Comportamento

Como expressar a gratidão?

Você já deve ter ouvido que para tudo há um propósito na vida, inclusive em relação às situações adversas, que servem como aprendizado e são capazes de fazer emergir a força interior de cada um. Sob esse ponto de vista é possível sentir gratidão por tudo e se colocar a favor da vida, abrindo-se para perceber e receber toda a abundância que ela permite.

Em se tratando deste sentimento, Robert Emmons, PhD em psicologia, autor de vários livros e artigos científicos e professor da Universidade da Califórnia (Davis), dedicou-se durante décadas a estudar a gratidão e seus efeitos na vida das pessoas. E, entre outras conclusões, ele identificou que, ao se tornar um hábito, ela traz mais entusiasmo, energia, otimismo e felicidade. Além disso, melhora a qualidade do sono, reduz o estresse, equilibra a pressão arterial e permite que o indivíduo se desapegue de emoções como ressentimentos, desilusões, inveja e medo.

Logo, sentir e expressar rotineiramente gratidão é simples, gera bem-estar e aumenta a qualidade de vida. Inclusive, esse é um daqueles sentimentos contagiantes que causa outros igualmente poderosos. Então continue a leitura do artigo e saiba como fazer isso no seu dia a dia.

Forma de expressar a gratidão

Sentir gratidão significa desenvolver um olhar mais positivo em relação ao mundo que nos cerca e identificar as gentilezas e a generosidade que fazem parte do nosso cotidiano e que, na agitação, sequer notamos. Expressá-la representa gerar outros sentimentos positivos, emoções contagiantes e ainda criar uma corrente do bem que traz benefícios individuais e coletivos.

Uma mulher abraçando uma pessoa em frente à uma praia.
Anna Shvets / Pexels

Assim, as pessoas expressam tal sentimento a partir de ações realizadas por outras pessoas, chamadas de “gratidão desencadeada por benefícios”, ou seja, quando alguém nos faz algo bom e nos sentimos gratos. Já outras, expressam isso por tudo que as rodeia, de forma individual e não necessariamente a partir de interações, por exemplo, ao serem gratas pela vida, por terem as pessoas que amam etc.

Inclusive, pesquisadores da Universidade de Indiana, nos Estados Unidos, concluíram que ter gratidão pelas pequenas coisas da vida pode gerar grandes mudanças e que, com foco nesse sentimento, o cérebro passa a identificar os eventos de forma positiva. Destacam que a transformação ocorre quando se agradece por episódios diferentes. Então veja como expressá-la de forma simples e incorpore a sua rotina:

1 – Mantenha um olhar atento e consciente

É importante ativar a consciência sobre as coisas pelas quais sentir e expressar gratidão. Pode parecer difícil num primeiro momento, porque estamos comumente numa postura automatizada diante da nossa rotina. Por exemplo, você vai tomar um café e junto recebe um copinho com água. Agradecer como uma reação automática, por educação ou porque você recebeu e pagou por esse serviço, é diferente de manifestar o agradecimento após ter pensado sobre esse gesto, que traz o componente da fonte da vida como um purificador do seu paladar ou que surgiu como uma gentileza acrescida ao seu pedido.

Em outras palavras, ainda que a ação do outro faça parte da rotina dele, você exercita um olhar atento sobre o que está além disso e que chegou até você. Então busque motivos para expressar gratidão de forma reflexiva e consciente. Desenvolva essa atitude transformadora.

2 – Expresse gratidão pelo que você é e pelas coisas simples

Só o fato de acordar pode significar um grande motivo para expressar gratidão. Aqui o exercício é de reconhecimento e de alegria por viver, pelas coisas aparentemente simples, como a chuva. Também por ser quem é e por receber dádivas imateriais da vida. Nesse ponto, é o momento de agradecer, com verdade e profundamente, pelas capacidades individuais e pelo talento. Ainda, de sorrir, pensando ou dizendo sobre cada uma dessas bênçãos, como família, amor, carinho, oportunidades, saúde, memórias etc.

Um homem de braços abertos no meio de um pôr do sol/alvorada.
Snapwire / Pexels

Aliás, é a ocasião para fazer elogios sinceros às pessoas que estão à sua volta, que lhe oferecem companhia, serviços, ensinamentos e afeto. Do mesmo modo, cabe demonstrar prazer e agradecer pelos elogios ou momentos de felicidade recebidos. Também se refere a adotar uma atitude otimista diante das intempéries, de alguém impaciente, de um mau humor ou de algo que chega como um desafio. Então agradeça verbalmente ou mentalmente pelo aprendizado e pelo amadurecimento.

3 – Manifeste gratidão pelo que você tem, pelos bens materiais

Todos têm algum bem material ou algum conforto pelo qual agradecer. Assim, expressar esse tipo de gratidão gera o reconhecimento de que talvez tenhamos mais do que imaginamos precisar. Inclusive, esse sentimento nos dá a noção de suficiência. E, ao contrário do que parece, além de não causar comodismo, provoca alegria.

Aliás, segundo o artigo “Giving thanks can make you happier” (Agradecer pode fazê-lo mais feliz), publicado em agosto de 2021 pela Harvard Health Publishing, da Harvard Medical School, a gratidão ajuda as pessoas a se concentrarem no que têm, não no que lhes falta. Elas passam a perceber que podem ser felizes e se sentirem satisfeitas mesmo sem alcançar todas as necessidades físicas e materiais desejadas. Então, numa oração ou durante a meditação, aproveite para expressar gratidão por cada item que você tem, pelos alimentos, pela natureza etc.

