Autoconhecimento Psicanálise

A cura das crianças depende da cura de seus pais

Ana Cerqueira
Escrito por Ana Cerqueira

Olá amigos, é um prazer estar aqui novamente com vocês! Hoje vou falar um pouco sobre a influência dos pais nas doenças das crianças.

Estava fazendo uma pesquisa em alguns livros sobre uma determinada doença, para tentar identificar o significado dela e poder ajudar melhor uma paciente e outra criança que conheço. Sou fã número 1 da Cristina Cairo e tenho seus três livros sobre linguagem corporal, que cito no fim do artigo. Eis que lá encontro não só a tal doença mas também algo que me chamou muito a atenção, um capítulo chamado “o significado psicológico das doenças nas crianças”. Li tudo e fui ficando cada vez mais impressionada com o fato de que nada no universo é por acaso e como estamos conectados uns aos outros.

shutterstock_267543902-2O capítulo é sensacional, está no volume 2 e mostra o quanto os pais influenciam a saúde física e psíquica de suas crianças. Interessante perceber que a criança está conectada à mãe e às suas emoções até os 7 anos e que depois, dos 7 aos 14, se conecta ao pai.

Inconscientemente, a criança absorve dos pais todos os seus sofrimentos psíquicos, seus pensamentos mais profundos e secretos, seus comportamentos, que transformam a vida destas crianças independentemente do que tragam em sua genética.

Se os pais não estiverem psiquicamente equilibrados, seus filhos estarão abertos às mais diversas somatizações, que poderão ser tratadas com o tratamento destas emoções paternas.

As crianças podem até imitar a doença física dos pais, uma forma clara e comum de enxergarmos essa ligação entre eles. E Cristina Cairo deixa bem claro “seus filhos precisam da sua paz interior para viver. Eles sentem ódio quando vocês pais estão odiando, e sentem amor quando vocês estão amando”. E ela diz que se cada pai se observar, olhar com coragem para dentro de si irá conseguir identificar qual sentimento, emoção, pensamento ou comportamento seu está influenciando negativamente o seu filho.

Portanto pais, a questão não é de jeito nenhum culpá-los e sim alertá-los.
A vida é cheia de oportunidades. A culpa não serve para nada a não ser para promover o arrependimento e seguir em frente. Culpa traz doenças físicas e psicológicas das piores que possam imaginar e impedem o seu crescimento espiritual. O que é importante aqui é saber da influência dos pais na vida dos filhos e começar a mudança. Começar a se olhar, se amar, aceitar-se e lutar por seus objetivos, pelo que os faz feliz. Libertem-se de tudo que não é agradável, enfrentem-se pois não terão nada a perder, só a ganhar.

A saúde física e psíquica dos seus filhos dependem da sua vida estar equilibrada, do amor estar em primeiro lugar e também da sua felicidade, que só pode ser alcançada com o autoconhecimento, coragem, e certeza de que Deus está no comando, segurando sua mão e esperando a sua atitude para te abençoar com a verdadeira paz, que é a paz interior.

Um beijo no coração de todos e até a próxima!

  • Livros Cristina Cairo:
    Volume 1- Linguagem do corpo: aprenda a ouvir seu corpo para uma vida saudável
    Volume 2- Linguagem do corpo: beleza e saúde
    Volume 3- Linguagem do corpo: a cura pelo amor

Sobre o autor

Ana Cerqueira

Ana Cerqueira

Sou Psicanalista Clínico, com especialização em Métodos de Acesso Direto ao Inconsciente. Tenho graduação em Publicidade e pós-graduação em Comunicação Digital. Sou Autora do Blog “Amor pela Psicanálise”.

E-mail: [email protected] | [email protected]
Facebook: Amor pela Psicanálise
Instagram: @amorpelapsicanalise
Site: Blog Amor pela Psicanálise