Chakras Energia em Equilíbrio

Chakras: inspiração para meditar e prosperar

Mulher adulta e menina, ambas usando vestidos, pulando em praia durante o pôr do sol.
123rf/annazdasiuk
Ricardo Ricchini
Escrito por Ricardo Ricchini

Você já deve ter ouvido que a Índia é o berço da meditação. Entre muitas outras coisas, isso significa que não precisamos ficar “inventando a roda” na hora de meditar. A Índia desenvolveu extraordinárias escolas filosóficas associadas ao hinduísmo e todos os estudos sobre Yoga e Chakras mostram a vastidão de conhecimento que podemos adquirir.

Resumindo, temos motivos suficientes para respeitar e entender que o olhar para onde historicamente a meditação começou é um caminho seguro ao se buscar informação.

Mas…

Pessoa de braços abertos para o alto, no topo de uma montanha.
Pexels/Min An

Para quem habita um mundo moderno, capitalista, democrático e consumista, ser literal em relação aos ensinamentos pode distorcer a intenção original da meditação, que é simplesmente ter uma mudança significativa na vida a partir da prática, não da teoria.

Querer entender as filosofias orientais com a cabeça do ocidental pode transformar a meditação em rituais e dogmas, uma tentação para mistificar uma experiência que é basicamente metódica.

Outra distorção que ocorre quando damos mais ênfase para o estudo do que que a prática é que entramos em loopings de pensamentos e tentativas de entendimento que não levam a lugar algum, e longe do processo de interiorização.

Você também pode gostar

Correr no campo filosófico da especulação leva a um infinito de perguntas, facilitando que as respostas venham do ego, nos distanciando da busca pela Verdade. Mesmo que haja boas intenções, gera mais interrogações que resoluções.

Como disse Satya Narayan Goenka, mestre espiritual e professor de meditação Vipassana, “Para se autoconhecer, basta ficar em silêncio. O autoconhecimento é o caminho da iluminação”.

A beleza da meditação, no meu ponto de vista, é que ela é uma prática viva e, portanto, pode e deve se inspirar no momento em que vivemos. Se você se sente bem em entoar mantras para Krishna, ótimo! Mas quem se pega perguntando: “O que estou fazendo?” “Isso funciona?” provavelmente está seguindo por um caminho mais longo que o necessário para entender a meditação.

Minha jornada, como treinador comportamental e professor de meditação, tem seguido por fazer uma interpretação respeitosa dos Chakras para harmonizar nosso sistema – corpo, mente, emoções e energia -, alcançando alto desempenho de forma acelerada em todas as áreas da vida.

Esse enfoque objetivo e prático mudou a minha vida e de centenas de pessoas que a experimentaram. De maneira sintética, minha metodologia de treinamento e meditação se inspira nos chakras para abranger todas as áreas da vida. Zelando por elas, é possível ter uma proteção para dias desafiadores e impulso para os prósperos.

Mulher andando com braços abertos em uma montanha rochosa, a beira de um penhasco.
Pexels/Nina Uhlíková
  1. Chacra Básico = Saúde e qualidade de vida
  2. Chacra Umbilical = Finanças e prazeres
  3. Chacra Plexo Solar = Gestão do tempo
  4. Chacra Cardíaco = Relacionamentos
  5. Chacra Laríngeo = Vocação e expressão
  6. Chacra Frontal = Entendimento e razão
  7. Chacra Coronário = Autoconhecimento e consciência

Esse artigo inaugura uma série de textos que vão tratar de cada área energética e sobre como meditar e agir sobre elas pode ser prático, útil e benéfico, seja para espiritualistas ou ateus.

Você pode acompanhar minhas aulas de meditação online no Instagram Meditação Transforma

Medite e tenha um bom dia, todo dia!

Você está na introdução

Sobre o autor

Ricardo Ricchini

Ricardo Ricchini

Professor de meditação, autor, palestrante e especialista em negociações

Email: [email protected]
Site: ricchini.com.br
Instagram: meditacao.transforma
Facebook: Grupo Meditando para eliminar a ansiedade
Youtube: AQUI TEM NEGÓCIO!
Linkedin: linkedin.com/in/ricchini/
Livro: Livro Meditação Mindfulness