4 – Escreva frases de gratidão

Uma bloco branco com a frase "thank you". Ao fundo, flores e caixas de presente.
Giftpundits.com / Pexels

Ao escrever frases de gratidão, você se dispõe a encontrar aquelas que lhe fazem sentido, e isso provoca tanto a reflexão quanto um olhar sobre como manifestar esse sentimento. E são válidas as de filósofos e personalidades importantes como também podem ser suas próprias. Então você cria uma lista constantemente acrescida de algo novo e com uma nova descoberta sobre algo pelo que agradecer ou se inspirar.

Além disso, você também pode escrever bilhetinhos e enviar mensagens para alguém por quem sente gratidão por ter por perto, além de alguém que o agradou ou ajudou. Inclusive, o artigo “The effects of gratitude expression on neural activity” (Os efeitos da expressão de gratidão na atividade neural), publicado no volume 128, de março de 2016, do jornal científico NeuroImage, destaca que após alguns meses expressando a gratidão por meio da escrita, o cérebro passa a ser ainda mais grato, trazendo vários benefícios para a saúde. É como se, em vez de ser um sentimento, ela fosse um músculo que, quanto mais se exercita, mais potente ele fica. Logo, transforme essa ação numa rotina. Exercite-se!

5 – Conte a alguém pelo que você sente gratidão

A gratidão é um sentimento contagiante que, ao ser exposto a alguém, leva o outro a pensar sobre pelo que também é grato. Então escolha um momento, na frequência que puder e desejar, para falar sobre as dádivas que recebeu, sobre como se sentiu, o que aprendeu, os impactos positivos que elas geraram e pelo que, especificamente, você sente gratidão. Lembre-se de que esse exercício não é uma conversa aleatória, mas envolve reflexão para elaborar a lista.

Expressar gratidão dessa maneira mobiliza bons sentimentos, emoções positivas e ajuda a lembrar e a saborear as boas experiências. Também impulsiona a lidar com as adversidades, além de melhorar a saúde emocional, mental e física, por promover um momento de relaxamento e de autoconhecimento. Ainda permite construir um relacionamento mais próximo em relação àquele que ouve, estimulando-o a agir da mesma forma.

Apesar dessas sugestões, você pode descobrir a sua maneira de expressar gratidão. O importante é torná-la presente e frequente na sua vida, afinal trata-se de um sentimento que vem acompanhado da gentileza, igualmente contagiante. Então conheça-o melhor a seguir:

O que é o sentimento de gratidão?

A gratidão é um sentimento relacionado ao reconhecimento por algo recebido, seja ele concreto ou imaterial, expresso por uma emoção de alegria e de satisfação. Ele envolve ainda outros sentimentos, como reciprocidade, amor, amizade, bem-estar e felicidade. A palavra vem de “gratus”, termo do latim que pode ser traduzido como “agradecido” ou “grato”. Também deriva de “gratia”, que significa “graça”.

Então o sentimento de gratidão é explicitado pelo “ser grato”. E normalmente agradecemos ou nos mostramos gratos usando a palavra “obrigado” ou “obrigada”. Esse termo também vem do latim “obligare” e significa “ligar” e “amarrar”, dando uma ideia de ligação, elo ou comunhão entre aquele que ofereceu algo e aquele que o recebeu. É importante salientar que, desde que não seja por pura formalidade, o termo pode ser usado para exprimir gratidão. Porém ela significa reconhecimento e, portanto, retrata uma percepção consciente do valor agregado de algo, alguém ou de uma situação.

Uma pessoa segura um quadro escrito "give. thanks."
Simon Maage / Pexels

Além disso, a gratidão está, reconhecidamente, relacionada à felicidade individual e coletiva, notadamente em função dos relacionamentos estabelecidos, elevando o bem-estar físico e mental. Também auxilia na resiliência diante das adversidades, uma vez que altera a forma como as entendemos e nos torna mais otimistas para enfrentá-las.

Assim, o sentimento de gratidão ainda ajuda a desenvolver outros sentimentos, como generosidade e compaixão, e gera gentileza, todos indispensáveis à construção de relacionamentos saudáveis e de uma vida mais digna e plena. Ele pressupõe um ato voluntário e altruísta, pelo qual nada se espera em retorno. Sobretudo, esse ato pode ser desenvolvido e deve ser praticado por meio da expressão de ser grato(a).

Também é importante destacar que, embora o sentimento de gratidão seja estimulado por muitas religiões, ele é independente delas. No entanto se relaciona à evolução espiritual do ser humano na compreensão da abundância oferecida pela vida e pelo Universo.

Você também pode gostar

Concluindo, expressar gratidão é simples e envolve ter consciência sobre as dádivas recebidas, sejam elas materiais ou imateriais, que chegam em forma de alegrias ou de adversidades, com as quais é possível aprender e evoluir. E o sentimento de gratidão pode ser desenvolvido e praticado de modo a gerar bem-estar, saúde e felicidade individual, assim como contagiar a coletividade e produzir gentileza e generosidade. Então medite, ore, agradeça, escreva seus motivos para manifestá-lo, faça listas semanais sobre coisas pelas quais você sente gratidão e as leia no final de um período. Surpreenda-se com a abundância!

Sobre o autor

Eu Sem Fronteiras

O Eu Sem Fronteiras conta com uma equipe de jornalistas e profissionais de comunicação empenhados em trazer sempre informações atualizadas. Aqui você não encontrará textos copiados de outros sites. Nossa proposta é a de propagar o bem sempre, respeitando os direitos alheios.

"O que a gente não quer para nós, não desejamos aos outros"

Sejam Bem-vindos!

Torne-se também um colunista. Envie um e-mail para colunistas@eusemfronteiras.com.br