Saúde Integral

10 tipos comuns de dores de cabeça e seus significados

Mulher com dor de cabeça e mão na testa
Aleksandr Davydov / 123RF
Escrito por Eu Sem Fronteiras

Um incômodo repentino que pode se manifestar como uma pressão, como uma dor ou até como um formigamento — essas são maneiras de caracterizar a dor de cabeça. Esse desconforto é a realidade de muitas pessoas, seja depois de um dia estressante, ao realizar uma atividade que exige muito esforço ou mesmo sem motivo aparente.

Muitas vezes sentimos dor de cabeça e não investigamos o que pode ter causado esse incômodo, principalmente quando ele é passageiro. Porém nem sempre esse desconforto é decorrente de um dia estressante. A dor de cabeça pode ser, na verdade, um sintoma para uma doença mais séria ou um caso de enxaqueca.

De acordo com dados de 2017 da Sociedade Brasileira de Cefaleia (nome científico da dor de cabeça), cerca de 140 milhões de brasileiros são atingidos por esse problema, que é considerado o sétimo mais incapacitante do mundo. Então, quando você sente uma dor de cabeça, saiba que faz parte desse grande número, mesmo que as causas para o seu incômodo sejam diferentes das causas de outros.

Mas será que você também faz parte do grupo de pessoas que se automedicam para combater esse mal? Um dado de 2017, divulgado pela Academia Brasileira de Neurologia, informou que 81% dos entrevistados de um estudo sobre dor de cabeça tratam o problema com medicamentos que não foram indicados por médicos. A automedicação é uma conduta perigosa e que deve ser repensada.

Garota deitada na cama com dor de cabeça
Andrea Piacquadio / Pexels

Ao não realizar o esforço de entender as causas da dor de cabeça, uma doença tão frequente no Brasil, e ingerir um medicamento para tratá-la sem orientação médica, você pode estar contribuindo para que o quadro da doença piore cada vez mais. Antes de tentar se curar sozinho, aprenda mais sobre o que pode levar a esse incômodo!

Dor de cabeça segundo a Linguagem do Corpo

A Linguagem do Corpo é uma teoria desenvolvida por Cristina Cairo. A partir dela, é possível identificar possíveis causas para uma série de problemas, incluindo a dor de cabeça. Sob essa análise, uma pessoa que sofre com dor de cabeça pode ser muito orgulhosa, pois teme perder o controle sobre as situações nas quais estão inseridas.

Ao mesmo tempo em que essa característica pode parecer muito negativa, ela também é um sinal de que essa pessoa não aceita ser controlada por quem está ao redor dela, incluindo presenças autoritárias, que podem limitá-la.

Ainda assim, é importante que as pessoas que sofrem de dor de cabeça sejam capazes de relaxar, de se manifestar e de se comunicar com quem vive ao lado delas, para que esse orgulho e esse temor sejam atenuados.

Tipos de dor de cabeça

Agora que você entendeu um pouco mais sobre dor de cabeça, está na hora de se aprofundar nesse tema. A seguir, saiba quais são os dez tipos principais desse mal!

1) Alergias

Mulher deitada limpando o nariz com papel
Polina Tankilevitch / Pexels

A dor de cabeça decorrente de alergias é muito comum para pessoas que sofrem de doenças respiratórias crônicas. Com a frequência dos espirros e a tentativa de contê-los, existe o risco de criar muita pressão na cabeça, o que provocará dor.

É importante que você observe se os seus olhos estão lacrimejando e se estão avermelhados, porque esses indícios são sinais de que a sua dor de cabeça pode ser consequência de uma alergia.

2) Sinusite

Mulher no chão do quarto enrolada em coberta assoando o nariz
Andrea Piacquadio / Pexels

Se você sofre com sinusite, já deve ter sentido um incômodo na região da face que acontece ao redor dos olhos. Talvez você note um inchaço nessa parte do rosto, além de identificar outros sintomas, como congestão nasal, febre, fadiga, dor de garganta, tosse intensa e mau hálito.

Caso você já tenha um histórico de sinusite, é bem provável que a sua dor de cabeça é um sintoma dessa outra doença. Se esse nunca diagnóstico foi atribuído a você, porém, procure um profissional da saúde para entender o que se passa no seu corpo.

