Maternidade Consciente Saúde Integral

Cinco problemas de saúde que podem impedir a gravidez

Eu Sem Fronteiras
Escrito por Eu Sem Fronteiras

Ao suspender o uso da pílula, os ovários levam três meses para se adaptar à situação nova. O prazo aceitável para engravidar é de até um ano após a suspensão do contraceptivo. Porém, mesmo com relações sexuais frequentes, o casal pode enfrentar dificuldades. Conheça cinco problemas de saúde que podem impedir a gravidez, os exames e os tratamentos recomendados.

Problemas femininos
1. Endometriose

Um dos problemas que dificultam a gravidez é o crescimento do endométrio (tecido que reveste a cavidade uterina) fora do útero. Em mulheres com esse problema, o óvulo tem dificuldade para chegar ao útero.

Diagnóstico: biópsia por laparoscopia, exame de sangue do marcador CA-125 no começo da menstruação, ultrassonografia e ressonância magnética.

Tratamento: dura de três meses a um ano. Podem ser usados medicamentos para suspender a menstruação, anticoncepcionais com progesterona isolada, pílula combinada (estrogênio e progesterona) ou DIU de progesterona.

2. Síndrome dos ovários policísticos

Desequilíbrio hormonal que forma pequenos cistos nos ovários. O problema desregula a menstruação, compromete a ovulação, aumenta a produção de testosterona e pode causar acne e obesidade.

Diagnóstico: ultrassom transvaginal, laparoscopia e ecografia pélvica para verificar dilatação do clitóris e ovários e exames de sangue.

Tratamento: medicamentos para induzir a ovulação.

3. Questões genéticas

Problemas genéticos podem impedir a gravidez. A aloimunidade é a semelhança genética entre o casal, e o organismo vê o embrião como inimigo e o expulsa. Já o fator antinuclear é quando os anticorpos da mãe atacam o embrião.

Diagnóstico de aloimunidade: prova cruzada por citometria de fluxo para medir os anticorpos e os linfócitos paternos no sangue da mãe.

Tratamento de aloimunidade: vacina produzida com linfócitos do sangue do pai faz o organismo feminino produzir anticorpos que reconhecem as proteínas paternas no embrião.

Diagnóstico de fator nuclear: dosagem de fator antinuclear (FAN).

Tratamento de fator nuclear: corticoide prednisona.

Problemas masculinos
1. Sífilis e gonorreia

A sífilis e a gonorreia são problemas que interferem na fertilidade masculina, pois comprometem a quantidade e a qualidade dos espermatozoides.

Diagnóstico: exames de sangue para medir a quantidade de leucócitos.

Tratamento: antibiótico para o homem e para a mulher.

2. Varicocele

Dilatação das veias nos testículos que provoca o surgimento de varizes na região.

Diagnóstico: exame físico feito com o paciente em pé, em local não refrigerado para o relaxamento da musculatura. Doppler estetoscópio e ecodoppler colorido são outras formas de diagnosticar.

Tratamento: microcirurgia.

Quer conhecer outras doenças que dificultam ou comprometem a gravidez? Clique e saiba mais!


Texto escrito por Sumaia de Santana Salgado da Equipe Eu Sem Fronteiras.

Sobre o autor

Eu Sem Fronteiras

Eu Sem Fronteiras

O Eu Sem Fronteiras conta com uma equipe de jornalistas e profissionais de comunicação empenhados em trazer sempre informações atualizadas. Aqui você não encontrará textos copiados de outros sites. Nossa proposta é a de propagar o bem sempre, respeitando os direitos alheios.

"O que a gente não quer para nós, não desejamos aos outros"

Sejam Bem-vindos!

Torne-se também um colunista. Envie um e-mail para [email protected]