Saúde Integral

10 dicas para sobreviver às doenças típicas do outono

Mulher sentada com os braços abertos no gramado com folhas caídas
Eu Sem Fronteiras
Escrito por Eu Sem Fronteiras

O outono é uma estação conhecida por suas mudanças inesperadas de temperatura. Estação da transição entre o verão e o inverno, o outono possui características bem marcantes que, somadas às condições do ar, fazem dele uma fase propícia para algumas doenças. Além da propensão a diversas doenças, nessa época a quantidade de chuva diminui em diversas regiões e promove um tempo mais seco – quando relacionada ao verão ou à primavera – enquanto que, em outras regiões, o tempo fica mais chuvoso e com bastante vento, sem contar, claro, aquele famoso visual das folhas que caem das árvores que essa estação nos proporciona.

O fato é que, nesse período, os problemas respiratórios se fazem mais presentes, tanto em crianças quanto em adultos, e tornam essa estação um pouco complicada para quem é propenso a esses tipos de doenças.

As principais doenças do outono

Mesa com um óculos, xícara e uma caixa de lenços

Segundo o doutor Ricardo Souza Queiroz, imunologista e alergista, as doenças mais recorrentes dessa época são rinite, sinusite e asma, pois o tempo seco faz com que a mucosa nasal resseque e não filtre direito o ar, fazendo, assim, com que um indivíduo respire as partículas maléficas para os pulmões. É comum que a maioria das pessoas tenha uma predisposição a alguns tipos de alergia e, quando ficam expostas aos fatores que o outono proporciona, essas doenças são desencadeadas com mais facilidade gerando reações no nosso sistema imunológico.

Entenda melhor o que são essas doenças:

Homem usando papel para limpar o nariz

Rinite: é uma doença inflamatória que pode ou não ser alérgica. Consiste na inflamação das mucosas do nariz e tem como principais sintomas congestão nasal, secreção nasal abundante, espirros e acumulação de muco no nariz.

Para evitar essa doença durante o outono ou buscar uma certa melhora, limpe o seu ar condicionado para diminuir a poluição, modere na hora de usar umidificadores e tenha muito cuidado na hora de limpar a sua casa!

Asma: doença que inflama as vias aéreas de uma pessoa, fazendo com que fiquem inchadas e produzam mais muco do que o comum, dificultando a respiração. Seus principais sintomas são: tosse seca, respiração curta e/ou rápida e dificuldade para respirar.

No outono, evite ambientes fechados e não chegue perto de fumaça! A instabilidade do tempo pode ser um problema para os asmáticos, por isso é importante buscar sempre manter a temperatura ideal do ar. Alimentar-se bem para aumentar a imunidade faz com que os riscos de gripes e resfriados diminuam e isso é de extrema importância!

Sinusite: consiste na inflamação da mucosa dos seios da face. Os sintomas mais comuns são: dor na face, congestão nasal e dor de cabeça.

Mulher deitada na cama cobrindo o rosto com o travesseiro

Para reduzir os riscos de desenvolver uma sinusite, limpe as narinas com uma solução de água e sal, pois, assim, o seu nariz ficará limpo e será evitado qualquer tipo de inflamação.

É possível tratar essas doenças, evitar tais desconfortos respiratórios e viver bem a fase do outono. Para isso, atente-se às dez dicas que preparamos a você para que sobreviva às doenças típicas do outono:

1- Hidrate-se! Manter o corpo hidratado é essencial para evitar danos ao organismo;

2- Abra as janelas da sua casa, para que o ar circule;

3- Crie o hábito de lavar as narinas com soro fisiológico;

4- Tenha sempre um colírio na bolsa;

5- Lave sempre as mãos e, se possível, carregue sempre consigo um álcool gel e tenha o costume de higienizar as mãos com ele;

6- Evite aglomeração de pessoas, principalmente em ambientes fechados onde não há circulação de ar;

Você também pode gostar


7- Alimente-se bem! Uma alimentação regrada fortalece a sua imunidade;

8- Durma bem! Ter uma boa-noite de sono faz com que o seu organismo recupere as energias e funcione corretamente;

9- Tente regular a umidade do ar dos ambientes que você fica mais tempo, seja com aquecedor ou purificador;

10- Evite lugares com fumaça ou poeira e, claro, não fume!

Essas dicas servem tanto para se prevenir quanto para ajudar a melhorar a sua saúde!

Sobre o autor

Eu Sem Fronteiras

Eu Sem Fronteiras

O Eu Sem Fronteiras conta com uma equipe de jornalistas e profissionais de comunicação empenhados em trazer sempre informações atualizadas. Aqui você não encontrará textos copiados de outros sites. Nossa proposta é a de propagar o bem sempre, respeitando os direitos alheios.

"O que a gente não quer para nós, não desejamos aos outros"

Sejam Bem-vindos!

Torne-se também um colunista. Envie um e-mail para [email protected]