Maternidade Consciente Universo Feminino

O que levar para a maternidade

Montar a bolsa maternidade é essencial para a mamãe e para o bebê. Mas você sabe quais itens não podem faltar nessa mala tão importante? Confira a quantidade de roupas, produtos de higiene, absorventes, fraldas e outras peças fundamentais, como documentos obrigatórios que devem ser levados para o hospital.

O preparo para o parto inclui montar a bolsa maternidade e, para todas as mamães, esse com certeza é um dos momentos mais aguardados da gestação. Afinal, significa que a hora de segurar o bebê nas mãos está finalmente chegando! No entanto, também pode ser uma situação que gera muitas dúvidas.

Estar preparada para o dia da chegada do bebê é essencial e provavelmente você já se perguntou o que é preciso levar para o hospital. Alguns itens são indispensáveis, mas é importante segurar a ansiedade para não colocar peças desnecessárias na bolsa e ocupar muito espaço.

Se você está se sentindo perdida e não consegue montar a bolsa maternidade, continue lendo, pois esse artigo foi feito para te ajudar! Vamos juntas?

O que levar na bolsa maternidade?

A bolsa maternidade é fundamental e obrigatória para todas as mulheres que vão dar à luz. É nela que devem estar todos os principais itens tanto para o bebê em seus primeiros dias de vida, quanto para a mamãe, que precisa se sentir o mais cômoda possível.

Na bolsa do bebê, não podem faltar peças de roupa e higiene, cobertores, fraldas e pomadas. Já para a mãe, é importante não se esquecer de roupas confortáveis, que facilitem a amamentação, calcinhas que não apertem a barriga, produtos de higiene pessoal, incluindo shampoos e condicionadores, e outros itens básicos, como carregador do celular.

Na hora de montar as malas, é importante, também, considerar as estações do ano e o tipo de parto que será feito. Partos naturais costumam ter alta mais cedo, enquanto cesarianas levam mais tempo, o que pode impactar na quantidade de peças que você vai levar.

Além disso, existe uma lista de documentos indispensáveis que precisam estar na bolsa e não podem, em hipótese alguma, ser esquecidos em casa. Ao longo desse artigo, vamos te contar quais são esses documentos. E, a seguir, vamos te dar dicas e sugestões sobre o que levar para a maternidade. Confira!

Bolsa maternidade da mamãe

Uma pergunta muito comum é: o que levar para a maternidade para a mamãe? E a resposta é que você deve levar itens que considere confortáveis, tendo em mente que você também passará alguns dias no hospital depois de um parto, que pode não ser fácil.

Então, ao montar a mala maternidade da mamãe, considere incluir:

  • 3 camisolas com abertura frontal, para facilitar a amamentação
  • 3 pijamas ou camisolas confortáveis para dormir
  • 2 ou mais sutiãs de amamentação com abertura total e sem aro
  • 6 ou mais calcinhas confortáveis ou pós-parto
  • Robe ou roupão
  • Par de chinelos
  • Absorventes para os seios
  • Absorventes pós-partos
  • Produtos de higiene pessoal, incluindo sabonete, shampoo, condicionador, escova e pasta de dentes e produtos para a pele do rosto
  • Cinta elástica, se houver orientação médica
  • Nécessaire com maquiagem, prendedor e escova de cabelo
  • Troca de roupa para sair de maternidade, com peças confortáveis, considerando o inchaço pós-parto
  • Sacola para roupas sujas
  • Almofada para amamentação
  • Carregador do celular e de outros eletrônicos que forem levados, como câmera fotográfica, fones de ouvido e notebooks

Na hora que estiver fazendo a bolsa, lembre-se de colocar as peças de roupa de acordo com a estação do ano. Se estiver quente, pense em levar camisolas curtas e leves, mas, se estiver frio, considere também casacos e cobertores.

As mamães ainda têm o direito de ter um acompanhante no quarto e, como essa pessoa também passará alguns dias no hospital, ela pode levar uma mala com itens básicos, como pijamas, produtos de higiene, chinelo, trocas de roupa e roupas íntimas.

Bolsa maternidade para o bebê

Mulher no quarto do seu bebê, montando uma bolsa maternidade para ele, com um caderno para o checklist e sorrindo
Syda Productions/ Canva Pro

Agora, você deve estar se perguntando: o que levar para a maternidade para o bebê? A hora de montar a bolsa para o pequenino ou para a pequenina é muito aguardada, mas você não deve deixar a emoção tomar conta, pois isso pode te fazer esquecer alguns itens muito importantes.

Confira algumas das nossas sugestões:

  • 6 macacões, de preferência que tenham botões na frente, pois isso facilita a troca de fraldas
  • 6 mijões
  • 6 bodies, tipo de camiseta que fecha entre as perninhas do bebê
  • 6 calças de algodão com pé
  • 2 casacos com botões
  • 2 mantas
  • 3 fraldas para a boca
  • 2 toalhas fraldas ou toalhas de banho macias, de preferência com capuz
  • 1 pacote de fraldas descartáveis tamanho RN
  • Produtos de higiene, como sabonete líquido, álcool em gel 70%, cotonetes e algodão
  • Escovinha de cabelo
  • Pomada para assaduras
  • Pacote de lenço umedecido
  • Trocador de roupa de tecido fino
  • Sacola para roupas sujas
  • Troca de roupa para saída da maternidade

Não se esqueça, também, de considerar o clima no dia do parto. Se estiver frio, você também pode levar luvas, touquinhas, meias extras e cobertores para o bebê. Tenha em mente que várias maternidades possuem ar condicionado, então é recomendado não levar muitas roupas curtas mesmo no calor.

