Autoconhecimento Espiritualidade

Ano novo chinês

Você sabia que o calendário mais antigo de que se tem conhecimento na História continua sendo usado? É o calendário chinês, cuja data mais conhecida é o Ano-Novo Chinês. O calendário chinês foi desenvolvido em algum momento entre os anos 770 a.C. e 340 a.C., e não há nenhum outro registro de calendário anterior a esse.

Diferentemente do nosso calendário (chamado calendário gregoriano ou ocidental), que tem 365 dias, o calendário chinês tem 354 dias. É um calendário lunissolar, ou seja, organizado em torno das 12 lunações anuais. O Sol dá sua contribuição porque é acrescentado ao calendário um mês a cada período de aproximadamente 3 anos, para sincronizar tanto o ciclo solar quanto o ciclo lunar.

Além disso, outro fato importante é que cada ciclo do calendário chinês leva o nome de um dos 12 animais do horóscopo chinês. Por exemplo: 2021 foi o ano do boi; 2022 foi o ano do tigre; 2023 será o ano do coelho e 2024 será o ano do dragão.
Agora que você conheceu os principais detalhes, entenda tudo sobre o Ano-Novo Chinês!

O que você encontrará nesse artigo:

Por que o Ano-Novo Chinês é diferente do nosso?

Antes de mais nada, a principal diferença entre o nosso Ano-Novo e o Ano-Novo Chinês está na data. Enquanto celebramos o início de um novo ano entre os dias 31 de dezembro e 1º de janeiro, a data do calendário chinês varia bastante. Ela varia porque o Ano-Novo Chinês acontece sempre na primeira Lua Nova depois do solstício de inverno, cuja data varia entre 20 de janeiro e 18 de fevereiro.

Agora, é importante dizer que, apesar de valorizar a tradição e celebrar o Ano-Novo Chinês, a maior parte dos chineses também celebra o Ano-Novo ocidental, seguindo o nosso calendário gregoriano.

É difícil precisar como e quando essa tradição surgiu, já que os registros não são muito precisos, mas é possível afirmar que existe há séculos. Quanto ao motivo da celebração, é o mesmo do nosso calendário gregoriano: celebrar o encerramento de um ciclo e dar as boas-vindas ao que está se iniciando.

Assim como nós temos nossas tradições para o Ano-Novo, como o champanhe e os fogos de artifício, os chineses têm suas próprias tradições para celebrar o Ano-Novo Chinês. Leia o próximo tópico para conhecer alguns desses costumes.

Tradições do Ano-Novo Chinês

Lanternas chinesas penduradas para a comemoração
Tuu Sitthikorn’s Image / Canva Pro / Eu Sem Fronteiras

Diferentemente do nosso Réveillon, cuja celebração acontece somente no último dia do ano e no início do primeiro, o Ano-Novo Chinês é celebrado durante duas semanas. Em suma, esse período é conhecido como Festival da Primavera, sendo o principal feriado do calendário chinês, parecido com o que o Carnaval representa para o brasileiro.

Dias antes do feriado em si, assim como acontece com o Natal por aqui, as pessoas começam a decorar casas e ruas com lanternas vermelhas (o vermelho é a cor oficial do Ano-Novo Chinês) e inscrições de boa sorte e fortuna, na porta das casas e dos estabelecimentos comerciais.

A lanterna é o símbolo do desejo. Quando os chineses pensam no que esperam do ano que está se iniciando, preparam uma quantidade de lanternas equivalente ao número de desejos cultivados para o próximo ciclo. No último dos 15 dias do Ano-Novo Chinês, acontece o Festival da Lanterna, quando as famílias lançam pequenas lanternas no ar, expressando, em conjunto, o que querem para o próximo período que ali se inicia.

As famílias são muito importantes nesse feriado, que simboliza a união, por isso, é tradição que pessoas que moram longe de suas famílias viajem para reencontrar os entes queridos para, com eles, celebrarem mais um fim de ciclo. Geralmente, um jantar bastante especial é preparado para celebrar esse encontro, assim como acontece com a ceia natalina no Ocidente.

