Autoconhecimento

Desenvolva a sua resiliência

African Woman Happiness Smiling Cheerful Optimistic Concept
Eu Sem Fronteiras
Escrito por Eu Sem Fronteiras

Você é uma pessoa resiliente? Descubra como a resiliência pode melhorar a sua vida e trabalhe a sua mente.

Entende-se como resiliência a habilidade de ser forte nos momentos mais difíceis da vida, persistindo mesmo diante de obstáculos, mantendo sempre a esperança e a saúde mental.

Pessoas resilientes tornam-se poderosas com o passar dos dias, superando momentos difíceis com desenvoltura e desenvolvendo autoconfiança.

A resiliência é, principalmente, a não interferência de algo ou alguém em seu estado de espírito. Pode ser consequência de um acontecimento ou adquirida como uma conquista pessoal, inclusive através da terapia.

“Todas as pessoas têm suas dificuldades e precisam seguir em frente, mas apenas uma pessoa resiliente se torna mais forte devido essas dificuldades”

Conquistar a resiliência não é tão simples e depende muito de condições psicológicas e físicas. Lidar com os próprios demônios é doloroso, é preciso ser otimista e assumir uma postura responsável.

É necessário ter em mente que seus pensamentos, posicionamentos e sentimentos serão flexíveis conforme a sua experiência. Ou seja, você não saberá nunca como se sentirá diante de uma situação.

Na psicologia, resiliência é sobre voltar ao estado anterior suportando grandes impactos. Ser resiliente é aprender a lidar com a própria vida, se adaptando e superando o que for preciso durante esse trajeto.

Não são todas as pessoas que são resilientes, por isso, desenvolver essa habilidade é fundamental para a nossa evolução.

Por não ser um traço da personalidade, algumas pessoas precisam se esforçar mais do que as outras para aprender a desenvolver resiliência. Separamos algumas dicas para que você se torne resiliente e, consequentemente, seja mais feliz.

Aceite as mudanças

Mudar é fundamental, não existe evolução sem mudanças. Adaptar-se a elas ajuda a diferenciar seus problemas e seus sentimentos. Você não pode evitar tudo, aceite isso e melhore a sua relação com as temidas crises existenciais. Faça planos de organização para que as mudanças não te afetem mais do que deveriam e esteja sempre confiante de quem você é.

Pequenos passos

Metas que você pode alcançar são ideais, sonhe com os pés no chão e encontre meios de chegar ao que parece inalcançável. Correr não vai te ajudar em nada, seja paciente e consciente de que é capaz de encontrar um caminho através de pequenos passos.

Tome decisões

Nada de ignorar os problemas e fingir que não é com você, resolver economiza a sua sanidade e te ajuda a ser mais responsável. Mesmo que pareça impossível, faça o que puder para solucionar as coisas.

Administre suas emoções

Se manter sereno diante de situações ruins pode ser muito difícil, mas é essencial, compreenda melhor as pessoas e a si mesmo através de uma boa administração do que você sente e do que pode deixar de sentir. Não deixe que nada passe despercebido, nem que o impulso tome conta do seu posicionamento diante das situações.

Seja uma pessoa otimista

Acredite que as coisas vão melhorar, sem isso não terá forças para seguir em frente. Só almejamos um futuro porque acreditamos que ele nos proporcionará coisas boas, não se sabote com pensamentos ruins. Pense sempre positivo, só assim você controlará seu destino.

Tenha mais empatia

O estado psicológico do outro importa tanto quanto o seu. Saiba como agir diante das situações e pense sempre: será que eu gostaria de ser tratado assim? Se a resposta for sim, siga em frente. Do contrário, mude a sua trajetória sem passar por cima de ninguém.

Faça por você

Seja capaz de resolver seus próprios problemas, sem usar as pessoas ao seu redor como muletas emocionais. Seus medos não partirão se não for forte o suficiente para enfrentá-los. Redes de apoio podem ajudar inicialmente, mas só você pode dar um rumo na sua vida.

Busque ajuda médica

Quando você souber que não é forte o suficiente para se levantar sozinho, busque ajuda profissional. Um psicólogo, ao contrário de um amigo, sempre estará lá para te auxiliar a encontrar um caminho próprio. Não se acomode na boa vontade alheia!

Alimente a sua alma

Seja capaz de ver seus grandes feitos, a autoconfiança ajuda a formar uma pessoa resiliente. Cuide de si mesmo em todos os sentidos, não deixe que os problemas e as ocupações sejam maiores do que o seu amor-próprio. Encontre suas qualidades e explore seus desejos. Uma mente ocupada com o lado bom ajuda a ter outra perspectiva da vida.

Saia do fundo do poço

Se algo muito ruim lhe aconteceu, não significa que a sua vida foi arruinada, pense com cautela em como sair do fundo do poço. Lembre-se de como você se livrou de problemas no passado e de como enfrentou coisas piores, e mesmo assim, a vida seguiu em frente.

A perseverança é sua maior aliada, ser resiliente é entender a vida e melhorar a forma como lida com ela. Uma vez que você sabe que pode ser uma pessoa resiliente, basta praticar isso na sua mente.

“Se não está em suas mãos mudar o que lhe causa dor, escolha a atitude para enfrentar esse sofrimento.” Viktor Emil Frankl, psiquiatra que explorou o sentido existencial do ser humano e a dimensão espiritual da existência.

Se você não pode mudar o passado, aceite-o, aprenda com ele e mude o presente. Não deixe a sua felicidade nas mãos dos acontecimentos, seja resiliente.


  • Texto escrito por Juliane Rodrigues da Equipe Eu Sem Fronteiras.

Sobre o autor

Eu Sem Fronteiras

Eu Sem Fronteiras

O Eu Sem Fronteiras conta com uma equipe de jornalistas e profissionais de comunicação empenhados em trazer sempre informações atualizadas. Aqui você não encontrará textos copiados de outros sites. Nossa proposta é a de propagar o bem sempre, respeitando os direitos alheios.

"O que a gente não quer para nós, não desejamos aos outros"

Sejam Bem-vindos!

Torne-se também um colunista. Envie um e-mail para [email protected]