3) Ansiedade

Homem sentado no sofá com mãos na cabeça e expressão de ansiedade
Andrea Piacquadio / Pexels

O transtorno de ansiedade é uma doença que há algum tempo não era vista como limitante ou como algo que poderia desencadear consequências físicas. Porém esse mal também é um agente causador de dor de cabeça. Uma pessoa que está sempre preocupada com a incerteza do futuro acaba se sentindo estressada e tensa o tempo todo.

Esse desgaste deixa o cérebro exausto, o que leva a uma dor de cabeça na testa. Ela pode ser ainda mais grave em meio a uma situação estressante ou que envolva muito esforço mental. É importante saber o momento de parar para relaxar!

4) Cefaleia em salvas

Mulher com olhos fechados e mãos na cabeça
Andrea Piacquadio / Pexels

Cefaleia é o nome da doença dor de cabeça quando ela não é o sintoma de algo, mas a própria enfermidade. A cefaleia em salvas ocorre de maneira repentina, em volta dos olhos, e pode causar congestão nasal, rubor facial e deixar os olhos lacrimejando.

Embora a causa da doença não seja exata, existem alguns fatores que podem agravá-la. O consumo de álcool e o fumo são dois hábitos que pioram a cefaleia em salvas, visto que o funcionamento normal do cérebro é comprometido por alguns instantes. Nesse caso, o ideal é que você procure auxílio médico.

5) Retirada de cafeína

Mulher virando xícara de café na boca
Andrea Piacquadio / Pexels

A cafeína é um ingrediente estimulante que está presente em bebidas como o café e o chá mate. Alguém que tem o hábito de ingerir cafeína com frequência, várias vezes ao dia, pode sentir dor de cabeça ao ficar por muito tempo sem essa substância no corpo.

Nesse caso, a sensação de dor acontece de forma latejante, já que os vasos sanguíneos se dilatam e se contraem ao tentar lidar com a falta da substância. Se você está tentando tirar a cafeína da sua rotina, porém, é importante que busque maneiras de amenizar essa dor, para não desistir do processo! Quanto menos cafeína você consumir, mais o seu corpo se acostumará à falta dela.

6) Enxaqueca

Homem sentado na cama com cabeça apoiada em mão apoiada o joelho
Andrea Piacquadio / Pexels

A enxaqueca é a forma de dor de cabeça mais grave e mais incapacitante que uma pessoa pode experimentar. Em geral, ela é hereditária e acontece apenas em um lado da cabeça. Ainda assim, é uma dor muito intensa, que pode provocar sensibilidade à luz, fadiga, mal-estar e tontura.

Em alguns eventos de enxaqueca, é possível que o episódio evolua para uma dor de cabeça com aura. Nesse caso, esquecer a forma correta de dizer algumas palavras e ter dificuldades para enxergar são comuns, mas não são normais. Se isso acontecer com você, procure auxílio médico imediatamente.

7) Tensão

Homem com expressão de tensão com mãos na cabeça e olhos fechados
Andrea Piacquadio / Pexels

A dor de cabeça causada por tensão é uma das mais comuns. Ela se manifesta nas têmporas e na nuca e é decorrente de situações de muito estresse ou de muito esforço mental. Além disso, realizar exercícios físicos de forma descontrolada e intensa pode causar esse tipo de dor.

A melhor maneira de amenizar os efeitos negativos desse tipo de dor é com um bom descanso. Porém saiba que as consequências de situações de estresse experimentadas com frequência podem ser muito prejudiciais a longo prazo. Reavalie a sua rotina!

8) Articulação temporomandibular (ATM)

Mulher com mãos na cabeça e rosto com expressão de dor
David Garrison / Pexels

ATM é a sigla para uma articulação que conecta a mandíbula ao restante do crânio. Quando há algum desalinhamento nessa região, os músculos podem se contrair rapidamente, tentando corrigir essa falha, então uma dor intensa se manifesta nas têmporas e nas mandíbulas, como se algo tivesse travado.

Para verificar se está tudo bem com essa parte do seu corpo, o ideal é que você procure um(a) dentista. Assim, será possível verificar se a sua mordida está correta e se a dor que você sente pode ser associada à ATM ou se a causa é outra. Investigue!

9) Problemas digestivos

Homem sentado em banco de madeira com olhos fechados e mão na cabeça
Mental Health America (MHA) / Pexels

Como todas as partes dos nossos corpos estão conectadas, um problema digestivo pode ser a causa de uma dor de cabeça. Passar muito tempo sem ingerir alimentos ou consumir muitas comidas gordurosas e pesadas de uma só vez pode provocar uma dor de cabeça na região dos olhos, das têmporas ou da testa.

