Saúde Integral

Sinais de deficiência da vitamina D

Eu Sem Fronteiras
Escrito por Eu Sem Fronteiras

Nosso organismo é como uma máquina que precisa ser constantemente checada e regulada em todos os componentes e mesmo nas menores peças, pois se alguma coisa estiver desregulada é certeza que não funcionaremos bem. Pode parecer somente indisposição, mas sinais constantes de incômodos devem ser investigados, pois há uma grande chance de ser a deficiência de alguma vitamina importante. A vitamina D, por exemplo, pode causar sintomas que nos remeterão a estresse, cansaço ou fatores causados pela vida moderna, mas que se não tratados tendem a piorar.

Entre os benefícios causados pela vitamina D estão o favorecimento de absorção de cálcio, fortalecimento do sistema imunológico, prevenção de alguns tipos de câncer como o de mama e próstata, melhoria no aspecto da pele, cabelos e unhas e a prevenção de esclerose múltipla e quaisquer outros processos infecciosos.

A vitamina D tem como sua principal fonte natural o sol. Recomenda-se banhos de sol de ao menos vinte minutos no intervalo entre 10 e 16 horas. No entanto, a força dos raios ultravioletas, a necessidade de fortes protetores solar, a constante falta de tempo e a tendência de nos mantermos dentro de escritórios fechados neste período faz com que a deficiência de vitamina D seja grande na maior parte da população. Por isso são indicados exames para se verificar a taxa desta vitamina e, se necessário, a suplementação através da vitamina D sintética que pode ser apresentada em gotas ou comprimidos.

Obviamente, esta reposição deve ser feita com acompanhamento de profissional especializado. Para saber se você está no grupo das pessoas que tem a deficiência ou ao menos insuficiência da Vitamina D, confira abaixo alguns dos principais sintomas que ela causa. Se você constatar mais de três, é hora de investigar.

Fragilidade

Sentir fraqueza nos ossos, músculos e até nos dentes é um forte indício de deficiência de vitamina D. Se notar que sua força está diminuindo, fique atento também.

Distúrbios de humor

Ansiedade, crises de síndrome do pânico, depressão e mudanças de humor repentina sem motivos aparentes também podem indicar atenção ao nível de vitamina D no seu corpo. Isso acomete principalmente as mulheres.

Saúde bucal

Aftas, sangramento nas gengivas, cáries repentinas, acúmulo de placas bacterianas e até mesmo mau hálito.

Dores

Todos estamos sujeitos a sentirmos dores esporádicas e em locais diferentes do corpo por esforço, movimento repetitivo ou mau jeito, mas se você sente dores constantes e crônicas nos músculos é mais um sinal.

Fadiga

Você sente cansaço o dia todo mesmo sem ter feito nenhum esforço? Fique atento, fadiga sem motivo aparente é um forte sinal da falta de quantidade suficiente de vitamina D. Falta de disposição nunca é normal se acontecer por dias seguidos.

Pressão alta

A vitamina D estimula a circulação do sangue, ter pressão alta pode ser um indicativo da falta desta substância em quantidades adequadas.

Doenças intestinais

Pacientes com problemas gastrointestinais como gastrite, úlcera, doença de Crohn, colite, alergia ao glúten, doença celíaca ou síndrome do intestino irritável tendem a ter uma absorção menor de nutrientes, consequentemente de vitamina D também. Pode ser uma porta para investigar outros problemas.

Alergias

Se você é alérgico mas tem notado uma piora no quadro das alergias respiratórias e dermatológicas, este também pode ser um indicativo. A vitamina D fortalece o sistema imunológico, a falta dela tende a deixar as pessoas mais vulneráveis a outras doenças.


Texto escrito por Roberta Lopes da Equipe Eu Sem Fronteiras.

Sua opinião é bem-vinda, sempre que colocada com a educação e o respeito que todos merecem. Os comentários deixados neste artigo são de exclusiva responsabilidade de seus autores e não representam a opinião deste site.

Sobre o autor

Eu Sem Fronteiras

Eu Sem Fronteiras

O Eu Sem Fronteiras conta com uma equipe de jornalistas e profissionais de comunicação empenhados em trazer sempre informações atualizadas. Aqui você não encontrará textos copiados de outros sites. Nossa proposta é a de propagar o bem sempre, respeitando os direitos alheios.

"O que a gente não quer para nós, não desejamos aos outros"

Sejam Bem-vindos!

Torne-se também um colunista. Envie um e-mail para [email protected]