Autoconhecimento

Meditação nas ruas de SP

Eu Sem Fronteiras
Escrito por Eu Sem Fronteiras

A meditação por sua definição é o “ato de intensa concentração da mente”. É usada basicamente para autoconhecimento ou para encontrar respostas para inquietações e estímulos que não conseguimos obter se estivermos alertas. Dito isso, é natural que busquemos meditar em lugares calmos, longe de barulho e sem grandes acontecimentos ao redor; afinal, qualquer coisa pode nos fazer desviar a atenção do que buscamos e quebrar a conexão com nossa mente.

No entanto, na cidade de São Paulo, um grupo pratica a meditação em meios exatamente opostos ao que consideramos ideais: o meio da rua. Qualquer pessoa que conheça ou saiba minimamente sobre São Paulo sabe que a correria e o caos são duas características fortes sempre presentes no cotidiano da cidade. É dificil achar um refúgio por menor que seja. E é exatamente por isso que o grupo “Indo nas Ruas” promove meditações em grupo no meio desta selva urbana.

Já que precisamos enfrentar exatamente esse excesso de estímulos e informações, a melhor forma é treinar nossa mente para que ela consiga entrar em estado de intensa concentração mesmo com todos estes estímulos e interrupções constantes.

Também usando a meditação como uma forma de ocupação, o grupo busca mostrar para as pessoas que uma forma menos apressada de vida também é possível na maior metrópole do país. Com a programação sempre divulgada através de sua página no facebook, o Indo nas Ruas estimula cada vez mais a curiosidade das pessoas.

Seja na saída de um metrô num horário de pico, no canteiro da Avenida Paulista ou, em alguns casos, em áreas mais retiradas e vistas como mais tradicionais, como parques e praças, o grupo sempre atrai a presença de transeuntes que se intimidam com aquelas pessoas sentadas em círculo, de olhos fechados e totalmente alheias aos acontecimentos a seu redor.

Além dos benefícios da meditação, o grupo busca ocupar a cidade de uma forma diferente, mostrando que é possível interagir com o meio e fazer parte dele sem ter medo do que possa acontecer.

Os encontros acontecem geralmente durante as sextas-feiras (no meio do caos urbano) e ocasionalmente aos domingos (em parques e praças previamente escolhidos e divulgados). Visite a página e programe-se!

Se, além do Indo nas Ruas, você busca locais em que pode fazer meditações diárias ou de forma mais tradicional, confira a lista de alguns lugares em São Paulo que também oferecem a prática:

  • Centro de Meditação Kadampa Mahabodhi

Ainda na proposta de meditação urbana, o centro Kadampa Mahabodhi oferece meditações guiadas e cursos sobre o tema. Tem diversas filiais nos bairros Anália Franco, Santana, São Bento e nas cidades vizinhas Santo André e Alphaville.

Endereço: R. Artur de Azevedo, 1360 – Pinheiros

Mais informações

  • Templo Fo GuangShan

Próximo ao bairro da Liberdade e a estação São Joaquim do metrô, este templo promove reuniões de meditação abertas ao público, além de ministrar cursos periódicos.

Endereço: R. São Joaquim, 460, São Paulo

Mais informações

  • Templo Budista ZuLai

Mais conhecido e retirado, o templo ZuLai fica em Cotia e oferece um clima de total harmonia e paz. Aberto de terça a domingo, promove visitas guiadas para grupos acima de 15 pessoas, festas temáticas e cursos de curta duração sobre meditação e budismo.

Endereço: Estrada Fernando Nobre, 1461 (Acesso pelo Km 28,5 da Rodovia Raposo Tavares)

Mais informações

  • Templo Busshinji

Também na Liberdade, o templo é a matriz da Escola Sotozen na América do Sul. Indicado para conhecer a tradicição do zen-budismo, promove aulas e meditações guiadas de meditação.

Endereço: Rua São Joaquim, 285 – Liberdade

Mais informações

  • Centro de Estudos Budistas Bodisatva São Paulo

Localizado muito próxímo à agitação e correria típica da avenida Paulista, o centro tem programação variada, além de técnicas de meditação. Em junho, ministra um curso sobre como iniciar na meditação. Agende-se.

Endereço: R. Maestro Cardim, 1024 – Bela Vista

Mais informações


Texto escrito por Roberta Lopes da Equipe Eu Sem Fronteiras

Imagens: Reprodução/Facebook

Sua opinião é bem-vinda, sempre que colocada com a educação e o respeito que todos merecem. Os comentários deixados neste artigo são de exclusiva responsabilidade de seus autores e não representam a opinião deste site.

Sobre o autor

Eu Sem Fronteiras

Eu Sem Fronteiras

O Eu Sem Fronteiras conta com uma equipe de jornalistas e profissionais de comunicação empenhados em trazer sempre informações atualizadas. Aqui você não encontrará textos copiados de outros sites. Nossa proposta é a de propagar o bem sempre, respeitando os direitos alheios.

"O que a gente não quer para nós, não desejamos aos outros"

Sejam Bem-vindos!

Torne-se também um colunista. Envie um e-mail para [email protected]