Chakras Energia em Equilíbrio Espiritualidade

Origem espiritual das doenças

Pintura dos chakras no desenho de uma corpo humano
Humonia / Getty Images Pro / Canva
Escrito por Vander Luiz Rocha

Por ser tema extenso, não o abordo na sua plenitude, atento-me somente às doenças autoinduzidas por desequilíbrio vibratório. As doenças de origem cármicas (genéticas), por obsessões etc. ficarão para um momento posterior.

Toda imperfeição é porta de entrada para outras imperfeições, tal qual um corte na pele, que, quando não cuidado, dá origem à infecção.

Da mesma maneira que o corpo físico é envenenado com alimento danoso, também como espírito nos intoxicamos pela má conduta mental, com reflexo nocivo nas células orgânicas.

As emoções incontroladas, os pensamentos e os sentimentos negativos, como a mágoa, o ódio, o rancor, os traumas não superados, o acovardamento perante as dificuldades e os semelhantes sentires, sobrecarregam os centros vitais ou chacras, promovendo o desequilíbrio e as obstruções deles, influindo no organismo físico impedindo-o ou dificultando-o na liberação das substâncias necessárias ao ajuste fisiológico, levando ao enfraquecimento do corpo num ciclo vicioso que favorece a enfermidade.

Para que entendamos como isso acontece, é necessário conhecer sobre fluido cósmico, perispírito e chacras.

Fluido cósmico ou energia vital

Mão erguida para o céu recebendo energia vital
Alicia_Garcia / Getty Images Pro / Canva

É o fluido cósmico que mantém a vida dos seres orgânicos; ele provém da mais absoluta pureza até seu oposto, que é a matéria compacta, estando tudo nele imerso.

O fluido cósmico é o plasma divino, hausto do Criador ou força nervosa do Todo-Sábio. (…) na essência, toda a matéria é energia tornada visível e que toda a energia, originariamente, é força divina de que nos apropriamos para interpor os nossos propósitos aos propósitos da Criação, cujas leis nos conservam e prestigiam o bem praticado, constrangendo-nos a transformar o mal de nossa autoria no bem que devemos realizar, porque o Bem de Todos é o seu Eterno Princípio. Compete-nos, pois, anotar que o fluido cósmico ou plasma divino é a força em que todos vivemos, nos ângulos variados da Natureza, motivo pelo qual já se afirmou, e com toda a razão, que ‘em Deus nos movemos e existimos’ (Paulo de Tarso, em Atos 17:28)”

Texto extraído do livro “Evolução em Dois Mundos”, de André Luiz.

Perispírito

Em Coríntios 1, 15:44, Paulo de Tarso o cita como “corpo espiritual”.

O corpo espiritual, perispírito ou duplo etéreo ou tantos outros nomes que lhe é dado é o tênue envoltório do espírito, intermediário entre espírito, sem forma, e corpo material.

Quando alguém vê quem já deixou o corpo carnal, vê o perispírito que guarda a semelhança física da última vivência terrena.

Chacras

Os centros vitais, centros de forças ou chacras são sensores localizados no perispírito, os quais processam o fluído cósmico universal em nós. Eles guardam entre si um processo compensatório que permite a manutenção recíproca mediante o esforço mútuo e em harmonia, resultando no equilíbrio orgânico.

Os chacras são:

Representação dos 7 chakras no corpo de uma mulher meditando
Eu Sem Fronteiras / Canva / YakobchukOlena / Rudchenko

Coronário: no alto do crânio.

Funciona como antena receptora do fluido vital e o distribui pelos demais chacras.

A boa ou a má sintonia com o plano espiritual se dá por ele. Além disso, é a porta de entrada do processo de obsessão e das boas ou más intuições; é o sintonizador com os espirituais afins com o nosso pensar e sentir.

Frontal ou cerebral: está centro da testa, pouco acima das sobrancelhas.

