Budismo Espiritualidade

O que é Hendokuiaku?

Eu Sem Fronteiras
Escrito por Eu Sem Fronteiras

Significa, em termo literal, ‘Transformar o Veneno em Remédio’. Foi exposto por Nitiren Daishonin, fundador do Verdadeiro Budismo, há mais de 700 anos.

Ele elucida este termo de uma maneira ampla. “Transformar o veneno em remédio” significa polir nossas vidas e fazer com que os problemas tornem-se aliados para a mudança.

Por que transformar o negativo em positivo?

O site Brasil Seikyo elucida sobre esse termo: “Para alguém imerso no sofrimento e na angústia, é quase impossível por si só conseguir esperança ou motivação para seguir em frente. O Buda Nitiren Daishonin percebeu que as pessoas podem transformar a vida, caso tenham o poder de fazer algo positivo a partir do negativo. Em outras palavras, é transformar o veneno em remédio e fazer com que os desejos mundanos conduzam à iluminação.”

Garden Buddha Statue DetailO veneno representa os desafios e fatos negativos que acontecem em nossas vidas, enquanto que o remédio significa a felicidade e a vitória de cada desafio. Transformar o veneno em remédio significa que, embora passamos por problemas e experimentamos o sabor amargo da derrota, o mais importante nesse tempo é tomarmos como aprendizado cada experiência vivida e determinarmos que venceremos sem falta. Podemos, ás vezes, perder a batalha, mas nunca a guerra.

Ninguém gosta do veneno, ou seja, de passar por problemas, mas é natural que as pessoas sofram por isso, e o o budismo nos possibilita evidenciarmos a força para transformá-los em remédio e saborearmos a vitória. De fato, somos capazes de conquistar uma felicidade ainda maior e mais sólida, evidenciando a evolução e amadurecimento através do aparecimento do veneno em nossas vidas.

A chave da vitória está na transformação interna

Desta forma, para conseguirmos sobrepujar as dificuldades e desafios em nossa vida, devemos usá-los como ventos favoráveis a nossa evolução, encarando cada um dos desafios, utilizando como lições para um novo recomeço. Esta atitude de força e esperança ilimitadas corresponde esse princípio e transformação do veneno em remédio. Dessa forma, mesmo que estejamos enfrentando uma série de desafios, devemos avançar com base na fé de que “eu irei transformar essa situação, custe o que custar”. Com o apoio de amigos e familiares, conseguimos sobrepujar todos os desafios e, no final, sermos exemplo para outras pessoas que passam por dificuldades.

Transformar o veneno em remédio é muito mais do que vencer os desafios, é de fato eliminar o mal interno, ou seja, aqueles problemas que vez ou outra aparecem em nossa vida para nos tirar de nosso eixo. O remédio serve não somente para a pessoa que passou por dificuldades, mas também para outras pessoas experimentarem e vencerem. Nesse sentido, há o incentivo mútuo entre pessoas, para que todas vençam. Isso é transformação do veneno em remédio.

Você consegue! Acredite em você!

A atitude positiva, aliada ao pensamento de que “eu irei sobrepujar todas as dificuldades e serei fonte de inspiração e exemplo para as pessoas” é a melhor maneira de transformar o maior sofrimento em fonte de alegria. Quando nosso ser está focado na vitória e quando agimos para isso, nossa vida se transforma. O veneno é só parte da transformação e serve como trampolim para o alívio que será ao provar o remédio da vitória.


  • Escrito por Bruno Melo da Equipe Eu Sem Fronteiras.

Sua opinião é bem-vinda, sempre que colocada com a educação e o respeito que todos merecem. Os comentários deixados neste artigo são de exclusiva responsabilidade de seus autores e não representam a opinião deste site.

Sobre o autor

Eu Sem Fronteiras

Eu Sem Fronteiras

O Eu Sem Fronteiras conta com uma equipe de jornalistas e profissionais de comunicação empenhados em trazer sempre informações atualizadas. Aqui você não encontrará textos copiados de outros sites. Nossa proposta é a de propagar o bem sempre, respeitando os direitos alheios.

"O que a gente não quer para nós, não desejamos aos outros"

Sejam Bem-vindos!

Torne-se também um colunista. Envie um e-mail para [email protected]