Saúde Integral

Cloreto de magnésio: um aliado para saúde humana

shutterstock_157401635
Eu Sem Fronteiras
Escrito por Eu Sem Fronteiras

Conheça o poder dessa substância para alguns problemas de saúde.

Otão famoso jeitinho brasileiro, aquela forma que somente a gente tem para resolver grandes problemas de uma maneira criativa, requer alguns cuidados, principalmente quando o assunto é saúde. Quando você está com dor, que se autodenomina como “mau jeito”, e opta em ir até a farmácia, invés de um médico, para pedir uma indicação de que remédio ingerir pode até trazer um alívio momentâneo, mas é errado.

Conforme orientação da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), a automedicação não é aconselhável e o uso de medicamentos deve ser receitado por um médico.

Em um país em que, historicamente, o acesso aos hospitais sempre foi restrito, ainda mais para as cidades afastadas dos grandes centros da capital, os chamados “remédios caseiros” acabam sendo uma opção de tratamento. Alguns trazem alívio apenas através do efeito psicológico da pessoa acreditar na cura do remédio, mas são meros placebos. Porém é um equívoco menosprezar a sabedoria popular, desprezando o poder dos alimentos que, muitas vezes, são receitas antigas de seus avós e, atualmente, tiveram sua eficácia atestada por cientistas.

Um desses tratamentos alternativos para uma série de problemas de saúde é o cloreto de magnésio, que é um sal mineral e está presente na natureza. Quando ingerido, traz um equilíbrio natural ao corpo humano e auxilia na melhora dos rins, eliminando o ácido úrico, e também aos ossos.

shutterstock_252688636Um dos primeiros pesquisadores a investigar os efeitos do magnésio foi o cirurgião francês Pierre Delbert em 1915, quando foi à procura de uma solução para limpar feridas dos soldados. Os testes realizados por Delbert com cloreto de magnésio mostraram ser eficazes na prevenção de infecções nos tecidos danificados. Posteriormente, o médico descobriu outros benefícios do sal mineral.

As doses que devem ser ingeridas variam de acordo com a idade, com a dosagem maior para os mais velhos, e as promessas de melhora são bastante amplas, inclusive sendo indicado para combate à fadiga, tira o estresse e previne infartos. Já que não pode ser considerado exatamente um remédio, mas sim um alimento sem contraindicação, o cloreto de magnésio pode ser usado simultaneamente com qualquer medicamento recomendado pelo seu médico.

As recomendações de como o cloreto de magnésio deve ser ingerido varia e embora não tenha contraindicações, fica sempre a sugestão de acompanhar de perto os seus efeitos e, se possível, ouvir a opinião de um profissional ligado à saúde.


  • Artigo escrito por Diego Rennan da Equipe Eu Sem Fronteiras

Sua opinião é bem-vinda, sempre que colocada com a educação e o respeito que todos merecem. Os comentários deixados neste artigo são de exclusiva responsabilidade de seus autores e não representam a opinião deste site.

Sobre o autor

Eu Sem Fronteiras

Eu Sem Fronteiras

O Eu Sem Fronteiras conta com uma equipe de jornalistas e profissionais de comunicação empenhados em trazer sempre informações atualizadas. Aqui você não encontrará textos copiados de outros sites. Nossa proposta é a de propagar o bem sempre, respeitando os direitos alheios.

"O que a gente não quer para nós, não desejamos aos outros"

Sejam Bem-vindos!

Torne-se também um colunista. Envie um e-mail para [email protected]