young woman drinking hot beverage

É bom esclarecer que introspecção é um movimento de retração, mas não é isolamento.  O isolamento acontece quando, por algum motivo, achamos que precisamos nos proteger do mundo e nos fechamos para tudo. O que causa isso pode ser algo relacionado à autoestima e à dificuldade de criar vínculos (quando nos isolamos do outro temos a falsa sensação de estarmos seguros, invulneráveis).  Nesse caso, não há crescimento.  Há paralisação.  Nesse caso, a pessoa é guiada pelo medo.

A introspecção, ao contrário, é rica em possibilidades.  Quando cessamos as vozes externas e o burburinho da nossa mente, podemos entrar em nosso silêncio e, daí, encontrar respostas, direcionamentos para alguma questão. Além disso, a introspecção aflora a intuição, possibilitando a audição de nossa própria voz. Assim, permitimos que a parte mais sábia que vive em nosso interior se manifeste.

Para isso, não é preciso nenhuma mágica.  Vou te dar algumas dicas:

–  Ao longo de um dia, faça  pequenas pausas de um minuto.  Isso mesmo.  Um minuto, sessenta segundos.

–  Sente-se em algum lugar tranquilo e fique o mais confortável possível. Pode ser na sua sala de trabalho ou até no banheiro, mas, se puder, busque a natureza. Não importa o lugar, o que é importa é parar um pouquinho.

– Respire profundamente três vezes, perceba o corpo se soltando e depois respire normalmente.

–  Durante um minuto, simplesmente preste atenção na sua respiração. Não brigue com os pensamentos que vierem porque eles vão vir.  Estamos muito acostumados a pensar demais.  Deixe que eles venham e deixe que vão.

–  E respire.  

–  Até completar um minuto.

Faz muita diferença! Experimente! Depois desse simples minutinho, você estará mais equilibrado, mais calmo e a energia que estava dispersa voltará a se centrar. A respiração é um presente. Por meio dela podemos viajar para dentro de nós. Utilize-a sempre que perceber que está ansioso, nervoso, indeciso, com raiva ou simplesmente para manter o estado de calma.  

Quanto mais profundamente mergulharmos em nós, mais fortalecidos estaremos para lidar com os desafios que se apresentarem e menos frágeis estaremos aos movimentos que vem de fora. Ou seja, estaremos menos reativos e mais ativos; mais aptos estaremos para a construção de relações mais saudáveis, amorosas e equilibradas.

Mergulhe fundo.  Em você.

Aho!

Sobre o autor

Cláudia Lontra

Cláudia Lontra

Terapeuta Integrativa, atuando com as técnicas de Light Touch, Fogo Sagrado – Alinhamento Energético, Reiki, estudiosa de técnicas de Cura Nativa/Xamanismo e organizadora do “Projeto Ressignificar-Te”, em que, por meio da arte de recortes e colagens manuais de imagens, as emoções se manifestam a partir da espontaneidade de expressão, se transformando em lindos trabalhos!

E-mail: claudialontra@yahoo.com.br
Facebook: www.facebook.com/claudia.lontra
Instagram: @clontra
Instagram: @_ressignificar_te