Espiritualidade

O Poder da Oração

Mãos femininas entrelaçadas em frente a uma cortina branca de renda. Ela aparenta estar rezando.
Carlos Pompeu
Escrito por Carlos Pompeu

O poder da oração é o caminho da fé, é a estrada que leva à esperança de um futuro melhor; é a energia essencial, o combustível, a força de ignição que impulsiona o corpo, a alma e a mente em um contato imediato com DEUS.

Silhueta de mulher em pôr do sol, de joelhos no chão, com a cabeça inclinada para a frente, apoiando em suas mãos, que estão entrelaçadas.

Quando tudo estiver bem, faça uma oração, agradeça, diga obrigado pelo momento, pelo instante, que seja repleto de paz o instante em que está vivendo. Mas se as coisas parecerem sair dos trilhos, surgem sinais de estresse, o ar parece faltar, a irritação se instala na sala de estar; agitação mental; o peso do mundo parece cair sobre sua cabeça e em seus ombros.

Você também pode gostar

Tenha calma, respire, tudo vai dar certo. Faça uma oração. Tenha fé e acredite. Peça aos anjos, por meio da prece, eles irão te iluminar, pois você está em um espaço sagrado, um lugar onde a oração te leva, o mais puro e pleno de boas vibrações.

Por isso, cultive bons sentimentos, amor-próprio, que é amar a si mesmo; é uma arte, é a senha para viver bem, quem se conecta nessa ideia está em contato direto com DEUS,o criador divino.

A oração demonstra que existe uma resposta espiritual, uma mensagem sublime, uma carta de amor escrita nas estrelas pelos garranchos do seu anjo da guarda. É um elo de ligação, entre a alma, o espírito e a mente; e das flores que são cultivadas em sua vida interior, em uma conexão ampla, irrestrita, um vínculo do seu coração com DEUS.

Porque o reino do céu está dentro de nós mesmos. Essa é a essência, a força da fé, que revela que o bem maior está sempre à sua disposição, por meio da oração; é a eficácia, a eficiência, do mais poderoso instrumento espiritual de que se tem notícias, em todos os tempos; o melhor antídoto para deixar o mundo mais leve, mais tranquilo, para se viver bem.

Homem ajoelhado em campo cheio de folhas secas. Seus cotovelos também estão apoiados no chão, e suas mãos estão entrelaçadas em frente. Sua cabeça está baixa.

A oração é como uma bolha de luz que reveste a aura, é um escudo protetor, é a orientação sábia, o oráculo divino; como um talismã para nos afastar dos espinhos, como um imã para atrair as pétalas das rosas fazendo fluir a vibração do amor, a fragrância da vida.

“Ó meu DEUS,encha me com teu amor, eu entrego todos os meus amores menores ao teu grande coração, Ó DEUS, lava-me, limpa-me com o teu amor. Ó DEUS, deixa que o amor como (um forte) desejo de deixar a vida livre seja o estímulo para o poder, a vontade, a vitória e a vida abundante. Ó DEUS, eu sou livre no teu amor”.

Sobre o autor

Carlos Pompeu

Carlos Pompeu

Carlos Pompeu, 46 anos, bacharel em Direito e formação em Letras, tendo sido redator publicitário e colunista em jornais e revistas, escreve em blogues, sobre entretenimento e cultura, na internet, sendo autor de livros virtuais de ficção, no qual adota o pseudônimo Boris de Pedra. Começou, ainda nos anos 1990, com esse nome artístico,”Boris”, em uma banda de Rock, na qual tocava baixo e cantava, além de compor as músicas e letras.

Já no século XXI, migrou para a Literatura, não tendo ainda nenhuma publicação, mas com a esperança de ter sua obra editada. No entanto, sabe que essa possibilidade encontra-se na formatação de um público leitor, o que vem fazendo, escrevendo na internet.

Atualmente tem suas atenções voltadas para a Terapia Holística, sendo sua especialidade o Reiki, com a graduação Nível III, o que o inspirou a escrever textos com a temática esotérica, que abordam a espiritualidade, pensamentos positivos e a autossugestão mental.

E-mail: [email protected]
Site: tecnocibernetico.wordpress.com/