Alimentação de animais Pet - Animais de estimação

Por que meu cachorro está vomitando amarelo?

Todo mundo que tem um pet quer o melhor para ele. Muitas vezes, o tutor, por puro desconhecimento, se apavora quando algo fora do normal acontece e não sabe como proceder para ajudar o seu bichinho. Você sabe, por exemplo, o que fazer com o cachorro se ele estiver vomitando amarelo?

Em primeiro lugar, é preciso ter calma para saber como agir. Procurar um veterinário é sempre a melhor opção, mesmo que o bichinho não apresente nenhum sintoma emergencial. Mas, antes de se desesperar, você precisa compreender o que pode ter ocasionado esse sintoma e ficar a par de informações importantes que podem ajudar você a tomar as medidas corretas no atendimento ao seu cãozinho. Confira neste artigo.

Possíveis causas do vômito

O vômito amarelo nada mais é do que a bile, fluido natural do organismo secretado pelo fígado do animal por ter ingerido algo que não lhe caiu bem. A cor amarela na bile deve-se à bilirrubina, que ajuda o fígado a digerir os alimentos.
Pode acontecer de a bile atingir o estômago, irritando a mucosa gástrica. Isso acaba provocando o vômito biliar, de coloração amarelada, tão comum nos cachorrinhos.

O que fazer quando o cachorro está vomitando amarelo?

Se o vômito do seu cachorro tiver sido pontual, não se desespere. Tente relembrar se você fez algo a ele que não podia ou se ele teve algum comportamento diferente antes de apresentar tal sintoma – como, por exemplo, se ele não ficou muito tempo sem se alimentar ou se você deu a ele algum alimento diferente, gorduroso ou inadequado. Se esses forem os casos, o vômito foi um modo natural de o seu animal mostrar que algo não caiu bem.

Dependendo da situação, você mesmo pode ajudá-lo com alguns “primeiros socorros”. Hidratar o seu cãozinho e dar-lhe conforto pode ser suficiente para que ele se reanime. Às vezes, nem isso será preciso, porque o próprio animal regula o seu organismo ao vomitar, ficando bom em seguida.

Por isso, para saber como agir, é preciso observar alguns sinais do seu bichinho e avaliar se é preciso levá-lo mesmo ao veterinário. Alguns deles, quando combinados ao vômito amarelo, merecem atenção.

Vômito com espuma

O vômito amarelo com espuma não costuma ser um indício de preocupação, se acontecer esporadicamente. É preciso observar se esse tipo de vômito ocorre com frequência e acompanhado de outros sinais, como febre, diarreia, falta de apetite e cansaço. Se o seu “aumigo” tiver esses sinais combinados, procure um veterinário para investigar.

Cachorro de grande porte deitado no chão, com feição triste, ao lado de pote cheio de comida.
Phuttharak / Shutterstock

Se a barriga estiver fazendo barulho

Se o seu cachorro estiver vomitando e com a barriga fazendo barulho, ele está com algum desconforto intestinal e, provavelmente, deve estar com gases. Ele pode ter ingerido comida estragada e, por isso, apresenta irritação no sistema digestivo.
Pode ser o caso, também, de ele ter comido alimentos inadequados para cachorros – por exemplo, algumas frutas, que parecem inofensivas, mas podem fazer mal aos pets. Há frutas proibidas para cachorro, como uva, cereja e carambola. Caso a combinação de vômito e barulho na barriga ocorrer com frequência e houver outros sintomas associados, procure um veterinário.

Se ele não está querendo comer

Nem sempre quando o cachorro pula uma refeição é sinal de que ele está doente. Algumas raças comem menos do que outras. Inclusive, o vômito amarelo costuma estar associado ao jejum por longos períodos. É comum os cachorros vomitarem logo pela manhã, em jejum, por terem passado toda a noite sem comer. Se a inapetência for prolongada, o veterinário indicará a melhor forma de alimentar o seu cachorro.

Se está com diarreia

O mais importante a ser observado no animal com diarreia é se há sinais de sangramento nas fezes. A diarreia pode ser um sintoma de uma simples indigestão ou até uma doença viral ou bacteriana. De qualquer forma, um veterinário deve ser consultado para identificar a causa do problema ou se o seu cachorro começar a ter comportamentos raros ou novos de repente.

Você também pode gostar:

Você é a pessoa que mais conhece o seu companheiro e saberá, portanto, avaliar se o vômito amarelo é algo natural ou precisa ser investigado. De qualquer forma, esteja sempre ao lado do seu amigo em momentos de desconforto, porque ele vai se sentir mais feliz e seguro. E não se esqueça: é muito importante alimentar seu cãozinho de forma adequada e vaciná-lo, pois as vacinas evitam diversas doenças! Assim vocês terão muitos anos de história para contar juntos.

Sobre o autor

Eu Sem Fronteiras

O Eu Sem Fronteiras conta com uma equipe de jornalistas e profissionais de comunicação empenhados em trazer sempre informações atualizadas. Aqui você não encontrará textos copiados de outros sites. Nossa proposta é a de propagar o bem sempre, respeitando os direitos alheios.

"O que a gente não quer para nós, não desejamos aos outros"

Sejam Bem-vindos!

Torne-se também um colunista. Envie um e-mail para colunistas@eusemfronteiras.com.br