É importante observar que o consumo exagerado de bebidas alcoólicas também terá esse tipo de efeito. Tudo aquilo que exigir muito esforço do seu corpo, seja para digerir algo, seja para manter seu organismo que está sem alimento, terá consequências negativas e arriscadas, e a dor de cabeça é apenas uma delas.

Caso você sinta esse tipo de dor frequentemente, reavalie sua dieta, de preferência com a ajuda de um nutricionista, e mantenha o consumo de bebidas alcoólicas no nível mínimo.

10) Arterite temporal

Senhora com mãos na cabeça e expressão de dor
Andrea Piacquadio / Pexels

As artérias da cabeça são como quaisquer artérias do corpo, com a diferença de que, quando inflamam, causam dor nessa região do corpo. Arterite temporal é o nome dessa enfermidade que pode causar, além da dor de cabeça, dor na mandíbula e dificuldade para enxergar.

Essa doença é tão séria e precisa tanto de acompanhamento médico que o não tratamento do problema pode levar à perda da visão e a um acidente vascular cerebral (AVC). Por isso consulte sempre um profissional de saúde sobre a dor de cabeça que você sente.

Como amenizar as dores de cabeça

Sabendo da importância de investigar com auxílio médico as causas da sua dor de cabeça, para, dessa forma, identificar um tratamento adequado, existem algumas maneiras de aliviar o incômodo. Lembre-se de que a dor de cabeça pode ser o sintoma de alguma outra doença, então tratá-la nem sempre será a solução para o seu problema.

Compressas frias ou mornas

Faça uma compressa fria ou morna na região onde você está sentindo dor. Deixe a baixa temperatura agir por alguns instantes, com um efeito anestésico, e respire fundo. A compressa fria é indicada para dores de cabeça fortes, como a enxaqueca, enquanto a compressa morna pode auxiliar a amenizar as dores decorrentes de tensão.

Ingerir café

Xícara de café sobre superfície de madeira, onde também há grãos de café e um livro aberto ao fundo.
Engin Akyurt / Pexels

Se a sua dor de cabeça não é decorrente da retirada de café do organismo, experimente ingerir café sem açúcar. Dessa forma, o seu organismo terá um estímulo para funcionar com mais força. Se você é uma pessoa que não gosta de café ou que não se sente bem quando ingere esse líquido, experimente outra forma de tratar a dor.

Massagem na cabeça

Massagear a cabeça na região onde você está sentindo dor é uma técnica que pode ajudar a aliviar o desconforto. Ela vai estimular a circulação de sangue na região, além de proporcionar uma sensação de relaxamento, ideal para a dor de cabeça que é decorrente de tensão.

Dormir bem

Mulher de bruços deitada em cama dorme. Seus braços estão sob o travesseiro.
Andrea Piacquadio / Pexels

Uma boa noite de sono resolve muitos problemas que uma pessoa pode ter, inclusive de dor de cabeça. Se você está sentindo esse incômodo, fique em um lugar escuro e agradável e tente dormir. Dependendo da causa da sua dor de cabeça, é provável que você se recupere rapidamente.

Ingerir um chá quente

Uma bebida quente é relaxante e pode dar uma nova força para o corpo de uma pessoa. Um chá de gengibre fará com que você se sinta melhor em relação à dor de cabeça, se a causa dela for algo simples. Lembre-se de não deixar o chá muito quente, para não queimar a língua.

A dor de cabeça pode ser muito incômoda e desgastante, mas identificar a causa dela é a melhor forma de se livrar desse mal. Se você quer uma solução rápida para uma dor passageira, porém, pode utilizar alguma das nossas sugestões. Se a dor persistir ou se for frequente, procure auxílio médico.

Sobre o autor

Eu Sem Fronteiras

O Eu Sem Fronteiras conta com uma equipe de jornalistas e profissionais de comunicação empenhados em trazer sempre informações atualizadas. Aqui você não encontrará textos copiados de outros sites. Nossa proposta é a de propagar o bem sempre, respeitando os direitos alheios.

"O que a gente não quer para nós, não desejamos aos outros"

Sejam Bem-vindos!

Torne-se também um colunista. Envie um e-mail para colunistas@eusemfronteiras.com.br