Contíguo ao coronário, tem influência decisiva sobre os demais centros vitais. Governa a parte do cérebro responsável pelos sentidos e administra o sistema nervoso.

Laríngeo: está no centro do pescoço, frente.

Regula as atividades ligadas à fala e à respiração.

Cardíaco: está entre os mamilos, ligeiramente à esquerda.

Regula as emoções, os sentimentos e a circulação das forças de base (fluidos).

Esplênico: Está na altura do baço.

Regula tudo aquilo a que se refere ao sangue.

Gástrico: está pouco acima do umbigo.

Regula a digestão dos alimentos e auxilia na absorção dos fluidos deles oriundos.

Genésico: está na altura da bexiga.

Regula as atividades ligadas à reprodução e estabelece estímulos para a criatividade artística, de trabalho etc.

Básico: está na parte posterior do corpo, na base da coluna.

Estimula desejos, age sobre o sexo e as forças que por ele transitam se transformam no cérebro em energia intelectual.

Enfim, como já explicado, o desequilíbrio dos chacras é motivado pelo negativismo dos nossos pensamentos e das emoções. É, portanto, esse desequilíbrio que favorece as doenças do corpo.

O tratamento espiritual

Mulher meditando com a mão no chakra cardíaco
Microgen / Getty Images / Canva

O tratamento, dito como espiritual, conhecido por diversos termos, como passe, johrei, bênção, unção, reiki, consiste em desobstruir, energizar e reequilibrar os chacras da pessoa assistida. Ele deve ser aplicado somente por quem possui o necessário conhecimento a respeito, caso contrário, certamente piorará a situação do assistido.

O termo “tratamento espiritual” é aqui usado para a melhor compreensão do exposto, porquanto tratar do Espírito equivale dizer a cuidar de si mesmo. Portanto, para que haja corpo sadio, é preciso ser sadio em si com espírito. Se aquele que for na busca de cura através do socorro espiritual não persistir na própria evolução íntima, não haverá o que dê jeito nele.

Enfaticamente destaco que o tratamento espiritual não dispensa o tratamento médico, um complementa o outro, lembrando que quem procura por milagre não encontra a si mesmo.

Obrigado por me ouvir.

Sobre o autor

Vander Luiz Rocha

Vander Luiz Rocha, nascido na cidade de Conselheiro Lafaiete, no estado de Minas Gerais, Brasil, em 1939.

Criado dentro dos princípios da tradicional família mineira, teve no catolicismo a sua primeira religião.

Na adolescência, dos 7 aos 14 anos, fez, como interno, o Seminário Menor da Ordem dos Redentoristas, na época em Congonhas do Campo, MG. Naqueles momentos o cenário de vida foi o barroco e o fundo musical o canto gregoriano.

Deixando o seminário, tornou-se não religioso e se dedicou aos estudos e ao trabalho em Belo Horizonte. Inicialmente se formou em contabilidade e, posteriormente, graduou-se em administração, com o título de bacharel. A sua vida privada foi alimentada por essas profissões.

Em 1973, mudou-se com a família, esposa e três filhas para São Paulo, indo residir no ABC Paulista, em São Caetano do Sul, trabalhando em empresas da região, tendo se interessado pelo espiritismo e adotando-o em 1976 como escola de vida.

Após preparar-se em cursos feitos sob supervisão da Federação Espírita de São Paulo, SP, tornou-se servidor, no segmento palestrante, e expositor de cursos em casas de socorro espiritual, e com os socorridos muito aprendeu.

Nos dias atuais, continua a se dedicar à filosofia espiritualista, adaptando as palestras para textos escritos.

Possui várias obras editadas e ganhou prêmios literários.

Vide seus livros em nossosliteratos.com.br/livros-vlr.html

Contatos:
Email: [email protected]
Site: nossosliteratos.com.br
Facebook: nossos.literatos
Instagram: @vanderluizrocha
Youtube:
Vander Luiz Rocha