Além de se sentir aquecido, o recém-nascido também precisa se sentir limpo. Por isso, uma dica é levar as roupas que já tiverem sido lavadas e passadas em casa. Nunca leve roupinhas que não foram devidamente higienizadas. Outro conselho é evitar peças com gola e com babados, porque isso pode incomodar o bebê e atrapalhar na hora da amamentação.

Você ainda pode separar os itens da mala por envelopes individuais para as trocas de roupa, assim os funcionários do hospital saberão quais peças eles devem colocar no bebê. Por exemplo: faça um envelope com um body, uma calça, um macacão e um par de meias.

Quais documentos levar para a maternidade?

Além de todos esses itens básicos que trouxemos para você, também existem documentos obrigatórios que precisam ser levados na bolsa maternidade. É de extrema importância que você não os esqueça, pois isso pode causar problemas na hora da internação.

Os documentos fundamentais são:

  • RG ou carteira de habilitação (CNH) da mãe e do acompanhante
  • Carteirinha do SUS ou do plano de saúde, dependendo do local do parto
  • Solicitação de internação
  • Cartão de pré-natal ou cartão da gestante
  • Últimos exames feitos durante a gestação
  • Autorização do plano de saúde, se houver necessidade
  • Plano de parto, se a gestante tiver um

Para não ter nenhuma dor de cabeça, é recomendado que você procure se informar sobre os documentos requisitados no hospital, porque pode haver outros além dos que falamos acima.

Assim que o bebê nascer, é preciso fazer o registro e tirar a Certidão de Nascimento do recém-nascido. Essa função é do pai ou do acompanhante, que precisará ir ao cartório para emitir esse documento.

Algumas maternidades possuem serviços de cartório para facilitar esse processo. Entretanto, se não houver, será necessário procurar por cartórios próximos. Sugerimos que você faça isso de maneira antecipada. Para realizar o registro da criança, é preciso levar as identidades da mãe e do pai e a certidão de casamento do casal, se forem oficialmente casados.

Outros itens que podem ser levados

Além de todos esses itens básicos que citamos, também é possível levar outros, de acordo com a vontade da mãe. Alguns exemplos são:

  • Enfeites para a porta do quarto da maternidade, como guirlandas e quadros
  • Enfeites para o quarto no geral
  • Álbum de visitas do bebê
  • Álbum de nascimento do bebê (é possível criar um com máquinas instantâneas, por exemplo)
  • Bebê conforto, para levar o bebê para casa após a alta
  • Lembrancinhas para as visitas
  • Máquina fotográfica
  • Eletrônicos como notebook, tablets e fones de ouvido
  • Livros para passar o tempo
  • Secador de cabelo
  • Adaptador de tomada
  • Lanches para o dia a dia da mãe e do acompanhante ou para as visitas

Procure saber se há algum tipo de restrição na maternidade. Alguns hospitais públicos e planos de saúde podem oferecer apenas quartos compartilhados, o que pode ocasionar a proibição de itens de decoração, por exemplo.

Para evitar carregar peso à toa, converse com seu médico, com o plano de saúde ou com o próprio hospital. Isso também vai te ajudar a não ter expectativas e se frustrar, pois sabemos que muitas mamães gostam de fazer decorações para tirar fotos do bebê ainda na maternidade.

Quando arrumar a mala da maternidade?

Mulher grávida, com a mão no queixo, como se estivesse com dúvida, mas está sorrindo
pixelshot/ Canva Pro

Em média, é recomendado que você comece a arrumar a mala entre a 28ª e a 32ª semana de gestação, ou cerca de três meses antes da data prevista para o parto.

Pode parecer muito cedo, mas a verdade é que o bebê pode nascer prematuro, antecipando a data de parto em várias semanas. Além disso, quanto mais perto do parto, mais cansada você estará por causa do peso da barriga, o que vai dificultar bastante a montagem das bolsas.

Outro motivo para se antecipar na hora de arrumar as malas é a necessidade de fazer tudo com calma e não se esquecer de nada. Lembre-se de que é preciso lavar todas as roupinhas do bebê com sabão de coco ou líquido, enxaguar sem goma ou amaciantes e deixar secando no sol.

Recém-nascidos são muito sensíveis e, por isso, além de evitar certos produtos na lavagem, também é aconselhado retirar todas as etiquetas das roupas, porque elas podem machucar a pele.

Você também precisa checar se possui uma mala adequada em casa ou se precisará comprar uma nova. É indicado apostar em malas grandes, com vários bolsos e compartimentos, o que facilita na hora de guardar e organizar os itens.

Depois de montar a bolsa maternidade, basta deixá-la em um local de fácil acesso dentro da casa. Uma boa ideia é avisar familiares e amigos próximos sobre onde a mala está, pois você pode precisar ir às pressas ao hospital e não ter tempo de levá-la com você.

Nesses casos, tenha calma, porque o bebê só vai precisar das roupinhas 4 horas após o parto e você só terá que trocar de roupa após o primeiro banho. Então há tempo suficiente para que alguém passe na sua casa para pegar a bolsa.

Você também pode gostar

Está se sentindo pronta para montar a sua bolsa maternidade?
Com todas essas dicas, temos certeza de que você está preparada para montar a sua bolsa maternidade sem esquecer nenhum item essencial!

E, se você gostou desse conteúdo, compartilhe com outras mulheres que podem se interessar por essas sugestões!

Sobre o autor

Eu Sem Fronteiras

O Eu Sem Fronteiras conta com uma equipe de jornalistas e profissionais de comunicação empenhados em trazer sempre informações atualizadas. Aqui você não encontrará textos copiados de outros sites. Nossa proposta é a de propagar o bem sempre, respeitando os direitos alheios.

"O que a gente não quer para nós, não desejamos aos outros"

Sejam Bem-vindos!

Torne-se também um colunista. Envie um e-mail para colunistas@eusemfronteiras.com.br