Autoconhecimento Energia em Equilíbrio Meditação Mindfulness

7 pontos da postura da meditação

Eu Sem Fronteiras
Escrito por Eu Sem Fronteiras
A meditação é uma prática relativamente simples, acessível, democrática e extremamente benéfica para todos. No entanto, é preciso prestar atenção a alguns pontos para que ela possa ser desenvolvida da melhor forma. A postura correta, por exemplo, ajuda na concentração e a obter os melhores resultados.

Fique atento se está dando a devida importância a esta questão e caso seja necessário corrija e ajuste os sete pontos da postura indicados abaixo.

Pernas

Se possível sente-se no chão com as pernas cruzadas em posição de lótus, preste atenção para que os seus pés fiquem com as solas voltadas para cima. Caso não consiga atingir esta posição pode sentar-se em posição de semi-lótus onde um pé fica em contato com o chão enquanto o outro fica em cima da perna oposta. O importante é que se sinta confortável e mantenha a coluna ereta.

Mãos e braços

Neste caso temos duas posições possíveis. A primeira indica relaxamento total. Mantenha as mãos no colo com a mão direita na mão esquerda, as palmas para cima e os polegares se tocando. Para determinação e evitar a sonolência durante a prática, mantenha as duas mãos com as palmas viradas para cima, uma em cada joelho.

Coluna vertebral

É provavelmente o ponto que exige mais atenção. A coluna deve estar sempre ereta, sentindo as vértebras exatamente encaixadas.

Olhos

Ao contrário do que se pensa, o ideal não é meditar com os olhos completamente fechados, pois isso pode levar à sonolência. O ideal é que se fique com os olhos semicerrados e olhando para baixo sem focar em nada específico.

Queixo e boca

O queixo e a boca devem manter-se relaxados com os dentes alinhados mas sem se tocar. O ideal é manter um pequeno espaço entre os dentes superiores e inferiores e os lábios sutilmente fechados.

Língua

Para evitar a necessidade de engolir saliva o tempo todo e criar um canal de comunicação energético, o ideal é que a língua toque de forma suave o céu da boca enquanto a ponta toca os dentes superiores.

Cabeça

Deve-se manter a cabeça ligeiramente inclinada para frente, sem sobrecarregar ou tensionar os músculos do pescoço, apenas para que o olhar se direcione para o chão à frente.


Escrito por Roberta Lopes da Equipe Eu Sem Fronteiras.

Sua opinião é bem-vinda, sempre que colocada com a educação e o respeito que todos merecem. Os comentários deixados neste artigo são de exclusiva responsabilidade de seus autores e não representam a opinião deste site.

Sobre o autor

Eu Sem Fronteiras

Eu Sem Fronteiras

O Eu Sem Fronteiras conta com uma equipe de jornalistas e profissionais de comunicação empenhados em trazer sempre informações atualizadas. Aqui você não encontrará textos copiados de outros sites. Nossa proposta é a de propagar o bem sempre, respeitando os direitos alheios.

"O que a gente não quer para nós, não desejamos aos outros"

Sejam Bem-vindos!

Torne-se também um colunista. Envie um e-mail para [email protected]