Energia em Equilíbrio Meditação

A importância da meditação para o trabalho

Eu Sem Fronteiras
Escrito por Eu Sem Fronteiras

Nossa mente é realmente um turbilhão. Pensamentos vêm e vão o tempo todo e não temos como controlá-los. Parece que conversamos com nós mesmos por alguns segundos, mas logo depois parecemos conversar com um outro alguém, seria o subconsciente?

Não é fácil compreender muito menos esclarecer como funciona a mente humana. Dependente de vários fatores, flexível e mutável, a nossa cabeça nos faz exercer comportamentos diversos.

O comportamento

Vivemos em grupo e, por conta disso, passamos a seguir algumas regras comuns de comportamento. Nos vestimos porque todos se vestem, nos cumprimentamos pois aprendemos desde pequenos, nos portamos à mesa pela mesma razão e dizemos “obrigado” por educação. Esses são exemplos de respostas do nosso corpo ao comando da mente, condicionada por alguma razão/ influência/ ensinamento, a nos guiar da seguinte maneira.

As orientações acontecem o tempo todo, em casa, no trabalho e até mesmo quando estamos sozinhos. Em alguns casos, o desvio de conduta em relação àquilo que seria mais adequado fazer gera estresse e perturbação mental.

Meditação

shutterstock_270894539

A fim de minimizar tais incômodos, algumas práticas como a meditação, são uma alternativa para relaxar e ser mais consciente de suas ações.

Por meio da interiorização e desprendimento da mente, meditar proporciona sensação de calma e é capaz de gerar bem-estar.

Muitos são os mitos e verdade que cercam a meditação. Porém, todos nós devemos experimentá-la para que possamos tirar benefícios capazes de melhorar a nossa qualidade de vida.

Vida profissional

A vida profissional é um dos fatores de maior importância no padrão de vida atual. Portanto, é importante saber como conduzir seu trabalho e tudo aquilo que ele envolve de maneira sabia e proveitosa.

Quando se fala em trabalho muitos de nós já pensa no cansaço, em tarefas inacabáveis e consequentemente no estresse que isso causa. Sendo assim, poder conduzir suas tarefas de forma mais consciente e calma pode ser a melhor opção para um melhor desempenho e qualidade de vida, equilibrando esforço e produtividade com bem-estar e satisfação pessoal.

Por conta disso, muitas empresas vêm adotando a meditação nos ambientes de trabalho e/ou incentivando a prática aos seus funcionários. Tal tática tem sido crescentemente introduzida e muito eficiente quanto à melhora no bem estar da vida dos funcionários assim como seu desempenho dentro da empresa.

A meditação estimula um maior entendimento pessoal, menos conflitos internos, consequentemente mais disposição para o trabalho, autoavaliação e atitudes mais bem pensadas.
Da mesma forma, o funcionário que medita se mostra mais calmo diante de situações de risco e menos no modo “automático”, sendo mais criativo, inovador e explorando suas competências dentro de seu cargo.

O entorno, a convivência em si, também são melhorados quando a prática é introduzida. As pessoas passam a se relacionar melhor e dar mais atenção aos problemas alheios. Além disso, estão mais presentes e atentos quanto às questões da empresa.

Atualmente, empresas norte americanas e europeias já vêm tomando tal atitude e percebendo seus resultados. No Brasil, a iniciativa ainda é pequena, entretanto, empresas como a Parmalat e algumas start-ups já vêm tentando usar o mesmo recurso e se mostraram satisfeitas.

Independentemente da orientação da empresa, a prática da meditação traz relatos muito positivos de diversos funcionários que tomaram a iniciativa por si. A descrição é comum: qualidade de vida, mais atenção, desempenho e bem-estar.


Texto escrito por Julia Zayas da Equipe Eu Sem Fronteiras.

Sobre o autor

Eu Sem Fronteiras

Eu Sem Fronteiras

O Eu Sem Fronteiras conta com uma equipe de jornalistas e profissionais de comunicação empenhados em trazer sempre informações atualizadas. Aqui você não encontrará textos copiados de outros sites. Nossa proposta é a de propagar o bem sempre, respeitando os direitos alheios.

"O que a gente não quer para nós, não desejamos aos outros"

Sejam Bem-vindos!

Torne-se também um colunista. Envie um e-mail para [email protected]