Atividades Físicas Nutrição Saúde Integral

7 “inocentes” hábitos que alteram o equilíbrio hormonal

Eu Sem Fronteiras
Escrito por Eu Sem Fronteiras
Muitas atividades cotidianas parecem inofensivas, mas podem causar um grande desequilíbrio hormonal, comprometendo a saúde geral do organismo.

Os hormônios desenvolvem um papel muito importante no organismo todo, já que são responsáveis por regular a maior parte dos sistemas e funções que fazem nossos corpos funcionarem corretamente.

Estamos falando de transmissores químicos da glândula endócrina, cuja atividade é desenvolver o funcionamento das células e de alguns processos cognitivos.

Além disso, os hormônios influenciam diretamente o metabolismo, o crescimento e as funções sexuais. Portanto, preservar o equilíbrio hormonal é essencial para o bem-estar do corpo humano.

O problema é que esse equilíbrio é alterado frequentemente, já que alguns fatores interrompem a produção ou a atividade desses hormônios. Consequentemente, reações negativas irrompem no organismo que, se não forem bem controladas, podem ocasionar diversas doenças.

O mais preocupante é que muitos de nós não sabem que vários hábitos do dia a dia aparentemente inofensivos são responsáveis por algumas dessas alterações.

Vamos descobrir juntos do que se trata!

1. Dormir mal

Distúrbios do sono ou dormir menos do que o aconselhável aumenta de forma significativa o risco de problemas hormonais.

É comprovado que existe uma relação entre o ciclo do sono e a liberação de alguns hormônios importantes, principalmente nas mulheres. Os hormônios podem, então, alterar o humor, os níveis de açúcar no sangue e até mesmo o peso corpóreo.

2. Ter uma dieta pobre em gordura

Eliminar todas as fontes de gordura é um dos piores erros que podemos cometer quando queremos perder peso.

Mesmo que a gordura tenha uma quantidade significativa de calorias, não é certo pensar que elas são ruins para o organismo.

As gorduras saudáveis, como o Ômega 3, controlam os processos inflamatórios e facilitam a regulação do estrogênio e da progesterona.

Limitar seu consumo aumenta o risco de sobrepeso ou desencadeia outros distúrbios, como menstruação irregular e aparecimento de cistos.

É possível encontrar esses nutrientes em:

• Peixe azul

• Abacate

• Azeite de oliva

• Fruta seca

• Sementes

3. Ter um estilo de vida sedentário

Levar um estilo de vida sedentário, sem a prática de atividades físicas, é responsável pelo desequilíbrio hormonal tanto nos homens quanto nas mulheres.

O exercício físico estimula a liberação de endorfina, substância química que produz o sentimento de conforto e alegria. A atividade física, além de controlar os hormônios sexuais, também permite prolongar e manter a libido em níveis altos.

4. Abusar dos alimentos processados

As carnes processadas e outros alimentos industriais são deliciosos, mas o problema é que são cheios de substâncias químicas, que com o tempo provocam o desequilíbrio hormonal, assim como problemas metabólicos ou mais graves, como o câncer.

O consumo desses produtos aumenta os níveis de cortisol, substância química ligada ao estresse, à depressão e à irritabilidade.

5. Usar muito desinfetante para as mãos

Pode parecer exagerado, mas é comprovado que o uso excessivo de desinfetante para as mãos pode gerar reações indesejadas.

Muitos acham que é um hábito saudável, mas na realidade isso altera o equilíbrio entre as bactérias saudáveis e aquelas nocivas, debilitando a nossa imunidade.

As substâncias químicas dos desinfetantes também estão ligadas ao risco de inflamação e perda do controle da atividade de alguns hormônios.

Compostos como o triclosan, por exemplo, alteram os níveis de estrogênio e as funções dos hormônios da tireoide.

6. Praticar muita atividade física

Todo excesso faz mal e o excesso de atividade física não é exceção.

Assim como o estilo de vida sedentário, o excesso de atividade física pode ter consequências negativas. Passar muito tempo na academia ou fazendo exercícios muito intensos aumenta o nível de cortisol, o hormônio do estresse.

Com o passar do tempo, esse hábito altera os hormônios que regulam o ciclo menstrual e a fertilidade.

7. Comer alimentos enlatados

A comida enlatada parece ser uma alternativa rápida e saudável, mas a realidade não é bem essa.

Nas latas são encontradas substâncias químicas como o BPA, ligado a diversos tipos de doenças e alterações hormonais.

Além disso, são produzidas outras substâncias químicas, como os conservantes, que, se ingeridos em excesso, podem gerar consequências negativas no organismo.

Esses são alguns hábitos do seu dia a dia que podem eventualmente te causar uma boa dor de cabeça, portanto o melhor é evitá-los. Além disso, se notar algo errado com seu corpo, consulte seu médico imediatamente. Ele é o único capaz de te orientar, diagnosticar e prevenir eventuais complicações na sua saúde.


Texto escrito por Amanda Magliaro Prieto da Equipe Eu Sem Fronteiras.

Sua opinião é bem-vinda, sempre que colocada com a educação e o respeito que todos merecem. Os comentários deixados neste artigo são de exclusiva responsabilidade de seus autores e não representam a opinião deste site.

Sobre o autor

Eu Sem Fronteiras

Eu Sem Fronteiras

O Eu Sem Fronteiras conta com uma equipe de jornalistas e profissionais de comunicação empenhados em trazer sempre informações atualizadas. Aqui você não encontrará textos copiados de outros sites. Nossa proposta é a de propagar o bem sempre, respeitando os direitos alheios.

"O que a gente não quer para nós, não desejamos aos outros"

Sejam Bem-vindos!

Torne-se também um colunista. Envie um e-mail para [email protected]