Convivendo

Precauções para viajar com seus filhos

Eu Sem Fronteiras
Escrito por Eu Sem Fronteiras

Quando chegam as férias, a animação para fazer uma viagem em família é incontrolável. Se você tem filhos pequenos a ansiedade é ainda maior. Para que nada saia fora do esperado, é preciso decidir em conjunto a escolha do destino, hospedagem, pesquisar sobre os lugares que quer visitar, arrumar as malas e pé na estrada! Mas, quando a viagem é realizada com crianças, alguns cuidados devem ser reforçados para evitar problemas.

Confira agora algumas orientações para garantir a segurança e bem-estar dos pequenos durante a viagem:

1. Fuso horário

Se o local escolhido tiver mudanças de fuso horário é preciso tomar algumas providências, pois isso pode causar confusões no organismo como sonolência, insônia, mal-estar, etc. Sendo assim, respeite as necessidades do corpo, siga o horário local e descanse quando necessário. É aconselhável também realizar atividades ao ar livre e tomar banho solar para ajustar o ritmo do seu corpo.

2.  Meio de transporte

Avião – Se seu filho tiver menos de dois anos, o uso da cadeirinha é opcional, por isso geralmente as crianças viajam no colo. Mas, preste atenção principalmente no momento da decolagem, pouso e em casos de turbulência. As crianças maiores devem estar sentadas e com cinto de segurança.

Carro – Verifique se a cadeirinha possui qualidade e segurança e não se esqueça de que este é um item obrigatório. É importante respeitar as exigências de peso e idade neste caso.

Navio Este é o meio que mais pode causar enjoos e vômitos, então tenha em mãos remédios que afastam o mal-estar e dê preferência para refeições leves.

f

3. Hospedagem

Antes de definir a hospedagem pesquise o custo-benefício, e ao chegar ao local avalie se o quarto e as instalações não oferecem nenhum risco.

4. Alimentação

Evite grandes mudanças na rotina alimentar das crianças. Se a viagem for realizada de carro, faça pausa para as refeições e deixe alguns petiscos rápidos para oferecer no carro durante a viagem. Se a culinária do local for muito diferente da habitual, tome cuidado na escolha dos pratos. E lembre-se de oferecer muita água.

5. Insetos

As picadas de insetos podem causar irritações e até transmitir doenças. Então, além da vacinação em dia, tenha em mãos um repelente eficaz.

6. Remédios

Se seu filho faz uso contínuo de remédios, jamais se esqueça de levá-los. Além disso, tenha em mãos medicamentos simples como analgésicos e itens básicos de primeiros socorros. Se algum problema mais grave aparecer, procure um médico da região.

Obs.: Kit básico de saúde – remédios de uso oral, medicamentos tópicos (pomadas), soro fisiológico, pomada para assadura, colírio, termômetro, curativos adesivos, sabonetes, antisséptico, cortador de unha, repelente, protetor solar.

7. Exposição ao sol

Cuidado com as queimaduras e insolação, para isso, evite o sol entre as 10h e às 14h e nos demais horários esteja sempre acompanhado de um protetor solar. Vale lembrar que até os três anos de idade longos banhos de sol são contraindicados.


Texto escrito por Natália Nocelli da Equipe Eu Sem Fronteiras.

Sua opinião é bem-vinda, sempre que colocada com a educação e o respeito que todos merecem. Os comentários deixados neste artigo são de exclusiva responsabilidade de seus autores e não representam a opinião deste site.

Sobre o autor

Eu Sem Fronteiras

Eu Sem Fronteiras

O Eu Sem Fronteiras conta com uma equipe de jornalistas e profissionais de comunicação empenhados em trazer sempre informações atualizadas. Aqui você não encontrará textos copiados de outros sites. Nossa proposta é a de propagar o bem sempre, respeitando os direitos alheios.

"O que a gente não quer para nós, não desejamos aos outros"

Sejam Bem-vindos!

Torne-se também um colunista. Envie um e-mail para [email protected]