Nutrição

Benefícios do Alecrim

Eu Sem Fronteiras
Escrito por Eu Sem Fronteiras

O alecrim é um tempero comum nas mesas dos brasileiros e ao redor do mundo, mas também é uma planta com muitas propriedades e benefícios para a saúde. Vinda do mediterrâneo, possui um gosto cítrico e amadeirado e é muito utilizado como tempero para carnes.

Por ser uma boa fonte de ferro, cálcio, magnésio, fósforo, potássio e vitamina B6, o alecrim tem inúmeros benefícios, além de poder ser utilizado de diversas formas, a prevenção da intoxicação de gastrointestinal é um dos principais usos, além de possuir características antioxidantes e ajudar a fortalecer vasos capilares quando aplicado na pele e, por isso, é um ingrediente essencial para o tratamento da caspa e queda de cabelo. O alecrim também neutraliza os efeitos dos radicais livres, evitando danos ao corpo, o envelhecimento precoce e o crescimento de células cancerígenas.

Popularmente, o alecrim pode ser usado como uma técnica de gargarejo que ajuda a limpar a garganta e úlceras bucais. Quando utilizado durante o banho, o alecrim age como um alívio para dores musculares.

Além destas propriedades, o alecrim tem uma grande função no tratamento da artrite, por possuir características anti-inflamatórias a partir dos componentes earnosol, ácido oleanólico, ácido rosmarínico e ácido ursólico.

Estudos já comprovaram que o extrato de alecrim não só ajudou na redução da dor em pacientes de artrite reumatoide, como também diminuiu a inflamação presente nas articulações.

No entanto, altas doses do alecrim devem ser evitadas, já que podem causar dores de cabeça e convulsões, principalmente quando ingerido sob a forma de chá. A sua versão mais fresca é a que possui mais nutrientes e, portanto, deve ser a sua escolha quando for comprar esta erva.

Já as mulheres grávidas e em período de amamentação devem ter um cuidado extra, pois o alecrim estimula a menstruação e o aborto espontâneo.

O alecrim também pode ser plantado e cultivado na sua própria casa. O cultivo é simples: a planta deve ser plantada em vasos pequenos e mantida fora ou dentro da casa, mas precisa ficar em um ambiente pouco iluminado e com pouco vento, além de ser regada algumas vezes durante a semana.

Depois de colhido e estando fresco pode ser guardado em um pote ou saco por várias semanas. Já se for o alecrim seco, pode durar por longos meses se for mantido em um lugar seco e escuro.

Como utilizar?

Chá para problemas digestivos e inflamação na garganta:

  • Coloque 4 gramas de folhas de alecrim em uma xícara fervente e deixe por cerca de 10 minutos. Depois coe e beba-o. O indicado são 3 xícaras por dia, após as refeições.

Banho para reumatismo e artrite:

  • Coloque 50 gramas de folhas para cada 1 litro de água fervente. Deixe agir por cerca de 30 minutos. Após isto, coe o líquido e utilize-o para tomar banho.

Óleo de alecrim:

  • Lave bem o alecrim e deixe secar completamente, coloque 250 ml de azeite de oliva em uma panela e leve ao fogo por cerca de 3 minutos. Logo em seguida, acrescente os ramos de alecrim e aguarde até que comecem a murchar, após, deixe por mais um minuto e desligue o fogo, retire os ramos e coloque em um recipiente de vidro, depois jogue o óleo por cima, tampe o recipiente e reserve por uma semana em um lugar arejado. Utilize o óleo em receitas e para temperar saladas.

Escrito por Gabrielle Carreira da Equipe Eu Sem Fronteiras.

Sobre o autor

Eu Sem Fronteiras

Eu Sem Fronteiras

O Eu Sem Fronteiras conta com uma equipe de jornalistas e profissionais de comunicação empenhados em trazer sempre informações atualizadas. Aqui você não encontrará textos copiados de outros sites. Nossa proposta é a de propagar o bem sempre, respeitando os direitos alheios.

"O que a gente não quer para nós, não desejamos aos outros"

Sejam Bem-vindos!

Torne-se também um colunista. Envie um e-mail para [email protected]