Por fim, celebrações nas ruas também são bastante comuns. São muito populares os desfiles em que dançarinos, usando fantasias ou manuseando longos dragões e leões, de papel e tecido, circulam pelas vias das cidades chinesas. O leão representa os antepassados, que não devemos esquecer, e o dragão simboliza que devemos encarar o futuro de maneira destemida.

Além disso, é tradição associar cada ano que se inicia a um dos 12 animais que compõem o horóscopo chinês. Entenda mais sobre esse costume e conheça quais são esses animais.

Os animais do Ano-Novo Chinês

Assim como, no Ocidente, consideramos a Astrologia para delinear o comportamento e a personalidade de uma pessoa, os chineses usam o ano de nascimento de alguém para deduzir algumas coisas sobre quem a pessoa é. Fazem isso porque cada ano do calendário chinês é regido por um animal, e cada um desses animais representa uma energia diferente.

Conheça os animais do horóscopo chinês e quais são as energias que cada um deles representa:

Como explicado anteriormente, cada ano do calendário chinês é conduzido pelas energias de um dos animais descritos no tópico anterior. Confira, no próximo tópico, quais animais conduziram ou conduzirão cada ano.

Anos do calendário chinês

Demonstração de um calendário chinês
Yoyochow23 / Getty Images / Canva Pro / Eu Sem Fronteiras

Como são 12 os animais do horóscopo chinês, em vez de considerar os períodos como nós os consideramos no calendário gregoriano (isto é, em décadas), os chineses consideram ciclos de 24 anos, que possibilitam que cada animal influencie a energia dos anos duas vezes.

Confira, na lista abaixo, quais animais influenciaram os últimos anos e quais os que conduzirão os próximos:

Como celebrar o Ano-Novo Chinês no Brasil

  1. Procure a comunidade chinesa: cidades como São Paulo têm grandes comunidades chinesas, por isso, vale a pena procurar os imigrantes, ou mesmo a embaixada da China no Brasil, para entender onde e como o feriado é comemorado por aqui.
  2. Explore a gastronomia chinesa: além de visitar restaurantes chineses, por que não ousar e cozinhar você mesmo um prato chinês para comemorar essa data? No Ano-Novo Chinês, o bolinho chinês cozido é bastante comum.
  3. Entre em contato com a cultura chinesa: que tal assistir a um filme chinês ou iniciar a leitura de um livro escrito por um autor da China? Como filme, recomendamos “O Tigre e o Dragão”, do diretor Ang Lee; entre os livros, “O garoto do Riquixá”, da editora Estação Liberdade, pode ser um bom primeiro passo.
  4. Vista as cores: usar a cor vermelha durante as festividades do Ano-Novo Chinês é uma boa ideia, bem como o dourado, que é uma cor conhecida por atrair fortuna e prosperidade financeira.
  5. Vá à China: se você tem recursos financeiros para isso e é apaixonado por cultura chinesa, a viagem à China, para a comemoração do Ano-Novo Chinês, provavelmente vai ser uma daquelas recordações que você guarda para sempre!

Você também pode gostar

E aí, o que achou da tradição do Ano-Novo Chinês? Achou muito diferentona ou ficou com vontade de comemorar também? Se gostou, já vá treinando aí para dizer 新年快樂 (a pronúncia é “Xīnnián kuàilè”), que significa “feliz Ano-Novo” em chinês!

Sobre o autor

Eu Sem Fronteiras

O Eu Sem Fronteiras conta com uma equipe de jornalistas e profissionais de comunicação empenhados em trazer sempre informações atualizadas. Aqui você não encontrará textos copiados de outros sites. Nossa proposta é a de propagar o bem sempre, respeitando os direitos alheios.

"O que a gente não quer para nós, não desejamos aos outros"

Sejam Bem-vindos!

Torne-se também um colunista. Envie um e-mail para colunistas@eusemfronteiras.com.br